MENU

Escrito por • 25/01/2013

google: vendas de US$1 trilhão?

Não é de hoje que google resolveu organizar toda a informação do mundo. o blog falou disso neste link, comparando as estratégias de google e faceBook [cujo negócio é conectar todas as pessoas, fontes de parte da informação]. um passo lógico, se você organiza informação, sabe onde ela está e como capturar, processar e, principalmente, pra que processar, é usar informação. pra tudo.

imagena entrevista de larry page à wired há sinais de que google mudou a estratégia de longo prazo para, baseado em informação, atacar problemas que ninguém resolveu ou está tentando resolver. como carros que “se” dirigem, sem intervenção humana. um negócio de trilhões de dólares? pode ser, quem sabe? vai mudar mundos, como reduzir acidentes em 90%, por exemplo? bem capaz. se google começar a atacar os tais problemas “danados” que ninguém está atacando e conseguir resolver alguns, poderá ser 10, 20 ou mais vezes maior que é hoje. um trilhão de dólares de faturamento. duas exxon, ou cinco wal-mart, ou mais de seis apple. em serviços, e não em produtos.

isso não vai ser fácil e talvez vá gerar muito mais conflitos do que os que já existem. se você organiza e usa toda a informação do mundo e tem 1 ou 10% das buscas… é uma coisa. se são mais de 88% na inglaterra, 67% nos EUA [em partes do mercado móvel, mais de 93%]… muita gente vai lhe tratar como um monopólio, inclusive os reguladores. como mostram as histórias da IBM [13 anos de confusão e um processo de mais de 100 mil páginas] e microsoft, lutar contra um processo anti-monopolista, tanto na europa como nos EUA, consome muita energia de qualquer negócio e pode custar muito, em foco, recursos, gente, tudo… à empresa. há quem debite a “década perdida” da microsoft aos efeitos do processo [que durou de 1998 a 2004]. ou não: leia este link e reflita.

voltando a google, a empresa certamente não está perdendo tempo, quanto mais uma década inteira e, se conseguir mesmo resolver, com sucesso e em escala, uns problemas “danados” [não é preciso muitos…] que afetam a vida de muitos, em todo mundo, pode ser que venha do setor de TICs a primeira empresa a faturar US$1 trilhão por ano.

se você não trabalha lá… enquanto espera, venda suas ações da apple.

 

image

Artigos relacionados

Comentários estão encerrados.