MENU

Escrito por • 03/03/2012

2012: mais de 1 exabyte de dados móveis por mês

eu, você, todo mundo reclama de quem, conosco em algum lugar, presta mais atenção no celular do que na gente. aliás, celular não, é smartphone ou tablet. é a velha história: nos convidam [ou convidamos] para uma reunião de trabalho [ou diversão, conversa num bar ou casa] e quem deveria "estar" conosco naquele evento único, que às vezes custou tanto a ser arranjado e acontecer, "foge" para a rede e passa a maior parte do tempo navegando. pode ser que atenção seja mesmo um fenômeno parcial e contínuo mas para muitos é difícil, ou impossível, administrar tal cenário.

claro que o povo que fica no tablet e smartphone enquanto "conversa" conosco não está falando, descaradamente, na nossa cara. ao contrário: estão sendo "capturados" por chats, emeios, mensagens nas redes sociais, alertas de notícias [ir]relevantes, alarmes de transações na bolsa, depósitos no banco, uso de cartões de crédito pelos familiares e por aí vai. em resumo, estão sendo "atacados" por informação gerada pelas configurações de rede que escolheram e acabam se tornando vítimas do sistema, de ansiedade informacional que, se não sentem, porque imersos nela, às vezes incomoda todo mundo ao redor, que se sente, sim, preterido pela rede.

pois bem: este povo vive num fluxo de 0.6 exabytes de dados móveis por mês. sabe quanto é um exabyte? um bilhão de gigabytes. dez elevado a dezoito bytes. um monte. sabe qual é o problema, como mostra a imagem abaixo, das previsões da cisco para o tráfego móvel nos próximos cinco anos? bem… é que o fluxo de dados móveis vai ser multiplicado por mais de 10 até 2016, inclusive porque as velocidades vão ser multiplicadas por quase isso. e a cisco diz que 2/3 do tráfego móvel, em 2016, vai ser vídeo.

ainda bem: ao invés de chamar as pessoas pra conversarem conosco ao vivo, vamos nos "encontrar " com elas por vídeo –móvel. aí, vai ver, elas vão prestar atenção na conversa que queremos ter com elas. sabe qual é a má notícia? segundo a cisco, 25% das pessoas vai ter mais de um smartphone lá em 2016. e… será que eles [nós?…] vão abrir uma conexão conosco num deles e ficar vendo [e/ou interagindo com] "outra" coisa no outro?…

image

Artigos relacionados

0 Responses to 2012: mais de 1 exabyte de dados móveis por mês

  1. Olá! Caros Comentaristas! E, Silvio Meira! Uma questão curiosa: Seremos como MASSA, algo estéril em reflexões? Algo etéreo, como um amontoado de átomos organizados de maneira eunuca substituindo o pensar refletido pelo esvanecer de opiniões e reflexões substituídas por MASSAS corporativas indutoras de pensamentos UNIFORMES E UNIFORMIZADOS? Será? Seremos mais Jung que Freud no imaginário popular? Será isso positivo para seres humanos que se pretendem LIVRES? Como faremos para separar o zumzum, da zura financista? do zumbido por zunido? se, o zunido divulgado pelas MÍDIAS pode ser ou quase sempre é um mero sussurado ZURRO? Estaremos criando uma espécie de xenofobia por possíveis pseudo-imagens virtuais indutoras de seres xepeiros? Será? Como ficará a mensagem transportada por zabumba virtual se: ao chegar ao destinatário NÃO necessariamente refletirá aquilo que é ou pode vir a ser? E uma questão: Como ficará a tormenta exabyte virtualizada em relação ao conteúdo crível e de confiança do elemento transmissor? Quais precauções carecerá o elemento receptor na decodificação e credibilidade do informado? São questões que ainda me incomodam!
    Afora outras, naturalmente.
    OPINIÃO!

  2. Olá! Caros Comentaristas! E, Silvio Meira!
    Questão: Será o GOOGLE a nova ferramenta de espionagem do governo americano? Espionagem dos nacionais norte-americanos e estrangeiros? Em nome das idéias mirabolantes do BUSH? Ou será apenas uma oportunidade para criar FOFOCAS VIRTUAIS? Apesar do congresso norte-americano, ter retirado a idéia de CENSURA e BISBILHOTAGEM na e da REDE Mundial de Computadores, pela ilegalidade e inconstitucionalidade frente a legislação norte-americana, será o GOOGLE a mola escapatória e desvirtuadora da e dos Conceitos de DEMOCRACIA e LIBERDADE existentes nos Estados Unidos da América? Será que chegamos a esse ponto de desespero internacional? Uma empresa privada, GOOGLE, desrespeitando a Constituição da Maior Nação do Planeta e suas EMENDAS? Que decadência aos US!
    OPINIÃO!

  3. Alan Goes disse:

    Silvio sempre atualíssimo! E com questões que já me peguei pensando algumas vezes recentemente…
    Especialmente este post eu achei supre engraçado, pois as situações descritas por ti já acontecem comigo e só tendem a piorar!

  4. lenice disse:

    Quer assistir canais de TV por assinatura em seu PC http://www.tvhd.com.br

  5. Romano disse:

    Mais horas de sono para digerir tanta informação (!?) ou cada vez mais formação para não ser engolido por tanta informação (!?).

    “Information overload: A recurring fear”
    7 March 2012 – Matt Novak
    http://www.bbc.com/future/story/20120306-information-overload-fears/2

    “It is a warning that we still hear today in many contexts. For example, author Jonathan Franzen, an opponent of electronic books, argues that traditional paper tomes give humanity some much needed stability in a world rocked by change. He fears that this rapid pace is hurting us. “Seriously, the world is changing so quickly that if you had any more than 80 years of change I don’t see how you could stand it psychologically,” he said.”

  6. marilza disse:

    Quer assistir canais de TV por assinatura em seu PC http://www.tvhd.com.br