MENU

Escrito por • 12/02/2011

3 a 1: vida e brasil digital, c.e.s.a.r, porto digital…

pra dar uma pausa na nossa série sobre educação empreendedora, que já está no sétimo capítulo, taí um conjunto de youTubes que formam o programa 3 a 1, da TV brasil, gravado em dezembro passado e que foi ao ar no dois de fevereiro deste ano, como que para festejar iemanjá. é pra mais de 50 minutos de vídeo…

uma coisa que rolou de lá pra cá é que o porto digital terminou de fazer a pesquisa 2010 sobre empreendedorismo e empregabilidade no sistema local de inovação do centro do recife. resultado? ao invés das 140+ empresas que menciono nos vídeos abaixo, dado de nossa pesquisa antiga, descobrimos ao fim de 2010 que o porto digital já tem 170 empresas, tocadas por 450 empreendedores e 6.000 colaboradores, responsáveis por um PIB digital da ilha do recife antigo de R$700 milhões.

não é coisa de gente grande, é de gente que quer ser relevante, como digo aqui nesta entrevista ao comCiência. estamos a caminho, mas parques tecnológicos e sistemas locais de inovação são projetos de muito longo prazo; minha estimativa para o porto digital é que cumprimos os primeiros 2/5 do tempo de maturação do projeto… o que quer dizer que temos os próximos 15 anos de muito trabalho, complexo, para que o ecossistema chegue perto do que pode ser, o maior e melhor ambiente de negócios de tecnologias da informação e comunicação da américa latina.

ache a pipoca e vá clicando. é quase uma hora de TV…

@srlm no 3 a 1 da TV brasil, parte 1

@srlm no 3 a 1 da TV brasil, parte 2

@srlm no 3 a 1 da TV brasil, parte 3

@srlm no 3 a 1 da TV brasil, parte 4

@srlm no 3 a 1 da TV brasil, parte 5

@srlm no 3 a 1 da TV brasil, parte 6

e… the end!

grato ao pessoal da TV brasil e do 3 a 1 pelo convite, oportunidade e carinho. foi um prazer estar com vocês. grande abraço e até a próxima.

Artigos relacionados

0 Responses to 3 a 1: vida e brasil digital, c.e.s.a.r, porto digital…

  1. Paulo César disse:

    muito bom o debate, achei interessante sua visão de mercado e sua filosofia sobre motivação dos brasileiros em idéias originais.

  2. Paulo César disse:

    muito bom o debate, achei interessante sua visão de mercado e sua filosofia sobre motivação dos brasileiros em idéias originais.

  3. Pedro Daltro disse:

    Bela entrevista, belos números.

    Se vc concorer à presidência já tem meu voto! : )

  4. Pedro Daltro disse:

    Bela entrevista, belos números.

    Se vc concorer à presidência já tem meu voto! : )

  5. PAULO NASC disse:

    Olá Professor Meira, foram 50 minutos do mais instrutivo batepapo sobre tecnologia da informação. Estão de parabens a TV Brasil e fica o pedido de novos encontros tantas vezes quanto possível.

  6. PAULO NASC disse:

    Olá Professor Meira, foram 50 minutos do mais instrutivo batepapo sobre tecnologia da informação. Estão de parabens a TV Brasil e fica o pedido de novos encontros tantas vezes quanto possível.

  7. José Eduardo disse:

    Sílvio

    Fui professor primário durante 5 anos e vi de perto o quão distante o nosso ensino básico está de formar nas nossas crianças os conceitos e habilidades necessárias para viver e trabalhar nesse novo arranjo que a sociedade global caminha onde inovar é uma tarefa diária.

    O trabalho coletivo e a troca de saberes é ainda uma realidade distante nas nossas escolas… sem contar no “Analfabetismo Digital” dos professores que na maior parte das vezes (maior MESMO) sabe menos dessas tecnologias que seus alunos e não estão nem um pouco interessados (por sua formação) em aprender com eles.

    O problema é mais embaixo … precisamos rever nossas escolas infantis para não só alfabetizar… mas digi-alfabetizar e alfa-digitalizar.

    Adorei o debate!!! Como sempre inspirador!

    Abraço

  8. José Eduardo disse:

    Sílvio

    Fui professor primário durante 5 anos e vi de perto o quão distante o nosso ensino básico está de formar nas nossas crianças os conceitos e habilidades necessárias para viver e trabalhar nesse novo arranjo que a sociedade global caminha onde inovar é uma tarefa diária.

    O trabalho coletivo e a troca de saberes é ainda uma realidade distante nas nossas escolas… sem contar no “Analfabetismo Digital” dos professores que na maior parte das vezes (maior MESMO) sabe menos dessas tecnologias que seus alunos e não estão nem um pouco interessados (por sua formação) em aprender com eles.

    O problema é mais embaixo … precisamos rever nossas escolas infantis para não só alfabetizar… mas digi-alfabetizar e alfa-digitalizar.

    Adorei o debate!!! Como sempre inspirador!

    Abraço

  9. Irene Belo disse:

    Prof. Meira,

    quando voce fala sobre a supremacia do resultado sobre o tempo de permanencia no local de trabalho, eu revejo minha angustia de 15 meses no serviço publico – tinha que cumprir horario sem ferramentas para desenvolver as tarefas – arrrr
    existe possibilidade de um estudante de sistemas de informação fazer um estagio no cesar? é preciso falar com quem?
    obrigada.

  10. Irene Belo disse:

    Prof. Meira,

    quando voce fala sobre a supremacia do resultado sobre o tempo de permanencia no local de trabalho, eu revejo minha angustia de 15 meses no serviço publico – tinha que cumprir horario sem ferramentas para desenvolver as tarefas – arrrr
    existe possibilidade de um estudante de sistemas de informação fazer um estagio no cesar? é preciso falar com quem?
    obrigada.