MENU

Escrito por • 29/04/2009

o blog, o conteúdo e o estilo

este blog, como quem passa por aqui vez por outra sabe, não tem paciência para usar a tecla “shift”. depois de ponto, nada de maiúsculas, por exemplo. e nomes próprios quase nunca ganham uma capital no princípio; daí que vez por outra brasil aparece com um “b” ao invés de “B”. questão de estilo, diriam uns, inclusive o autor. alguns outros, membros da patrulha ortográfica da língua portuguesa, ficam possessos: ao invés de ler o blog, que trata de tecnologias da informação e comunicação [TICs: algumas siglas aparecem em capitais] e seu impacto na sociedade, os patrulheiros se dirigem direto pros comentários e detonam o autor em gênero, número e grau.

pura perda de tempo: meu contrato com o terraMagazine [com “M” bem no meio] não me sujeita a um manual de estilo que o terra [e o magazine], por sinal, não publicou. escrevo o que quero, quase quando, e certamente como quero. quem quiser ler português perfeito, casto, última flor do lácio inculta e bela… deve procurar outro endereço, que é o que não falta na rede brasileira, com tantos e cultos autores publicando tanta coisa boa todo dia.

se o blog não tá nem aí pra [falta de] regras e pros comentários sobre seu relaxamento, o que é mesmo que este texto está fazendo aqui? ah, bem: o texto de ontem era sobre alpha [com ph mesmo…], a máquina de respostas da wolfram research; mas boa parte dos comentários [como sempre, quando um assunto qualquer chama atenção] era sobre a tecla “shift” [e não, deve-se observar, sobre “caixa-alta”…]. como sempre, este tipo e nível de comentário não mereceria  nenhuma resposta, mas aí a antonia berlotto, pelo fim da tarde, escreveu:

Silvio Meira:

Vou te fazer uma pergunta e quero resposta: Há mais de um ano quem entra aqui sabe que vc escreve com minúsculas; um direito seu, cada um escreve como quiser, ninguém é obrigado a ler. Entra quem quer, lê até o final quem quer. Quem não quer, ou não entrra ou muda a página na primeira linha. Quem se move pra te escrever é movido por alguma coisa; ciúme, ódio, ressentimento… Quem entra e escreve comentário, um ano depois de vc escrever com minúsculas, é óbvio que é algum desafeto ou ex-namorada movido(a) por algo negativo, baixo, mesquinho. A pergunta, portanto, é:  porque você, que tem como mediar, não nos poupa dessas mediocridades no seu ótimo, híper interessante blog. Porque eu tenho que ler aqui estas manifestações da miséria humana? Busco os comentários como complemento do debate, não há como saltá-los salvo uma linha depois -que faço- mas, por favor, nos poupe. E responda-me.

Comentário por Antonia Berlotto — 28.04.09 @ 18:13

como o comentário de antonia já está mesmo publicado, não pedi sua licença para copiá-lo aqui; é apenas a mesma coisa do texto anterior, no seguinte. e a pergunta é importante e merece resposta: por que este blog não media os comentários e deleta a irrelevância?…

antonia, eu acho que a resposta é simples e tem duas razões básicas. primeiro, por tolerância: tá cheio de gente sem espaço para se expressar e os comentários, em qualquer blog que tenha um mínimo de audiência, são um lugar precioso. servem como terapia pra uma galera que passa aqui uma vez, desfia um rosário de impropérios contra o autor, vai embora e não volta nunca mais. o efeito desta turma é nulo, até porque não consegue organizar uma campanha pelo “bom” português na web, que tenha como ícone [por exemplo] a retirada deste blog do terraMagazine. até que seria interessante uma tentativa destas, pra gente ver no que ia dar.

a segunda razão é educacional e também tem a ver com tolerância: estamos em tempos de formação de novos mecanismos de expressão, incluindo a [re]criação da língua, da escrita e dela na rede. e isso não começou a acontecer na internet, pois no latim antigo já se distinguiam o sermo quotidianus [língua do dia-a-dia], sermo urbanus [citadina], sermo plebeius [popular, em oposição aos patrícios]… ou seja, tantas línguas quantos fossem os grupos sociais, ocupações maiores, distribuição geográfica e por aí vai. a língua “ideal”, referendada pela academia, nunca passou de… um ideal.

claro que este blog não está propondo uma revisão do português e o fim das maiúsculas. mas nada o impede de usar seu próprio estilo, e isto envolve uma certa tolerância, por parte de quem lê, pois tem que sair do seu modo usual de percepção de texto e varrer a página com mais atenção, pelo menos nas primeiras vezes. afinal de contas, onde foi mesmo que o autor colocou o ponto?…

talvez haja uma terceira razão, subliminar, que é afastar um certo tipo de audiência potencial: quem não tolera o estilo vem aqui uma vez, quase que por engano, esculhamba geral e, se tudo correr bem e nossas preces forem atendidas, não volta nunca mais. amen.

