MENU

Escrito por • 13/10/2010

facebook domina, blogs e emeio resistem: e depois?

pesquisa muito recente da chadwick martin bailey mostra que, apesar de todos os avanços de mecanismos mais recentes de compartilhamento de informação, emeio ainda é o principal. veja a tabela abaixo, referente aos EUA, separada por idade.

emeio resiste - compartilhamento

até os 24 anos, emeio perde para facebook; até os 34, está bem perto e, a partir daí, passa a ficar longe; entre os maiores de 65 anos, perde de muito. note que esta última é a geração telefone, que o usa duas vezes mais que os que têm até 24 anos e que escreve tres vezes mais cartas [de verdade, em papel] que os mais jovens.

emeio resiste mas a tendência é contra emeio e correio e a favor de mecanismos mais sintéticos de interação. note que os blogs, na tabela acima, pertencem à geração entre 25 e 24 anos, afetando da mesma forma os mais jovens e a geração imediatamente superior, de 35 a 44 anos e são praticamente irrelevantes para todo o resto.

como twitter não parece ser [nem é] competidor de facebook, a pergunta de muitos bilhões de dólares é: quem vai suceder facebook, especialmente para as gerações que têm, hoje, menos de 18 anos? alguma coisa baseada em jogos? uma rede social [por princípio] móvel? a combinação dos dois?

em um post anterior, dissemos que as crianças contemporâneas nasceram num mundo digital, móvel, conectado e programável. em casa, olhando pedro e sua turminha jogarem everybody edits, imagino se não vai ser de cosias como esta que vai sair a próxima experiência em rede, em muito larga escala. clique na imagem abaixo e vá ver o que é.

image

coisas novas e revolucionárias vão aparecer; até porque outras pesquisas mostram que a atividade de criação [de conteúdo] sobre as plataformas sociais atuais começou a se restringir a quem já estava publicando há algum tempo. a porcentagem total de pessoas publicando material não só já estabilizou mas parece estar começando a decrescer, o que você pode ver neste link.

isso -no caso dos blogs, pelo menos- certamente tem a ver com um efeito que este blog [há quase dois anos, em “quem matou a blogosfera?…”] descreveu neste link, discutindo a profissionalização dos blogs e sua absorção pela mídia [clássica]. o resultado é que gigantes como AOL estão pagando a dezenas de milhares de freelancers para gerar conteúdo e tirando, por assim dizer, a novidade e o romantismo do processo criativo na web… pelo menos para uma certa e grande maioria.

por enquanto, emeio resiste e facebook hospeda tanta gente e vale tanto dinheiro, no presente e futuro próximo, que nem vale a pena pensar em ir atrás. blogs como este serão levados em frente pela geração 25-34 e uns outros poucos, nas outras faixas de idade e, cada vez mais certamente, em locais como o terraMagazine. twitter assumiu seu papel como máquina de sincronização do planeta e o faz muito bem e de forma estável; até o fundador já partiu para fazer outra coisa. no futuro…

o que tem que nos levar a perguntar… mas e o futuro? será que poderíamos tentar escrevê-lo –de forma diferente, quão diferente?- a partir do brasil?… quantas boas idéias para empreender há por aí? especialmente para a geração que começa a chegar aos 15 anos? e quanta competência e capacidade de investimento e realização temos por aqui?…

perguntas, perguntas…

enquanto pensa nas possíveis e muitas respostas, estude a imagem abaixo, do global social technographics report da forrester, sobre os papéis de quem participa de processos relacionados a conteúdo na web. e pense: por trás desta demografia, possivelmente em lugares e grupos que não são visíveis neste estudo, há centenas de milhões de pessoas não atendidas. e, seguramente, muitas oportunidades de inovação e empreendedorismo.

Artigos relacionados

0 Responses to facebook domina, blogs e emeio resistem: e depois?

  1. anarfa disse:

    O que é emeio?

  2. Rafael Mantovani disse:

    emeio????… nao entendi.
    voces nao querem dizer email???…

  3. alexandre a moreira disse:

    Engraçado, baseado no link(forrester research) que vc postou sobre o indices declinantes de blogging até parece haver uma certa interligação entre a crise economica mundial nestes paises dominantes.O fato de haver um declíneo de creator e aumento de critics parace até sintomático e diretamente ligado a quem provavelmente perdeu o emprego e tá a fim de desabafar na rede.
    Viajei?

  4. AC disse:

    Quem escre EMEIO certamente não é a pessoa mais indicada à escrever matéria sobre internet e atuais meios de comunicação. Pegar as fontes, citá-las respeitosamente e simplesmente repetir o que os números e os gráficos dizem é fácil… Parece projeto de TCC de colegial…

  5. Cãmis - Pedreira-SP disse:

    Meu Deuss!! EMEIO feio escrever EMAIL assim ein? rss. Não sabia que a palavra já tinha sido “aportuguesada”. rss

  6. H C R disse:

    EMEIO: Com certeza a maior idiotice que já foi escrita. Isso sem falar do resto do texto que não disse nada com nada, não concluiu nada. Parabéns.

    • srlm disse:

      grato pelo seu gentil comentário. para você e todos os outros que estão reclamando da GRAFIA… por favor leiam ESTE LINK… http://bit.ly/9LbOx1, onde eu explico [como se preciso fosse… mas não é] o estilo deste blog.

      abs,

      s

  7. Igmar Dornelas disse:

    Francamente….

    Tem gente que não sabe aproveitar a vida e o que ela nos oferecer todos os dias…Dia a Dia, Bit a Bit….

    Aproveitem o conteudo, se estão preocupado com tamanho de fonte, tamanho de letra, espaco entre linhas etc… vão procurar na ABL….

