MENU

Escrito por • 28/11/2013

a nova ordem global [da internet]

Este blog já discorreu longamente sobre as consequências do que edward snowden, ex-analista de informação da NSA, revelou o vasto esquema de espionagem em rede do governo dos EUA. pra ler só um texto sobre o assunto, veja os tempos da internet: antes e depois de snowden; se quiser ler mais, o link anterior tem links pra vários textos, aqui mesmo do blog, sobre o tema. e há um longo sumário sobre o assunto em um artigo na revista interesse nacional [Estamos Sendo Observados: E Daí?], que junta todos os textos anteriores e mais.

no longo prazo, a maior consequência das revelações de snowden pode vir a ser o redesenho dos sistemas de governança da internet mundial. a insatisfação com um modelo de articulação e coordenação da internet centrado nos e a partir dos EUA, sob potencial influência da casa branca é antiga mas, partindo do princípio de que dos males o menor, era melhor deixar como estava, porque a alternativa, a UIT… nem pensar. afinal de contas, a internet e seus modelos de governança, inovação e evolução sempre foram a antítese [para muito melhor] do que o foro que governa as telecomunicações.

só que os documentos de snowden mudaram tudo, e não necessariamente a favor da UIT como novo [velho?…] ambiente de governança da rede. já não há mais um consenso de que a rede pode ser gerida, por e para todos, a partir dos EUA. este é o ponto de partida para a proposta de uma seminário global, no brasil, em abril de 2014, pra desenhar novos caminhos para a governança da internet. a ICANN, que é o principal locus de governança da internet, ouviu o galo cantar e assinou uma declaração [em montevidéu], onde se diz claramente que…

Identificaron la necesidad de realizar un esfuerzo continuado para abordar los desafíos que presenta la Gobernanza de Internet y acordaron catalizar los esfuerzos de la comunidad hacia la evolución de una cooperación global multipartita en Internet…

y

Llamaron a acelerar la globalización de ICANN y de las funciones de IANA, hacia un entorno en el cual todos los actores, incluyendo todos los gobiernos, participen en pie de igualdad.

a mudança já começou. como e onde vai dar, não se sabe. mas começa, de vera, no seminário de abril, aqui mesmo no brasil. pra entender em maior detalhe, clique no áudio abaixo, meu comentário no CBN BITS DA NOITE desta semana.

Artigos relacionados

Comentários estão encerrados.