curiosamente, boa parte das pessoas que reclama da ausência de maiúsculas não parece perceber que, no passado distante, o latim só tinha letras capitais e todas as palavras [em muitos contextos] eram separadas por um “ponto”. o estágio onde ainda temos pontos e maiúsculas talvez seja apenas um ponto intermediário no caminho das minúsculas sem nenhuma pontuação [ou acento]. já pensou? talvez não, mas não leve muito a sério, pois pode ser apenas outra provocação.

abaixo, uma das mais antigas inscrições latinas de que se tem notícia [séc. V a.c.?], encontrada no lapis niger, em roma. pra quem gosta de maiúsculas, boa leitura. e até a próxima…

lapis niger

[PS, 2015: note que as anotações para o alfabeto latino corrente estão todas em minúsculas…]

Artigos relacionados

0 Responses to o blog, o conteúdo e o estilo

  1. srlm disse:

    Devido a um erro desconhecido no sistema, este post teve de ser publicado novamente. Por isso, copiamos e republicamos abaixo, ipsis literis, os comentários deixados na mensagem original.

    Equipe Terra Magazine

  2. srlm disse:

    Devido a um erro desconhecido no sistema, este post teve de ser publicado novamente. Por isso, copiamos e republicamos abaixo, ipsis literis, os comentários deixados na mensagem original.

    Equipe Terra Magazine

  3. Lívia disse:

    vou ser a primeira a comentar? em homenagem ao “dono” do blog, vou postar, em minúsculo tb, meus votos de solidariedade ao mesmo. aliás, xuxa queria colocar “x” em tudo que era palavra, pq não se pode escrever facultando o uso de maiúsculas e minúsculas? só pq se é careca? isso é preconceito.

  4. Lívia disse:

    vou ser a primeira a comentar? em homenagem ao “dono” do blog, vou postar, em minúsculo tb, meus votos de solidariedade ao mesmo. aliás, xuxa queria colocar “x” em tudo que era palavra, pq não se pode escrever facultando o uso de maiúsculas e minúsculas? só pq se é careca? isso é preconceito.

  5. Almir Firmino disse:

    professor sílvio meira: “cair” de para-quedas no seu blog foi um grande achado. ler os seus textos sobre tecnologia e o ambiente que a envolve mais os debates via comentários é um privilégio. agora, fugir das amarras das regras de expressão é uma glória e não tem preço.

  6. Almir Firmino disse:

    professor sílvio meira: “cair” de para-quedas no seu blog foi um grande achado. ler os seus textos sobre tecnologia e o ambiente que a envolve mais os debates via comentários é um privilégio. agora, fugir das amarras das regras de expressão é uma glória e não tem preço.

  7. Rafael Salomão disse:

    silvio,

    acho que os Outros precisam ser ignorados, visto que eles não atrapalham o andar dos comentários (uma espécie de Política de Ignoramento). ademais, acho que eles nunca chegaram perto de ler o belo livro PRECONCEITO LINGUÍSTICO, de marco bagno.

    Outros! brevemente, o livro desmembra os mitos linguísticos da nossa sociedade, por exemplo, que o brasileiro correto é o brasileiro acadêmico e o mais próximo do português lusitano. claro, uma visão elitista da nossa sociedade brasileira.

    como disse quando mencionou o latim, não existe mais uma língua brasileira, mas inúmeras. ou alguém que fala errado é menos inteligente de quem fala certo? PRECONCEITO. assim como os maranhenses falam um melhor português porque conjugam o tu? MITO. em suma, é necessário começar a quebrar os paradigmas concretos da língua brasileira e caminhar para uma adequação virtual.

    agora podemos voltar ao nosso dia a dia com mais bit a bit.

  8. Rafael Salomão disse:

    silvio,

    acho que os Outros precisam ser ignorados, visto que eles não atrapalham o andar dos comentários (uma espécie de Política de Ignoramento). ademais, acho que eles nunca chegaram perto de ler o belo livro PRECONCEITO LINGUÍSTICO, de marco bagno.

    Outros! brevemente, o livro desmembra os mitos linguísticos da nossa sociedade, por exemplo, que o brasileiro correto é o brasileiro acadêmico e o mais próximo do português lusitano. claro, uma visão elitista da nossa sociedade brasileira.

    como disse quando mencionou o latim, não existe mais uma língua brasileira, mas inúmeras. ou alguém que fala errado é menos inteligente de quem fala certo? PRECONCEITO. assim como os maranhenses falam um melhor português porque conjugam o tu? MITO. em suma, é necessário começar a quebrar os paradigmas concretos da língua brasileira e caminhar para uma adequação virtual.

    agora podemos voltar ao nosso dia a dia com mais bit a bit.

