MENU

Escrito por • 20/11/2008

doente? tome um computador…

ss-20081120010832-ipill.pnga philips acaba de anunciar uma cápsula, que chama de iPill, dispositivo que parece [e tem o tamanho de] um comprimido normal, só que contém um computador, bateria, sensores, um rádio [para se comunicar com dispositivos externos ao corpo por onde passa], um receptáculo para medicamentos e um mecanismo para liberar o remédio que carrega exatamente onde, no trato digestivo, possa ter o maior resultado e os menores efeitos colaterais.

a idéia é simples, antiga e, ao mesmo tempo, genial. como todas as coisas práticas, tecnológicas ou não. os sensores podem captar uma variedade de condições do corpo, desde a temperatura do local onde estão até a acidez do ambiente ao redor. tais dados podem ser enviados para um sistema de informação externo ao corpo e decisões sofisticadas podem ser tomadas sobre quando e onde liberar a carga de fármacos carregada pelo pequeno viajante.

recentemente, falamos aqui de uma outra cápsula, capaz de, guiada externamente mas com sistema de propulsão próprio, navegar pelo sistema sangüíneo do corpo a velocidades de até 10cm/s. pense na combinação das duas. entregar drogas exatamente onde o organismo precisa delas é muito importante para o tratamento de quase todos os males que nos afligem.

pelo andar da carruagem, o que era visto até agora como o simples ato de "tomar uma pílula" vai começar a implicar em uma relação muito mais íntima, pessoal e profunda com dispositivos computacionais passeando dentro da gente. tomara que eles saibam, de um jeito ou de outro, o que estarão fazendo…

Artigos relacionados

0 Responses to doente? tome um computador…

  1. Bruno disse:

    Imaginem se der bug nessa cápsula? Pode parar remédio errado no lugar errado e a própria cápsula pode parar onde não deve.

    Quem se habilita para testar esse sistema?

    Vamos ter que construir um procedimento misto de teste de sistema com teste de remédios. :S :0
    Temos muito por fazer ainda.

  2. Deco disse:

    Muito legal a ciência usar a tecnologia pra benefício da nossa saúde. Mas você tomaria uma pilula dessa? E você não entrou em detalhes na trajetória de saída dessa tal pilula…

  3. Rafael Silva disse:

    E quando estiver com prisão de ventre comerei uma impressora?

  4. Tiago disse:

    Tudo vai depender da probabilidade.. hoje guando vocë entra em um aviao, existe risco dele cair ir e ir pro beleleu junto com ele, mas nem por isso vc deixa de voar deixa…

    acho que temos que parar com esse conservadorismo e parar de ver soh o lado negativo das novas tecnologias..