MENU

Escrito por • 15/08/2012

dados móveis: 700 petabytes por mês

a akamai, uma empresa de infraestrutura de rede da qual pouca gente ouve falar, mas que é responsável por boa parte do conteúdo que chega a seu browser em qualquer dispositivo, pois serve cerca de um dos dois e meio bilhões de usuários da internet, acaba de liberar o seu “state of the internet report” vol. 5, núm. 1, correspondente ao primeiro trimestre de 2012.

ao responder por muito do que é transferido entre produtores e consumidores de conteúdo na internet, a akamai está numa posição privilegiada para avaliar o que rola na rede. e ela está dizendo que o tráfego móvel, na web, deve ter passado de 1PB, um petabyte, por hora, logo depois do primeiro trimestre deste ano. “peta”, pra você saber, vem depois de kilo, mega, giga e terabytes. por mês passam pela rede mais de 700 petabytes, agora. 700 milhões de bilhões de bytes por mês. pra comparar, o maior repositório cultural do planeta, a biblioteca do congresso americano, é da ordem de 1/3000 deste volume de dados.

image

pra comparar os grandes números, entramos no espaço-tempo em que a galera do domínio digital, conectado, móvel [cerca de 1 bilhão de pessoas, em grandes números globais] usa, em média, 1MB, ou um milhão de bytes por hora nas redes móveis. parece muito? veja seu consumo de dados, mesmo nos limites brasileiros.

e olhe para a curva acima, pra ver o futuro. parte do crescimento, de 2007 pra cá, se deve ao aumento do número de usuários de banda larga móvel. outra parte tem a ver com o aumento do consumo por usuário. não há sinais de que esta curva vai diminuir a velocidade de crescimento nos próximos anos, pelo menos. imagine o que terá que ser feito pelas nossas teles, daqui pra copa e olimpíadas, para tratar a parte da curva que vai rolar no brasil. não vai ser fácil.

minha aposta é que sozinhas, sem um planejamento e acompanhamento político e regulatório por parte do governo e agências, as operadoras nacionais não chegam lá. não chegaram –sozinhas- em nenhum lugar. por que chegariam, aqui?

o blog comentou este assunto na CBN, neste link. vá ouvir…

Artigos relacionados

Comentários estão encerrados.