  9. Sonia Burle disse:

    Puxa vida! Vou ter que escrever tudo de novo. O anti-spam não funcionou. Vamos lá:
    Interessante. Num primeiro contato com o seu blog, fui na informação. Gostei do ritmo, do conteúdo e da forma. Sou publicitária e sai fazendo a minha leitura. Num segundo momento, pensei nas minúsculas. Primeiro e determinante pensamento: agora ninguém me segura! Vou virar The Flash. Só quem cata milho, sabe do que estou “falando”. A eliminação radical da tecla shift da minha vida. Fui mais adiante e dei com a polêmica. Oh gente danada. Parabéns pela forma descontraída e possível com a qual você se comunica.

  10. Sonia Burle disse:

    Puxa vida! Vou ter que escrever tudo de novo. O anti-spam não funcionou. Vamos lá:
    Interessante. Num primeiro contato com o seu blog, fui na informação. Gostei do ritmo, do conteúdo e da forma. Sou publicitária e sai fazendo a minha leitura. Num segundo momento, pensei nas minúsculas. Primeiro e determinante pensamento: agora ninguém me segura! Vou virar The Flash. Só quem cata milho, sabe do que estou “falando”. A eliminação radical da tecla shift da minha vida. Fui mais adiante e dei com a polêmica. Oh gente danada. Parabéns pela forma descontraída e possível com a qual você se comunica.

  11. Marinilce disse:

    olá silvio estou com você e não abro
    blog é um espaço virtual onde felizmente podemos fugir das conveções
    o que importa são as ideias e não a letra maiuscula e minuscula o acento o ponto a virgula etc etc etc
    quantas pessoas conhecemos que tem ideias maravilhosas e por não domirarem o idioma nunca se manifestam

    um grande abraço
    marinilce

  12. Marinilce disse:

    olá silvio estou com você e não abro
    blog é um espaço virtual onde felizmente podemos fugir das conveções
    o que importa são as ideias e não a letra maiuscula e minuscula o acento o ponto a virgula etc etc etc
    quantas pessoas conhecemos que tem ideias maravilhosas e por não domirarem o idioma nunca se manifestam

    um grande abraço
    marinilce

  13. VJ disse:

    putz, que moral pra dona antonia.
    silvio, vi vc agora pouco na marilia gabriela…
    …fantástico! =D
    e seu blog é maravilhoso tb!
    abrçs

  14. VJ disse:

    putz, que moral pra dona antonia.
    silvio, vi vc agora pouco na marilia gabriela…
    …fantástico! =D
    e seu blog é maravilhoso tb!
    abrçs

  15. Rafael disse:

    Como sempre Silvio mandando os outros tomarem naquele lugar com a maior delicadeza. 🙂

  16. Rafael disse:

    Como sempre Silvio mandando os outros tomarem naquele lugar com a maior delicadeza. 🙂

  17. Jose Luiz disse:

    Silvio,

    Cai aqui no seu blog ontem pela 1a vez. Li seu post de ontem eu achei super interessante. Eu fiquei preso ao conteúdo e não a forma que ele foi passado. Notei o estilo diferente de escrita, mas não me incomodei, porque o que era mais importante, o contéudo, as idéias, a informação, eu absorvi.
    Assim, como já disseram aqui, fico contigo e não abro. Parabéns pelo excelente blog.

  18. Jose Luiz disse:

    Silvio,

    Cai aqui no seu blog ontem pela 1a vez. Li seu post de ontem eu achei super interessante. Eu fiquei preso ao conteúdo e não a forma que ele foi passado. Notei o estilo diferente de escrita, mas não me incomodei, porque o que era mais importante, o contéudo, as idéias, a informação, eu absorvi.
    Assim, como já disseram aqui, fico contigo e não abro. Parabéns pelo excelente blog.

  19. Alexandre L Silva disse:

    Prof.,
    Descobri a tua fama pela dica da minha noiva, que trabalha na RNP. Depois disso, assistimos ao Roda Viva com o DEMI GETSCHKO. Ainda, assistimos o programa da Marília Gabriela.
    Gostamos muito de ouvir a tua opinião e os teus (lógicos e sucintos) pontos de vista.
    Ainda, como tu falaste na TV, estamos nos treinando para utilizar a internet como ferramenta para reunir conhecimento, sempre e cada vez mais.
    Obrigado por divulgar essa forma de pensar com os demais.
    Um abraço e votos de muito sucesso.
    Alexandre

  20. Alexandre L Silva disse:

    Prof.,
    Descobri a tua fama pela dica da minha noiva, que trabalha na RNP. Depois disso, assistimos ao Roda Viva com o DEMI GETSCHKO. Ainda, assistimos o programa da Marília Gabriela.
    Gostamos muito de ouvir a tua opinião e os teus (lógicos e sucintos) pontos de vista.
    Ainda, como tu falaste na TV, estamos nos treinando para utilizar a internet como ferramenta para reunir conhecimento, sempre e cada vez mais.
    Obrigado por divulgar essa forma de pensar com os demais.
    Um abraço e votos de muito sucesso.
    Alexandre

  21. daniel motta disse:

    concordo com a resposta do silvio. censurar comentarios em um espaco aberto é ir contra a internet participativa. da minha parte, ao encontrar 100% de comentários positivos sobre qualquer coisa, empresa ou indivíduo só me faço questionar. isso é uma opinião apenas, e as divergentes merecem a mesma atenção.

