MENU

Escrito por • 14/07/2011

a web, o social, os jornais

quanto maior a penetração de redes sociais…

maior a queda na circulação [paga] dos jornais. e o brasil é uma exceção. a circulação paga, por aqui, aumentou 20,7% entre 2005 e 2009, enquanto na áfrica do sul observou-se um aumento de 6,1%. se os dados dissessem a mesma coisa, do mesmo jeito, para todas as geografias, ou a áfrica do sul deveria ter tido um crescimento de 10% ou o brasil um de 12% [ou coisa parecida]. mas não foi isso que rolou.

podemos assumir que o aumento de penetração de internet e redes sociais, a níveis ingleses e americanos, vai diminuir a circulação paga dos jornais e a propaganda, neles, a ponto de inviabilizá-los? não se sabe: é o que vamos ver nos próximos dez anos.

sabe-se, ao certo, que o investimento de marketing na "midia" web já passou o rádio e está indo atrás das revistas e jornais, como mostra o gráfico abaixo para os gastos em anúncios no brasil em 2010.

image

meu chute? até 2015, os investimentos brasileiros em marketing na web [aí incluídas as redes sociais] serão superiores aos das revistas e jornais. e até o fim da década o investimento na TV aberta [excluindo esportes] vai estar igual ou menor do que os recursos destinados à web como um todo [aí incluídos os investimentos em mobilidade].

na década passada, vale lembrar, os investimentos em TV só cresceram 10%, o rádio caiu 10%, os jornais 40%… enquanto a web [no brasil] viu o aporte em marketing crescer três vezes.

mas… por que ainda cresce a circulação de papel em regiões como o brasil, méxico, quase toda áfrica, india e ásia?  será que é porque, nos países emergentes, ainda estamos chegando na fase de "ler um jornal [de papel}", coisa que o resto do mundo está começando a deixar de fazer?

é capaz: entre muitos efeitos similares, professores da rede pública de um número de estados brasileiros começou a ler jornais recentemente, como parte de políticas de melhoria da qualidade do ensino que entendem que os professores… devem ler jornais.

mas será que ler os jornais que os professores estão lendo tende a melhorar alguma coisa na qualidade do aprendizado a seu encargo?… especialmente quando se considera a qualidade dos jornais [excetuando-se os poucos, de sempre] que eles estão lendo?…

será [para o bem dos alunos e do futuro do país?…] que a maior parte dos professores que recebe o jornal como parte do pacote educacional de seu estado está usando a maior parte dos jornais para o fim a que o papel-jornal mais se presta, o de limpar vidros em geral e, onde não houver vigilância sanitária, embrulhar peixe?

Artigos relacionados

0 Responses to a web, o social, os jornais

  1. Pedro Lages disse:

    Professores que nem aqui em Recife? que leem jornais bancados pelo governo? um tal de JC (o qual tenho assinatura) extremamente político? que recentemente (esta semana) teve acusações internas de “cala a boca” porque um jornalista queria falar algo e não pode? é, realmente, se é para ler algo, que seja aberto, livre e confiável. Jornal é bom, para ler e discernir sobre, não sair acreditando em tudo, bem como, quem sabe, limpar vidro, ai sim, é insubstituivel.

  2. Pedro Lages disse:

    Professores que nem aqui em Recife? que leem jornais bancados pelo governo? um tal de JC (o qual tenho assinatura) extremamente político? que recentemente (esta semana) teve acusações internas de “cala a boca” porque um jornalista queria falar algo e não pode? é, realmente, se é para ler algo, que seja aberto, livre e confiável. Jornal é bom, para ler e discernir sobre, não sair acreditando em tudo, bem como, quem sabe, limpar vidro, ai sim, é insubstituivel.

  3. Antigamente eramos chamados de paises do 3º mundo, hoje seria melhor países de 2ª classe, aqueles que recolhem a sujeira (incluindo o jornal de papel, que não interessa mais) do pessoal da 1ª classe.

    Nem tudo esta perdido, pelo menos os professores, agora, lêem e fazem a reciclagem do lixo do lixo. Sem contar que passamos de 3º para 2º. Como diria o Superman, naquele desenho antigo (feito no 1º mundo), ‘Para o alto e avante!’.

    chico scarpini

    http://scarpini.zip.net

  4. Antigamente eramos chamados de paises do 3º mundo, hoje seria melhor países de 2ª classe, aqueles que recolhem a sujeira (incluindo o jornal de papel, que não interessa mais) do pessoal da 1ª classe.

