MENU

Escrito por • 14/10/2013

novos negócios inovadores de crescimento empreendedor no brasil

Um livro não é um texto que se escreve, mas uma história que se inventa. e o “se inventa”, aqui, quase quer dizer que um livro é sua própria invenção, algo quase vivo, que toma conta do autor por muito tempo. nos últimos quase três anos, a partir de janeiro de 2011, um livro invadiu minha vida, primeiro como rascunhos publicados neste blog [27 textos neste link], resultado de uma palestra para o sebrae nacional em plenas férias de janeiro de 2011 [neste link]. de lá pra cá, o processo de transformar um monte de ideias desordenadas num texto que pudesse ser chamado de “livro” consumiu milhares de horas de trabalho. na minha conta, umas três mil, pelo menos, incluindo mil horas de trabalho no frio do inverno de cambridge, EUA, onde quase me exilei por alguns meses, incluindo o carnaval de 2013, experiência que também serviu para me lembrar [mais uma vez] que nada justifica um carnaval perdido [a menos que um livro tenha invadido sua vida].

image

novos negócios [inovadores de crescimento empreendedor] no brasil, o livro, ficou pronto. a capa está na imagem acima. aliás, ficou pronto é forma de dizer; lá no livro, eu digo que o primeiro beta do livro está sendo publicado agora, e é isso mesmo que está rolando. o tema do livro está resumido no título, que poderia ser só novos negócios no brasil, mas acabou ganhando um “intertítulo” [e não, como é comum, um subtítulo…] pra que, bem na capa, o livro já chegasse se apresentando: o título é o resumo do que o livro discute, os problemas do ciclo de vida de novos negócios inovadores de crescimento empreendedor no brasil.

os “novos negócios” não precisam ser novos no sentido de um novo CNPJ, novos no sentido de se criar uma nova empresa; um novo negócio pode ser algo que rola numa empresa existente, como um novo produto ou serviço. mas pode ser novo, mesmo, no sentido de estar começando agora, do zere, com você  desenhando a primeira versão do que vai ser sua proposta de valor para o mercado. já a noção de “inovadores de crescimento empreendedor” descreve negócios [ou produtos, ou serviços] que mudam comportamentos [inovação é a mudança do comportamento de agentes, nos mercados, como fornecedores e consumidores de produtos e {ou} serviços] e que crescem num ritmo bem maior do que o mercado em que estão: o papel do empreendedor, no processo de crescimento do negócio, é este: fazer seu negócio crescer muito mais rápido do que o mercado. e o livro está situado aqui, no brasil, no nosso contexto e seus muitos problemas –e oportunidades.

o livro que se inventou nos meus teclados nos últimos anos não é um livro normal, pois atende ao  “padrão” dos textos sobre inovação e empreendedorismo que vêm sendo publicados por aqui nos últimos muitos anos. nada “cases” que poderiam ser usados na sua iniciativa [que tal replicar a estratégia de inovação da apple no seu novo negócio? difícil, não?…], nada de perguntas fáceis e respostas simples, nada de tabelas e formulários do que fazer para seu negócio dar certo de uma hora para outra. cada uma destas facetas [às vezes bem tratadas em outros textos] pode até ser útil aqui ou ali, mas novos negócios no brasil tenta questionar, e radicalmente, quais são os reais problemas [e as potenciais soluções] que aparecem quando se tenta criar novos negócios inovadores de crescimento empreendedor no brasil. ou porque não se tenta criar muito mais destes negócios no brasil e vivemos de certo empreendedorismo indigente, de micro e pequenas empresas que parecem não ter a menor chance de se tornarem, um dia, grandes, por aqui. e a partir daqui para o mundo.

tratando um bom número [mas nem perto de todos] dos problemas associados ao ciclo de vida de novos negócios inovadores de crescimento empreendedor, o livro tenta mostrar que é preciso estabelecer uma visão mais ampla sobre os processos de criação de negócios no brasil, olhando para o empreendedor como um agente de mudança que faz, necessariamente, parte de uma rede onde estão investidores e uma miríade de outros agentes, rede esta que se sustenta [quando se sustenta, nos melhores lugares para se empreender] em pontos de apoio que dependem, muito, de políticas públicas e de todo um contexto, formal e informal, que leva à criação de oportunidades para criação de novos negócios [inovadores de crescimento empreendedor]. o que o livro quer mostrar é que é possível fazer estes negócios se darem no brasil, com uma frequência muito maior do que os vemos por aqui e que, para isso, é preciso pensar em termos de mundo, de negócios globais, mesmo que executados localmente e para o local onde se encontram.

se tudo der certo, algumas pessoas vão ler e refletir sobre o texto e algumas delas vão empreender ou talvez mudem sua visão e forma de empreender no brasil. se der ainda mais certo, o livro passará a ideia de que micro e pequenas, no caso das empresas, são estágios iniciais de um processo de crescimento, e não um destino, que é o que muita gente, hoje, acredita. se der certo mesmo, o livro será usado nas escolas [do médio à pós] para estudar quão complexo é criar novos negócios em qualquer lugar, em especial no brasil. é isso que eu já estou fazendo na UFPE, no centro de informática, e que espero que se espalhe. mas o impacto mais esperado do texto é entre os que estão empreendendo ou estão pensando muito a sério em fazê-lo: se o texto os fizer [re]pensar… sobre uma vertente ou problema, que seja, dos seus negócios, de outra forma [que certamente, quase, não estará no livro…], todo o esforço que foi feito, por mim e muita gente mais, da galera da ilustração à edição, revisão, publicação… terá valido a pena.

o livro não se fez fácil para ser lido, pois o assunto não é fácil de ser estudado, nem de ser apreendido; para realizar seu potencial, apreendimento, ou aprender ao mesmo tempo em que se empreende, é essencial. inovação e empreendedorismo são coisas que –assim como criar novos negócios, produtos e serviços- se aprende fazendo. foi pensando nos tantos que tentam criar novos negócios [inovadores de crescimento empreendedor] no brasil que o livro foi criado. a versão beta tá na rua [veja onde neste link], em papel, e as versões digitais estão a caminho. e o lançamento nacional é hoje, segunda, às 17h, no portoMídia, rua do apolo 181, no recife. sinta-se convidado. e até lá. e boa leitura [a começar por parte da capa, abaixo, apresentando o autor e o livro…].

image

Artigos relacionados

Comentários estão encerrados.