  22. daniel motta disse:

    concordo com a resposta do silvio. censurar comentarios em um espaco aberto é ir contra a internet participativa. da minha parte, ao encontrar 100% de comentários positivos sobre qualquer coisa, empresa ou indivíduo só me faço questionar. isso é uma opinião apenas, e as divergentes merecem a mesma atenção.

  23. Nivea disse:

    Silvio, olá

    Ontem vi sua entrevista na Marilia Gabriela, e hoje vejo seu blog. Parabéns, tudo muito interessante. Conhecimento nunca é demais, sou adepta disso. Bom, quanto ao uso de minúsculas em seus textos, digo: há uma poesia na “caixa baixa”…rs. Abraços.

  24. Nivea disse:

    Silvio, olá

    Ontem vi sua entrevista na Marilia Gabriela, e hoje vejo seu blog. Parabéns, tudo muito interessante. Conhecimento nunca é demais, sou adepta disso. Bom, quanto ao uso de minúsculas em seus textos, digo: há uma poesia na “caixa baixa”…rs. Abraços.

  25. Cíntia disse:

    Prezado Sílvio Meira, Vi sua entrevista na Marília Gabriela e fiquei encantada com o seu raciocínio e com sua fala. Não conhecia o senhor até então. Gostaria de poder tirar uma dúvida com o senhor via e-mail. Será possível? Agradeço desde já. Parabéns pela entrevista, que foi ótima! Abraços.

  26. Cíntia disse:

    Prezado Sílvio Meira, Vi sua entrevista na Marília Gabriela e fiquei encantada com o seu raciocínio e com sua fala. Não conhecia o senhor até então. Gostaria de poder tirar uma dúvida com o senhor via e-mail. Será possível? Agradeço desde já. Parabéns pela entrevista, que foi ótima! Abraços.

  27. Eduardo disse:

    olá prof. silvio.
    adorei a sua resposta aos frustrados de conhecimento, que se prendem a conhecimentos taum torpes e estupidos. è necessário ser muito experiente e inteligente para dar um “fora” em pessoas tão indesejadas com tanto estilo, se fosse comigo simplesmente daria um geito de mostrar a imbecilidade desta ralé, que se diz intelectual mas na verdade são um bando de estupidos.

    peço-lhe que após esta pausa o senhor possa nos alimentar com mais conhecimento.

  28. Eduardo disse:

    olá prof. silvio.
    adorei a sua resposta aos frustrados de conhecimento, que se prendem a conhecimentos taum torpes e estupidos. è necessário ser muito experiente e inteligente para dar um “fora” em pessoas tão indesejadas com tanto estilo, se fosse comigo simplesmente daria um geito de mostrar a imbecilidade desta ralé, que se diz intelectual mas na verdade são um bando de estupidos.

    peço-lhe que após esta pausa o senhor possa nos alimentar com mais conhecimento.

  29. Bruno Bezerra disse:

    Liga pra essa turma de patrulheiros ortográficos não Sílvio… eles não conseguem entender (ou mesmo tolerar) que sua forma de escrever em um blog representa bem mais do que um estilo de escrita, é acima de tudo um estilo de comunicação (escrita+imagem+áudio+vídeo+internet+interação=comunicação mais extraordinária que já existiu na humanidade até o momento). A escrita é apenas uma das muitas ferramentas da comunicação. Comunicação é vida, quem acha que não, basta imaginar uma pessoa totalmente impossibilitada de se comunicar. Até no mundo virtual, um micro incomunicável (sem internet) é um micro morto.

    Comunicação… eis a palavra chave da questão, o ato ou efeito de emitir, transmitir e receber mensagens por meio de métodos e/ou processos convencionados, quer através da linguagem falada ou escrita, quer de outros sinais, signos ou símbolos, quer de aparelhamento técnico especializado, sonoro e/ou visual.

    E se com o seu estilo de escrever a comunicação no blog flui de maneira produtiva e MAIÚSCULA, o que os patrulheiros ortográficos pensam a respeito é uma coisinha minúscula.

