MENU

Escrito por • 02/01/2013

as redes sociais e o “mundo pequeno”

você talvez já tenha se perguntado porque quase todo mundo parece tão perto numa rede social [como faceBook, por exemplo]. acontece alguma coisa em algum lugar, alguém relata e, quase de repente, todo mundo que “tem a ver” com aquilo e deveria estar sabendo… fica sabendo, como que por mágica.

image

mas não é mágica, tem explicação, e vem da teoria das redes. um dos expoentes da área, lászló barabási, está escrevendo um belo texto sobre o assunto, download gratuito. no capítulo 3, o último a ser publicado, está a explicação para a “mágica da proximidade” nas redes sociais. redes como a web e faceBook não surgem de forma aleatória e são explicadas por um conjunto peculiar de leis. a “primeira” lei das redes diz que, em redes complexas [em oposição às aleatórias, ou random], sempre há distâncias pequenas entre dois pontos quaisquer. em 2011, um grupo de pesquisadores mostrou, usando dados de 721 milhões de usuários, que tinham 68 bilhões de conexões entre eles, que a “distância” entre dois usuários do faceBook é 4.74, correspondente a 3.74 intermediários os dois. o “mundo” de faceBook, em 2011, tinha 3.74 ou, arredondando, 4 graus de separação.

para todos os tipos de redes que “parecem” com faceBook, esta é a propriedade do mundo pequeno. e ela é a primeira lei das redes, no livro que barabási está fazendo online. vá ver. se você não é da área, ou não “gosta” de matemática, não se intimide pelo uso de formalismo [do capítulo 2 em diante]. passe por cima. dá pra entender muita coisa sem entender os detalhes formais. e não deixe de ir até o fim do capítulo um, pelo menos. ao chegar lá, você saberá bem mais sobre redes sociais do que a maioria dos que se acham analistas de redes sociais, por aí…

image

Artigos relacionados

Comentários estão encerrados.