MENU

Escrito por • 01/10/2008

hilbert, darpa, matemática e o cérebro

darpa_50th_logo.jpga darpa é a agência americana encarregada, há 50 anos, de pensar o futuro e criar as tecnologias que os [militares] americanos precisam. ou acham que vão precisar. e que, em alguns casos, se transformam em utilidade para todo o mundo. duas? a internet e GPS. próxima da lista? veículos completamente autônomos em tráfego urbano, talvez.

como tem que pensar no longo prazo [coisa que falta, quase sempre, à periferia], vez por outra os problemas que trata parecem não fazer nenhum sentido. muito menos quando se pensa na prática, no mundo real. mas talvez a gente deva lembrar que a internet, cujos fundamentos são dos anos 60, não fazia o menor sentido lá na partida. e não conseguiríamos mais viver sem ela, hoje.

certamente inspirada em uma das mais famosas listas de problemas de matemática de todos os tempos, enunciada por david hilbert em 1900, a darpa lançou uma relação do que considera os grandes problemas para os quais a matemática [e computação, e ciência] deveria encontrar uma solução daqui pra frente. os "novos" problemas são 23, o mesmo número de hilbert, e por sinal o dia, num janeiro de 1862, em que nasceu o grande matemático alemão. matemática cabalística, talvez, ou um búzio virtual para atrair boa sorte pra nova busca.

o primeiro problema da lista não é trivial: develop a mathematical theory to build a functional model of the brain that is thought-helmet-military-usa1.jpgmathematically consistent and predictive rather than merely biologically inspired. ou seja: desenvolver uma teoria matemática que leve à construção de um modelo do cérebro [humano] que seja matematicamente consistente e preditivo, ao invés de meramente inspirado em biologia. pode esperar um monte de ação ao redor deste tema, até porque "investigar", para a darpa, significa "investir". e, normalmente, muito.

o segundo problema não é menos complexo… develop the high-dimensional mathematics needed to accurately model and predict behavior in large-scale distributed networks that evolve over time occurring in communication, biology and the social sciences. ou desenvolver a matemática de alta ordem necessária para modelar e prever o comportamento de redes distribuidas que evoluem com o tempo e que ocorrem, naturalmente, em comunicação, biologia e ciências sociais.

desafios como estes, propostos pela darpa e por hilbert, são fundamentais para o avanço da ciência. lá atrás, kurt gödel mostrou que o segundo problema de hilbert [é possível provar a consistência dos axiomas da lógica?] tem resposta negativa, ou seja, que qualquer sistema lógico minimamente interessante não pode ser provado consistente, e muito menos provado consistente dentro do próprio sistema. e isso foi o fim do sonho de hilbert de criar uma matemática completa e consistente.

o primeiro problema da darpa, se resolvido a contento, nos daria a possibilidade de… escrever cérebros, pelo menos em tese. dado um modelo "matemático", ou formal, do funcionamento do cérebro, poderíamos escrever um simulador de tal modelo teórico em software [ou o próprio modelo poderia ser descrito, de forma razoavelmente abstrata, em software] e ter, a nosso serviço, cérebros abstratos. possibilidades incríveis se abririam a partir daí. basta pensar um pouco, usando o seu… cérebro concreto.

o problema é que, lá no enunciado, está a mesma palavrinha chata usada por hilbert há cento e tantos anos: consistência. talvez, de novo, não dê pra chegar lá. mas mesmo assim vamos tentar. alguma coisa vamos conseguir, talvez mostrar que o cérebro não é passível de uma descrição matemática consistente. o que já terá sido, se ocorrer, um grande resultado.

Artigos relacionados

0 Responses to hilbert, darpa, matemática e o cérebro

  1. Nelson disse:

    Ler depois

  2. Ricardo Lobo disse:

    É isso aí! Precisam criar um cérebro artificial para governar os EUA, haja vista o desastre do presidente “sem-cérebro” Baby Bush.Ficará ainda pior na versão feminina de Mrs. Palin.

  3. Filipe Lima disse:

    Se o ser humano ainda não conseguiu ter controle sobre seu próprio cérebro, como fará isso com um criado por ele também ? Isso se for possível, pois a variáveis seriam tão grandes e imprevisíveis que seria melhor deixar pra lá.

  4. Drupadix disse:

    Temos alguns problemas para tentar montar um modelo computacional para o funcionamento do cerebro;
    1-) nao conhecemos o cerebro em 100% ( ainda)
    2-) nao temos linguagem ( ainda)
    3-) nao temos hardware ( ainda)
    quem sabe num futuro proximo, daqui ha uns 200, 300 anos

  5. Sabrine disse:

    É um absurdo, por isso a potência do mundo ta quebrando, é tanto dinheiro jogado fora com tantas pequisas idiotas.

    Gente vão trabalhar, cuidar da educação, da saúde e da crise financeira.
    USA é decepcionate!

  6. Erick disse:

    O livro “O Erro de Descartes” de Antonio Damasio mostra que a chave para a consciencia sao os sentimentos e a integracao entre o corpo e o ambiente. E cita como exemplos individuos com danos no cérebro quepodem resolver equacoes matemáticas, mas ñ conseguem tomar decisoes triviaias (q cor de camisa usar ?).