    Fraterno abraço e saudações empreendedoras,

    Bruno Bezerra

  30. Bruno Bezerra disse:

    Liga pra essa turma de patrulheiros ortográficos não Sílvio… eles não conseguem entender (ou mesmo tolerar) que sua forma de escrever em um blog representa bem mais do que um estilo de escrita, é acima de tudo um estilo de comunicação (escrita+imagem+áudio+vídeo+internet+interação=comunicação mais extraordinária que já existiu na humanidade até o momento). A escrita é apenas uma das muitas ferramentas da comunicação. Comunicação é vida, quem acha que não, basta imaginar uma pessoa totalmente impossibilitada de se comunicar. Até no mundo virtual, um micro incomunicável (sem internet) é um micro morto.

    Comunicação… eis a palavra chave da questão, o ato ou efeito de emitir, transmitir e receber mensagens por meio de métodos e/ou processos convencionados, quer através da linguagem falada ou escrita, quer de outros sinais, signos ou símbolos, quer de aparelhamento técnico especializado, sonoro e/ou visual.

    E se com o seu estilo de escrever a comunicação no blog flui de maneira produtiva e MAIÚSCULA, o que os patrulheiros ortográficos pensam a respeito é uma coisinha minúscula.

    Fraterno abraço e saudações empreendedoras,

    Bruno Bezerra

  31. lais disse:

    pelo que eu entendi, o objetivo do blog é a informação de boa qualidade , ou seja , como silvio mesmo disse em sua entrevista em marilia gabriella ontem, uma informação que acrescente com o que você já sabe, mude o que você já sabe, enfim, uma informação que faça diferença de alguma forma, e que venha a fazer você pensar, não vejo nenhuma diferença na absorção da informação se ela me chega em letras capituladas ou MINÚSCULAS, enfim, O OBJETIVO MAIOR É A INFORMAÇÃO, DE BOA QUALIDADE, E PRATICAMENTE DE GRAÇA, COMO ESSA RESPOSTA QUE O SILVIO MEIRA ESCREVEU QUE ME ACRESCENTOU UMA BREVE HISTÓRIA LINGUÍSTICA. SÓ TENHO A AGRADECER, OBRIGADA A VOCÊ, PESSOA QUE FEZ ESSE COMENTÁRIO SOBRE A LETRA SER ESCRITA EM LETRAS MINÚSCULAS, ME DESCULPE, MAS ACHEI NADA HAVER, MAS ME PROPORCIONOU A LEITURA DE UMA RESPOSTA ESCRITA POR MEIRA, DE QUALIDADE E MUITO BEM ESCRITA.

  32. lais disse:

    pelo que eu entendi, o objetivo do blog é a informação de boa qualidade , ou seja , como silvio mesmo disse em sua entrevista em marilia gabriella ontem, uma informação que acrescente com o que você já sabe, mude o que você já sabe, enfim, uma informação que faça diferença de alguma forma, e que venha a fazer você pensar, não vejo nenhuma diferença na absorção da informação se ela me chega em letras capituladas ou MINÚSCULAS, enfim, O OBJETIVO MAIOR É A INFORMAÇÃO, DE BOA QUALIDADE, E PRATICAMENTE DE GRAÇA, COMO ESSA RESPOSTA QUE O SILVIO MEIRA ESCREVEU QUE ME ACRESCENTOU UMA BREVE HISTÓRIA LINGUÍSTICA. SÓ TENHO A AGRADECER, OBRIGADA A VOCÊ, PESSOA QUE FEZ ESSE COMENTÁRIO SOBRE A LETRA SER ESCRITA EM LETRAS MINÚSCULAS, ME DESCULPE, MAS ACHEI NADA HAVER, MAS ME PROPORCIONOU A LEITURA DE UMA RESPOSTA ESCRITA POR MEIRA, DE QUALIDADE E MUITO BEM ESCRITA.

  33. Mariana disse:

    silvio, prazer te conhecer. …e saber qeu vc é paraibano. morando longe de casa me orgulho ainda mais disso tudo…foi lindo te ouvir falando sobre o tempo, escutar o sotaque…agora, saber qeu vc alem de tudo, batuca uns maracatus foi mais incrivel ainda. vale uma palhinha?

  34. Mariana disse:

    silvio, prazer te conhecer. …e saber qeu vc é paraibano. morando longe de casa me orgulho ainda mais disso tudo…foi lindo te ouvir falando sobre o tempo, escutar o sotaque…agora, saber qeu vc alem de tudo, batuca uns maracatus foi mais incrivel ainda. vale uma palhinha?

  35. Ramos disse:

    Acho que o Bruno Bezerra e a Lais foram muito felizes e falaram tudo. No mais, quem quiser debater português é só entrar no site do professor Pasquale.