    Nem tudo esta perdido, pelo menos os professores, agora, lêem e fazem a reciclagem do lixo do lixo. Sem contar que passamos de 3º para 2º. Como diria o Superman, naquele desenho antigo (feito no 1º mundo), ‘Para o alto e avante!’.

    chico scarpini

    http://scarpini.zip.net

  5. Leonardo Mendel disse:

    Concordando com a analise, devemos acrescentar fatores como a força da rede orkut no pais, nao computada pelos graficos e a maior participação da classe c no consumo de impressos. Abraços

  6. Leonardo Mendel disse:

    Concordando com a analise, devemos acrescentar fatores como a força da rede orkut no pais, nao computada pelos graficos e a maior participação da classe c no consumo de impressos. Abraços

  7. Alan Goes disse:

    No mínimo contraditório a questão dos jornais! Mas aqui em SP, pelo menos, o que tem de jornal gratuito sendo distribuido nos últimos anos é brincadeira! Jornal do Trem, Jornal do Semáfaro, Jornal do Metrô, Metrô News não sei este tipo de publicação foi contablizada pelo amigo!!!
    Abraço!

  8. Alan Goes disse:

    No mínimo contraditório a questão dos jornais! Mas aqui em SP, pelo menos, o que tem de jornal gratuito sendo distribuido nos últimos anos é brincadeira! Jornal do Trem, Jornal do Semáfaro, Jornal do Metrô, Metrô News não sei este tipo de publicação foi contablizada pelo amigo!!!
    Abraço!

  9. Marcos Assano disse:

    O motivo da variação da circulação de jornais apresentada pelo Sílvio Meira é questionável. É preciso levar em conta a variação da renda nestes países. Olhando o mapa, nota-se que nos países emergentes e com economia em crescimento, a circulação aumenta. Nos países em recessão, a circulação diminui. Mas, logicamente, a internet também tem sua parcela de influência…

  10. Marcos Assano disse:

    O motivo da variação da circulação de jornais apresentada pelo Sílvio Meira é questionável. É preciso levar em conta a variação da renda nestes países. Olhando o mapa, nota-se que nos países emergentes e com economia em crescimento, a circulação aumenta. Nos países em recessão, a circulação diminui. Mas, logicamente, a internet também tem sua parcela de influência…

  11. Chalegre disse:

    Não esqueça o outro nobre uso do papel-jornal: coco de cachorro… Se acabarem os jornais minha cadela sentirá muito…

  12. Chalegre disse:

    Não esqueça o outro nobre uso do papel-jornal: coco de cachorro… Se acabarem os jornais minha cadela sentirá muito…

  13. Petri disse:

    Olá,

    Silvio, adoro os seus textos, vez ou outra são motivos de conversa entre eu e meus amigos (seja no serviço ou na faculdade). Mas vem cá, por que você só escreve em letras minúsculas?

  14. Petri disse:

    Olá,

    Silvio, adoro os seus textos, vez ou outra são motivos de conversa entre eu e meus amigos (seja no serviço ou na faculdade). Mas vem cá, por que você só escreve em letras minúsculas?

  15. Rodolfo Wagner disse:

    Sílvio, vi essa matéria e lembrei das suas palestras, onde vc fala, vez por outra, de um projeto de olho biônico. parece que o primeiro ser humano a aderir isso está aí…
    http://www.techtudo.com.br/curiosidades/noticia/2011/07/que-tal-uma-camera-nos-olhos.html.

  16. Rodolfo Wagner disse:

    Sílvio, vi essa matéria e lembrei das suas palestras, onde vc fala, vez por outra, de um projeto de olho biônico. parece que o primeiro ser humano a aderir isso está aí…
    http://www.techtudo.com.br/curiosidades/noticia/2011/07/que-tal-uma-camera-nos-olhos.html.

  17. Silvia Cauás Asfora disse:

    Caro Silvio Meira,

    Considerando tudo que se tem escrito sobre cibercultura e hipercultura, gostaria de ouvir suas reflexões e opiniões sobre EAD ( educação a distancia) mediada pela internet.
    Atualmente faço doutorado no Propad (programa de pós graduação em administração), na UFPE e tenho grande interesse no tema.

    Atenciosamente,

    Silvia Asfora

  18. Silvia Cauás Asfora disse:

    Caro Silvio Meira,

    Considerando tudo que se tem escrito sobre cibercultura e hipercultura, gostaria de ouvir suas reflexões e opiniões sobre EAD ( educação a distancia) mediada pela internet.
    Atualmente faço doutorado no Propad (programa de pós graduação em administração), na UFPE e tenho grande interesse no tema.

    Atenciosamente,

    Silvia Asfora

  19. Romano disse:

    Pregaram uma peça geral na mídia eletrônica!

    “Internet Explorer story was bogus”
    3 August 2011 Last updated at 10:50 GMT
    http://www.bbc.co.uk/news/technology-14389430

    “A story which suggested that users of Internet Explorer have a lower IQ than people who chose other browsers appears to have been an elaborate hoax.”

  20. Romano disse:

    Pregaram uma peça geral na mídia eletrônica!

    “Internet Explorer story was bogus”
    3 August 2011 Last updated at 10:50 GMT
    http://www.bbc.co.uk/news/technology-14389430

    “A story which suggested that users of Internet Explorer have a lower IQ than people who chose other browsers appears to have been an elaborate hoax.”