  7. elias disse:

    Graças a Deus os estados unidos vão quebrar o galho do lulla babá no próximo reinado!Espero que em 2.014 já estejam disponí veis cérebros artificiais novos!!!E se não for pedir demais, uns vários milhões para nossos eleitores!!!

  8. Juliano M. alecrim disse:

    Acredito que isso seja possível, acredito que como todos os outros orgãos, podemos ter um melhor conhecimento sobre o cérebro.

  9. Miguel disse:

    VÃO TODOS TOMAR NO CÚ…
    HEHHEHE

  10. luiz disse:

    Isto é para todos os babacas deste forum.
    Todo mundo indistintamente se beneficiou das loucuras consumistas proporcionadas pela economia americana.O babaao do Lula não tem a menor idéia que o Brasil foi um dos maiores beneficiados do “boom”mundial cujo centro é os Estados Unidos.
    Tenho vontade de vomitar quando os bucéfalos imbecís tem a coragem de fazerem comentários a rspeito.

  11. Danilo Benites disse:

    Se o hardware fosse criado, sendo criado um sistema de transferencia de informações de um cérebro biologico para um sintético, com um computador muito poderoso, poderíamos quase prever o futuro! hahaha

  12. Anderson Geison Borges disse:

    Americanos criaram a internet assim como o avião antes de todo mundo.

    Baboseira. quem criou a internet foi o CERN (http://public.web.cern.ch/public/), na europa.

    Americanos como sempre copiaram e venderam a idéia de que era deles.

  13. Andre disse:

    QUEREMOS A CURA DA AIDS, DO CANCÊR, DAS DOENÇAS AINDA SEM CURA, DA FOME, DA PAZ, DO DESEMPREGO, DA DESIGUALDADE…

  14. nanceli disse:

    concordo com a nossa colega sabrine, o mundo tem tantos problemas,um deles é a fome, pra resolver e esse povo ainda fica perdendo tempo com conversinhas de criar cerebro…de que adianta tanta evolução da ciencia se pra todo lugar que olhamos so vemos violencia e destruição..o ser humano tem é que evoluir seu interior,sua alma,isso é que tem que se tornar melhor…

  15. Leandro disse:

    gostaria de agradecer ao Silvio Meira por este excelente post.

  16. Prof. Silvio,

    Gostei muito do post e tambem a complexidade dado para os desenvolvedores e pesquisadores do A.I. / CS / CogSci / etc sobre o problema. Ontem eu falei com um cara no escritorio quem era bio-quimico 10 anos atras. Ele me falou sobre o grande problema de entender o comportamento da proteina + DNA dentro de UM celulo soh. Falando sobre como a proteina se vai construir dependendo do DNA e que, em varios condicoes, a celula se desenvolve um comportamento que deixa ele sem restricao de multiplicar (tumor) e que em outros casos, a celula tambem desenvolve comportamento de “viajar” (malign cancer). Pensando nisso, que um time de pesquisadores de 8 andares de um instituto esta fazendo 4 anos seguidos da pesquisa para entender o que rola exatamento DENTRO de um celula… imagina o que isso significa sobre a complexidade de um cerebro de 100 billion neurons (cerebro) e como vai ficar um grande misterio entender este espaco.

  17. Indivíduo disse:

    É impressionante a inteligência das pessoas que comentaram nesse post, em especial para Sabrine. Parabéns querida!

  18. Yuri disse:

    “Como tem que pensar no longo prazo [coisa que falta, quase sempre, à periferia], vez por outra os problemas que trata parecem não fazer nenhum sentido.” — Parenteses perfeito… Vide comentários…

  19. Keeb or Die disse:

    A internet foi Criada pelo CERN e não pela DARPA

  20. Miguel Molina disse:

    Prezado Prof. Silvio Meira,

    Artigo muito bem escrito, explicativo e “consistente”.

    Já estou acessando alguns dos seus links.

    Parabens !!

    Um abraço,

    Miguel Molina

  21. Anderson Geison Borges e Keeb or Die, vocês confundiram a Internet com a WWW. A Internet é muito mais que a web (ex. e-mail, ftp, news) e já existiam diversos protocolos antes do http.

  22. rolexfake disse:

    Excellent reproduction Arsenalmerchandise sells at resonable price.The Real Madrid merchandise with high quality and exclusive design.Choose one amazing of
    England Premier League merchandise to highlight your life style.

  23. rolexfake disse:

    Till now, replica rolex daytona well-known all over the world.With a large selection of rolex daytona replicaand a low price on every model, watchwax.com is the best place to shop for Luxury Rolex watches.

  24. rolexfake disse:

    We are rolex oyster perpetual experts selling only the finest, top level condition, and preowned men’s and ladies’ rolex oyster perpetual datejust, used Rolex watches, unused Rolex watches and new Rolex watches on the market. Our top priority is to provide every customer with the highest quality Rolex watch at the lowest price available. Browse our wide selection of Rolexes for sale.