    SITE: http://www.professorpasquale.com.br

  36. Ramos disse:

    Acho que o Bruno Bezerra e a Lais foram muito felizes e falaram tudo. No mais, quem quiser debater português é só entrar no site do professor Pasquale.

    SITE: http://www.professorpasquale.com.br

  37. Leonardo disse:

    prof silvio,
    leio o blog do sr fazem mais de um ano. e sempre fui capaz de entender cada post dele, mesmo sem as “indispensaveis” letras maiusculas. considero o sr um espelho no que se refere a visão e o papel da tecnologia no mundo. continue o ótimo trabalho.

  38. Leonardo disse:

    prof silvio,
    leio o blog do sr fazem mais de um ano. e sempre fui capaz de entender cada post dele, mesmo sem as “indispensaveis” letras maiusculas. considero o sr um espelho no que se refere a visão e o papel da tecnologia no mundo. continue o ótimo trabalho.

  39. bruno disse:

    depois que você passa a responder dezenas de e-mails por dia, tem várias contas de twitter, escreve em blogs, trabalha oito horas na frente de um pc, faz pós-grad, troca uma pilha de mensagens instantâneas por dia, toca projetos pessoais nas horas vagas, participa diariamente de fóruns e redes sociais… um simples”shift” faz toda a diferença DO MUNDO. E essa é a minha vida. Imagino a sua.

    ps: sugiro retirar os acentos também, meu próximo passo.

  40. bruno disse:

    depois que você passa a responder dezenas de e-mails por dia, tem várias contas de twitter, escreve em blogs, trabalha oito horas na frente de um pc, faz pós-grad, troca uma pilha de mensagens instantâneas por dia, toca projetos pessoais nas horas vagas, participa diariamente de fóruns e redes sociais… um simples”shift” faz toda a diferença DO MUNDO. E essa é a minha vida. Imagino a sua.

    ps: sugiro retirar os acentos também, meu próximo passo.

  41. Victor disse:

    É, não acho que haja motivo para tanta agonia generalizada por conta do texto em letras minúsculas. Minha leitura desse blog é sempre bastante flúida, curto o monte de links que cada post lança, as informações extras nos colchetes, enfim, o “padrão de codificação” deste blog é agradável para mim. Não sei como é sua escrita de outra forma, mas tenho a impressão que nesse formato consigo me sintonizar melhor com o que você pensa, com o ritmo do teu raciocínio.

    Mas até compreendo certo choque: lembro que quando li pela primeira vez Saramago desisti rapidinho. Aquele texto digressivo, que, além de ser português de Portugal, tem uma organização bem diferente do “padrão”, me pareceu muito desagradável. Só depois que emprestei o livro engavetado a uma amiga, que me devolveu super feliz, que fui dar uma segunda chance ao véio, e desde então não parei nunca mais e aprecio muito o estilo dele.

    Como disse o próprio Saramago em um documentário sobre a língua portuguesa: não existe a língua portuguesa em si; existem línguas em português.

  42. Victor disse:

    É, não acho que haja motivo para tanta agonia generalizada por conta do texto em letras minúsculas. Minha leitura desse blog é sempre bastante flúida, curto o monte de links que cada post lança, as informações extras nos colchetes, enfim, o “padrão de codificação” deste blog é agradável para mim. Não sei como é sua escrita de outra forma, mas tenho a impressão que nesse formato consigo me sintonizar melhor com o que você pensa, com o ritmo do teu raciocínio.

    Mas até compreendo certo choque: lembro que quando li pela primeira vez Saramago desisti rapidinho. Aquele texto digressivo, que, além de ser português de Portugal, tem uma organização bem diferente do “padrão”, me pareceu muito desagradável. Só depois que emprestei o livro engavetado a uma amiga, que me devolveu super feliz, que fui dar uma segunda chance ao véio, e desde então não parei nunca mais e aprecio muito o estilo dele.

    Como disse o próprio Saramago em um documentário sobre a língua portuguesa: não existe a língua portuguesa em si; existem línguas em português.

  43. Masuki disse:

    imagino que uns machados de assis, mários e oswald de andrade, guimarães rosa, monteiros lobato, ignacios de loyola brandão e tantos outros que prosearam em língua pátria – alguns até usando pharmacias e coêlhos – lendo os textos de hoje e sonhando com seus textos flutuando livremente na web [até porque baleias flutuam com ajuda de passarinhos], diriam então:

    – fujam-se com as tremas e que o shift os carregue!

    continue a escrever, silvio, pois leitura é imaginação e não comodismo!
    Abraço [com “A” maiúsculo]

  44. Masuki disse:

    imagino que uns machados de assis, mários e oswald de andrade, guimarães rosa, monteiros lobato, ignacios de loyola brandão e tantos outros que prosearam em língua pátria – alguns até usando pharmacias e coêlhos – lendo os textos de hoje e sonhando com seus textos flutuando livremente na web [até porque baleias flutuam com ajuda de passarinhos], diriam então:

    – fujam-se com as tremas e que o shift os carregue!

    continue a escrever, silvio, pois leitura é imaginação e não comodismo!
    Abraço [com “A” maiúsculo]

  45. BARATAS disse:

    Silvio,
    embora não fosse preciso, parabenizo-lhe pela complascência em explicar aos “incautos incultos” os motivos particulares que o movem a agir _ e como agir _sobre o que é SEU. Lamento, tão somente, pelo tempo perdido em explicar-se às paredes; enquanto, você poderia nos brindar com novas notícias e observações articuladas que, certamente, enriqueceriam o debate em TI, fazendo a todos … pensarem e concluírem. Ao contrário, de uma discussão improdutiva, preconceituosa e imberbe de imberbes desocupados e/ou sabe-se lá com que desvio psquiátrico subterrâneo tenham estes infelizes. Creio que o tema por si só, se esgota. “saúde e paz!” [sic]

  46. BARATAS disse:

    Silvio,
    embora não fosse preciso, parabenizo-lhe pela complascência em explicar aos “incautos incultos” os motivos particulares que o movem a agir _ e como agir _sobre o que é SEU. Lamento, tão somente, pelo tempo perdido em explicar-se às paredes; enquanto, você poderia nos brindar com novas notícias e observações articuladas que, certamente, enriqueceriam o debate em TI, fazendo a todos … pensarem e concluírem. Ao contrário, de uma discussão improdutiva, preconceituosa e imberbe de imberbes desocupados e/ou sabe-se lá com que desvio psquiátrico subterrâneo tenham estes infelizes. Creio que o tema por si só, se esgota. “saúde e paz!” [sic]

  47. Sou leitor antigo do blog, nunca me preocupei com isso. Na verdade, quando se tem um conteúdo tão rico, dificilmente se vê problemas. Pessoas que reclamam sobre coisas tão fúteis deixam de aproveitar o que há de melhor no blog. É o famoso cargo cult.

  48. Sou leitor antigo do blog, nunca me preocupei com isso. Na verdade, quando se tem um conteúdo tão rico, dificilmente se vê problemas. Pessoas que reclamam sobre coisas tão fúteis deixam de aproveitar o que há de melhor no blog. É o famoso cargo cult.

  49. fatima disse:

    vimos sua entrevista na marilia gabriela e ficamos encantados. abraços aqui de laguna santa catarina

  50. fatima disse:

    vimos sua entrevista na marilia gabriela e ficamos encantados. abraços aqui de laguna santa catarina

  51. Bianatriz disse:

    ai que preguiça me dá a intolerância alheia… como um indivíduo pode se dar o trabalho de meter o bedelho na maneira de escrever do outro no espaço do outro?!?!?….. aiaiai… não alcanço a lógica ou o objetivo de um indivíduo destes….

  52. Bianatriz disse:

    ai que preguiça me dá a intolerância alheia… como um indivíduo pode se dar o trabalho de meter o bedelho na maneira de escrever do outro no espaço do outro?!?!?….. aiaiai… não alcanço a lógica ou o objetivo de um indivíduo destes….

  53. Beatris disse:

    Sílvio,

    sou professora de língua latina apaixonada por internet. Foi uma surpresa deliciosa ler esse texto, sobre a polemica das mínusculas e sua elegante resposta!

    Um abraço!

    Beatris

  54. Beatris disse:

    Sílvio,

    sou professora de língua latina apaixonada por internet. Foi uma surpresa deliciosa ler esse texto, sobre a polemica das mínusculas e sua elegante resposta!

    Um abraço!

    Beatris

  55. Andres disse:

    Passei uns dias sem ler seu blog (coisa rara) e dou de cara com esta pérola sobre maiúsculas e minúsculas. na verdade não importa o estilo, o que importa é o conteúdo… O que este blog tem de sobra!

    Seria demais você publicar um post sobre meu comentário também? kkkkkkkk brincadeira!

  56. Andres disse:

    Passei uns dias sem ler seu blog (coisa rara) e dou de cara com esta pérola sobre maiúsculas e minúsculas. na verdade não importa o estilo, o que importa é o conteúdo… O que este blog tem de sobra!

    Seria demais você publicar um post sobre meu comentário também? kkkkkkkk brincadeira!

  57. A Internet Brasileira está sendo grampeada!

    Descoberto grampo nos sites visitados e e-mails dos Juízes, Parlamentares, Governo e de toda a internet Brasileira. Os principais provedores também estão envolvidos. O assunto é tão grave que foi encaminhado a mais de 13 mil juízes.

