MENU

Escrito por • 17/04/2009

chegou: mac-vírus [em escala]

notícia de hoje na zdNet [em inglês, tradução abaixo]: Malware hunters at Symantec have discovered a direct link between a malicious file embedded in pirated copies of Apple’s iWork 09 software and what appears to be the first Mac OS X botnet launching denial-of-service attacks. 

antes da tradução, vale a pena explicar alguns termos técnicos: malware é a palavra resultante da contração de malicious e software, logo, software malicioso, muito frequentemente presente em um arquivo infectado por algum tipo de vírus, um software que pode criar problemas para seu usuário ou para o computador onde roda; botnet é um conjunto de computadores rodando de forma autônoma e automática, normalmente controlado por software malicioso que se instalou neles de alguma forma e que, quase sempre, se espalha para outros computadores; cada computador de um botnet é um zombie, ou zumbi: um computador controlado por software malicioso e/ou, externamente, por alguém que não é seu usuário, digamos, normal; [distibuted] denial-of-service attacks, ou ataque [distribuído] de negação de serviço é o processo de saturação de um alvo [máquina na rede, site] com um número avassalador de pedidos de serviço, caso em que o site [por exemplo] não consegue responder a ninguém e "cai".

agora, a tradução: especialistas em segurança da informação da symantec descobriram uma ligação direta entre um arquivo infectado embutido em cópias pirata do software iWork 09 da apple e o que parece ser o primeiro botnet capaz de lançar ataques [distribuídos] de negação de serviço a partir de máquinas apple rodando o sistema operacional OS X.

ah, sim… pra entender apropriadamente o texto, falta uma definição: mac OS X é a combinação de hardware e sistema operacional que, segundo [as facções mais xiitas de] applemaníacos, não tem, ou não pega, vírus.

Artigos relacionados

0 Responses to chegou: mac-vírus [em escala]

  1. Paulo disse:

    Apenas uma observação pertinente, malware não é vírus.

  2. Zézinho disse:

    “arquivo infectado por algum tipo de vírus” é, não é vírus ¬¬

  3. João Felipe disse:

    É mais fácil começar a infectar máquinas que “não tem vírus” porque o pessoal não está acostumado a tomar cuidado com eles. E basta que alguém mal intencionado construa, no caso de um pra algum SO unix-like, muito bem feito, um malware qualquer que ele será usado por alguém que começa o espalhamento.