MENU

Escrito por • 16/12/2009

mobilidade: as previsões

a próxima fronteira do uso de nossa capacidade pessoal e móvel de comunicação, comunicação e controle [C3] são as aplicações que podem funcionar no celular ou serem acionadas por ele. tal mercado de mobilidade vai de sistemas baseados em localização a aplicações baseadas em comunicação a curta distância e pagamentos móveis.

este blog publicou uma longa série sobre o assunto entre os dias 21 de novembro e 11 de dezembro de 2009 e este material está reunido em um texto integral que está neste link e que, de quebra, o conjunto inclui dois textos recentes sobre a tramitação do PL29 e o mercado de convergência digital no brasil.

image

o PL29 [quando -ou se- virar lei] pode ser um dos condicionantes de tudo o que pode acontecer -ou não- no seu celular, porque interfere [ou vai interferir] em tudo o que tenha a ver com conteúdo, mídia e rede. talvez valha a pena ler sobre o PL29 para você mesmo fazer suas previsões -fixas ou móveis- para 2012.

pegue o pdf. boa leitura. e faça suas próprias previsões. e vá atrás delas.

Artigos relacionados

2 Responses to mobilidade: as previsões

  1. PAULO NASC disse:

    OK Professor Meira; o decálogo sobre MOBILIDADE está sob nossa guarda para conferência e aferição em 2012. Um trabalho exemplarmente didático de compilação em fontes normalmente fora do alcance de interessados sem a sua expertise. Quanto a essas bestas quadradas que implicam com a forma inovadora de comunicação usada, cabe o ditado árabe: “Os cães ladram e a caravana passa.” Simples. Abraço Paulo Nasc. BH MG.

  2. flex celular ou celular jason burn?

    Gente com microfone vendendo passagem aérea no largo da concórdia em sp pode ser o reflexo atrasado do fenômenos como os pré-pago, ou seja, o tesouro está no fim do arco-iris.

    Precisamos avançar +.

    compramos 4 ou cinco chips e um celular com apenas 1 slot para chip.
    ao inserirmos um chip, o celular “chupa-cabra” armazena todos os dados do chip.
    o processo se repete com outros chips de outras operadoras.
    o resultado é que teremos um “flag” de chips/operadoras e ao fazermos uma ligação o celular se encarrega de sempre linkar dois ou mais celulares(teleconferencia) de mesma operadora fazendo uso de tarifas justas e acabando com essa onde de propaganda enganosa mantida pelas operadoras:

    de quebra, teremos motivação para a espansão da mobilidade digital.

    ———————————————–

    Sugestão de leitura
    A Riqueza na Base

    Um dos mais influentes pensadores de negócios, Prahalad relança seu clássico.
    Confira nossas indicações.

    O indiano C. K. Prahalad é considerado o mais influente pensador do mundo dos negócios. Embora faça parte da elite intelectual – é doutor em administração por Harvard e professor titular de estratégia corporativa na Universidade de Michigan – Pralahad desenvolveu um olhar diferenciado em relação ao panorama dos negócios.

    Ele acredita que as empresas ainda não se deram conta do potencial de consumo da população que ocupa a base da pirâmide – mais de quatro bilhões pessoas que vivem com cerca de cinco dólares por dia. Embora possam ser consumidores em potencial, muitas vezes são ignorados pelo mercado por se situarem nas classes menos favorecidas.

    E mais: o setor privado pode mudar esse quadro e contribuir com a diminuição da pobreza global sem deixar de ter lucro. Para isso, precisa apenas desenvolver produtos e serviços acessíveis às camadas mais carentes da população.

    Cinco anos depois do lançamento de A riqueza na base da pirâmide, Prahalad faz um balanço do que ocorreu no mundo nesse período na nova edição da obra. Utilizando uma série de exemplos de empresas que tiveram sucesso vendendo e prestando serviços para as camadas mais pobres – inclusive as brasileiras Casas Bahia, Habibs e Bradesco, o autor mostra como o capitalismo pode melhorar a vida das pessoas e gerar emprego, renda e lucro.

    A nova edição traz uma análise dos progressos alcançados desde 2004, depoimentos de CEOs que implantaram projetos concebidos a partir dos conceitos de A riqueza na base da pirâmide e atualização de todos os estudos de caso apresentados na primeira edição. Traz, ainda, um DVD legendado em português com casos de empresas do mundo inteiro.

    • A riqueza na base da pirâmide: erradicando a pobreza com o lucro
    • Editora: Artmed
    • Autor: C.K. PRAHALAD
    • Ano: 2009
    • Número de páginas: 408