MENU

Escrito por • 28/02/2013

n tweets sobre inovação: 8/10

O blog está publicando uma seleção comentada de tweets de @srlm sobre inovação e criatividade, empreendedorismo, novos negócios, coisas que nós deveríamos ter em muito maior escala e impacto por aqui. a lista de todos os posts já publicados está neste link. abaixo, o de hoje.

30.05.12: em alfa, o blog da #IKEWAI: bit.ly/JNCpxK [texto novo de @srlm, lá: As três hélices da inovação –que são cinco, afinal]

o blog da IKEWAI –rede de business designers sediada no porto digital, em recife- fala de criatividade, inovação e empreendedorismo. o texto mencionado no tweetAs três hélices da inovação –que são cinco, afinal- está neste link.
é de lá que vem a figura , cujo entendimento é essencial para quem quer inovar
[e quem sabe, a partir daí, empreender]. a ideia por trás da imagem [que está justificada no link acima] é que os processos de inovação dependem das competências e ações de múltiplos atores, representados no desenho.

image

um dos maiores obstáculos à inovação é achar que se trata de um problema simples. não é. e a imagem acima [que está dentro de um certo contexto], apesar de estender a gama de agentes que têm que se articular para que os processos de inovação estejam em movimento, é limitada. pois além de governo [o grande design político e estratégico, as regras nacionais para inovar, os recursos para educação e resultados pré-competitivos, fundos de alto risco…], academia
[educação e resultados de ciência e tecnologia], indústria [solução de problemas, no mercado], usuários [que têm os problemas e a renda para remunerar as soluções] e investidores [que investem seu tempo e arriscam seus recursos na criação de novos serviços, produtos e negócios], está faltando o empreendedor, que é o agente essencial na mudança de comportamento de fornecedores e consumidores de qualquer coisa, no mercado.

e se a gente quisesse ser precioso poderia dizer que, além de usuários [que demandam e consomem soluções] há também os clientes [que efetivamente pagam por elas]. num bom número de vezes, os dois papéis estão reunidos no mesmo ator. mas, em muitas outras vezes… tal não é o caso.

vá ler o texto que está aqui. depois desenhe sua articulação para inovar, citando todos os agentes que devem participar para que o processo dê certo, especificando todas as interações entre eles, se possível na ordem em que têm que acontecer [se é que há uma]. achou que era simples? não é não. e volto a dizer que um dos maiores problemas para inovação, em qualquer lugar, é a galera que cuida do assunto achar que se trata de um problema simples e que só desorganizar alguma coisa que está funcionando [mal?…] vai criar, quase que necessariamente, algo melhor. também há quem diga que é só criar uma caixinha [na organização] pra pensar fora da caixa e aí tudo de bom começa a acontecer.
eu, sinceramente, duvido.

Artigos relacionados

Comentários estão encerrados.