    Quem não aproveita, fica procurando chifre em cavalo !

    Silvio, acho que vc deveria abusar mais nas expressoes do nosso dialeto pernambuques !…. não qualquer arua que vai entender… Vc é Tampa !

    Para satisfazer esse intelectuais, criar Glossario e indice remissível … Fala Serio !

  8. Lucas Defoe disse:

    Devem ter escrito emeio de sacanagem, só pode ser.
    Eu não acredito que tenha tanta estupidez em escrever desse forma.
    A forma traduzida em portugues é e-correio.

  9. Mário disse:

    Desisto, impossível ler a coluna desse cara, português todo errado. Cara não sabe escrever e fica colocando desculpa que é pra escrever moderno, dá licença.

  10. Valcir L. Prochnow disse:

    Não é possível cometer tantos erros de português em curto texto assim. É uma total agressão a nossa língua. E cadê a letra maiúscula em início de frase? Não existe mais regra?
    O que pode ser aproveitado é o percentual apresentado das diferentes formas de estabelecer comunicação. Ainda bem que veio pronto!
    No mais, para nós existe o correio eletrônico, caso alguém não queira dizer e-mail.

  11. Fernando disse:

    O mais engraçado é o pessoal não ter entendido o neologismo que o Silvio usou.

    Gente, o Silvio fala muito bem o inglês. Ele usou essa expressão “emeio” como informalidade mesmo, pesquisem sobre quem vocês estão tentando corrigir para aí sim entender suas colocações.

    • srlm disse:

      fernando, grato; a ideia foi mesmo traduzir email para emeio; todo mundo sabe o que é email e, como quase todo mundo pronuncia emeio… une-se o útil ao agradável, do ponto de vista de pronúncia.

      afinal de contas, a pronúncia correta, em português, de “email”… não é “emeio”… é preciso fazer uma transposição. e foi o que fiz, e já nem me lembro mais quando comecei a usar este formato… certamente já o usava em 2004 [o link vivo mais antigo que localizei é… http://creta.cesar.org.br/opencms/opencms/meira_site/principal?article=/meira_site/principal/editores/artigos/PAG00000289%5D mas vem de antes, bem antes, talvez do fim da década passada.

      grato pelo entendimento, abs

      s

  12. Adriano disse:

    Sem desculpas para tal erro. O cara tentou fazer graça e acabou fazendo besteira. Se for assim, começarei a escrever sítio ao invés de site. Não existe informalidade no meio jornalístico. Apenas é necessário escrever de forma clara para que o leitor entenda. Isso que não estamos contando os erros absurdos de português e digitação.

    • srlm disse:

      adriano… isso aqui NÃO faz parte do “meio jornalístico”; por acaso, é “só” um blog, e ainda mais por acaso, o meu, sem qualquer brigação de cumprir a norma culta da escrita em português. para você e todos os outros que estão reclamando da GRAFIA… por favor leiam ESTE LINK… http://bit.ly/9LbOx1, onde eu explico [como se preciso fosse… mas não é] o estilo deste blog.

      grande abraço a todos.

      s

  13. Danilo disse:

    Silvio,
    Parabéns por mais essa matéria. Uma pena tantos indicados a ABL terem se incomodado com seu português, enquanto o que está em questão e acredito ser o tema central são as OPORTUNIDADES que este novo cenário nos trazem.

    • srlm disse:

      massa, danilo; acho que vou fazer uma seleção dos melhores [!] comentaristas-acadêmicos aqui do blog, juntamente com exemplos de suas obras primas e… sugeri-los como candidatos à ABL nas próximas eleições…

      abs,

      s

  14. S, Sinceramente, não responde pra esses caras. Quem é estupido o suficiente pra corrigir letras maiusculas ou “emeio” no TEU blog não merece ser levado em consideração.
    Um abraço!
    http://twitter.com/quantaprojetos

  15. Gino Piccolo disse:

    Fala sério hein… por isso temos hoje a geração to “tá pronto”… ninguém tá nem aí pra saber o porquê das coisas, ou descobrir, ou procurar… todos querem tudo pronto… eu confesso que qdo li a primeira vez este blog achei estranha a grafia, mas fui procurar e vi o post explicativo… desde então me abstraí da grafia, regras gramaticais e blá blá blá e me foquei no conteúdo, que por sinal, para quem gosta de tecnologia e informática, é muuuuito rico e inteligente… parabéns Silvio.

  16. Sei que está havendo um boom de Vlogs agora no Brasil. Seria ótimo saber a opinião do Silvio sobre isso. Temos a tendência de tornar sucesso com um certo atraso as tendências dos países de primeiro mundo, falo isso pensando no caso do humor Stand up, os social games e celulares “”””””3g”””””” [ com todas as aspas possíveis] mas devem haver mais exemplos.

    Abç !

  17. Paulo disse:

    Oi Silvio,
    Acompanho seu blog a um tempo, e pelo que me lembro vc uma vez justificou o “emeio” como uma generalizacao do email, como se fosse “eletronic meio” ou “meio eletronico” (esses dois sao interpretacao minha) que independeria de ser e-mail, facebook ou qq outra tecnologia que viesse a substituir o email. Se minha interpretacao estiver correta, o uso do emeio aqui fica realmente errada, o que realmente nao importa, jah que a mensagem foi passada de forma correta da mesma maneira, alem dos outros argumentos citados anteriormente!!=o) Soh escrevi o comentario mesmo pra confirmar essa minha interpretacao.

    Ps. Cara, como você é paciente respondendo a alguns comentarios. Meus parabéns e obrigado pelo otimo blog!!