    E ainda:

    – 1,6 milhões de boletos maliciosos.
    – Salário dos 56 empregados do Registro.br
    – CGI.br aplica golpe no mercado
    – Resumo das falcatruas do CGI.br/NIC.br/Fapesp.br.
    – mais de 40 mil advogados foram trapaceados pelo CGI.br.
    – CGI.br esquece R$ 149 milhões a quatro anos na conta da Fapesp.
    – a primeira conexão TCP/IP foi em 1988 e não em 1991
    – Cobrança ilegal e arbitrária contra os provedores
    – Onde foram parar cerca de R$ 400 milhões?
    – O Brasil não adere a Câmara Arbitral da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) o que “dificulta muito as disputas por domínios ‘.com.br’”
    – Fapesp – 10.000 pesquisadores envolvidos em importação irregular.

    Incrível: CGI.br cria um substituto para o Diário Oficial da União que chamam de Resolução Pública criada e editada por um grupo de empresários que compõe o CGI.br

    Declarações do CGI.br (Demi Getschko)

    – “O registro de domínios não é regido pelas leis deste país. Nós fazemos o que bem entendemos e se não concordam que registrem seus domínios fora do Brasil. Aqui nós somos a lei. Não necessitamos publicar nada no DOU porque somos uma ONG particular. E por este motivo que a partir de agora vamos trabalhar com mediação. Não queremos depender da nossa justiça”

    – Sobre a internet: “o modelo americano é uma burrice” (porque não permite embolsamentos).

    – “Neste país, a chance de alguém estar totalmente legal tende a zero, dado o emaranhado de leis que podem ser “sacadas” a critério de quem quiser alegar ilegalidade ou exercer algum poder constritivo (“boa constrictor” = jibóia)” e “especialmente se considerarmos o péssimo nível intelectual e ético de boa parte do senado.”

    Conheça as técnicas para evitar que seus e-mails ou sites visitados sejam grampeados

    Veja tudo isto no site:

    W W W . A B U S A N D O . I N F O

  58. A Internet Brasileira está sendo grampeada!

    Descoberto grampo nos sites visitados e e-mails dos Juízes, Parlamentares, Governo e de toda a internet Brasileira. Os principais provedores também estão envolvidos. O assunto é tão grave que foi encaminhado a mais de 13 mil juízes.

    E ainda:

    – 1,6 milhões de boletos maliciosos.
    – Salário dos 56 empregados do Registro.br
    – CGI.br aplica golpe no mercado
    – Resumo das falcatruas do CGI.br/NIC.br/Fapesp.br.
    – mais de 40 mil advogados foram trapaceados pelo CGI.br.
    – CGI.br esquece R$ 149 milhões a quatro anos na conta da Fapesp.
    – a primeira conexão TCP/IP foi em 1988 e não em 1991
    – Cobrança ilegal e arbitrária contra os provedores
    – Onde foram parar cerca de R$ 400 milhões?
    – O Brasil não adere a Câmara Arbitral da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) o que “dificulta muito as disputas por domínios ‘.com.br’”
    – Fapesp – 10.000 pesquisadores envolvidos em importação irregular.

    Incrível: CGI.br cria um substituto para o Diário Oficial da União que chamam de Resolução Pública criada e editada por um grupo de empresários que compõe o CGI.br

    Declarações do CGI.br (Demi Getschko)

    – “O registro de domínios não é regido pelas leis deste país. Nós fazemos o que bem entendemos e se não concordam que registrem seus domínios fora do Brasil. Aqui nós somos a lei. Não necessitamos publicar nada no DOU porque somos uma ONG particular. E por este motivo que a partir de agora vamos trabalhar com mediação. Não queremos depender da nossa justiça”

    – Sobre a internet: “o modelo americano é uma burrice” (porque não permite embolsamentos).

    – “Neste país, a chance de alguém estar totalmente legal tende a zero, dado o emaranhado de leis que podem ser “sacadas” a critério de quem quiser alegar ilegalidade ou exercer algum poder constritivo (“boa constrictor” = jibóia)” e “especialmente se considerarmos o péssimo nível intelectual e ético de boa parte do senado.”

    Conheça as técnicas para evitar que seus e-mails ou sites visitados sejam grampeados

    Veja tudo isto no site:

    W W W . A B U S A N D O . I N F O

  59. noooossa! a web tá cheio de patrulheiros virtuais… bando de malas cagadores de regras. rsrsrsrs

    mas juro que já li um post sobre o mesmo assunto tempos atrás… ou estou viajando? 😀

    • srlm disse:

      isso mesmo; vez por outra, quando a patrulha volta, chamo atenção para este espécie de editorial aqui do blog!… ele foi publicado exatamente há um ano…

  60. Marcony Lacerda disse:

    ANTONIA, minha querida antonia(escrevi seu nome em caixa alta so para vc não ficar com raiva), deixa o cara escrever do jeito que ele quizer mulher,minúscula ou MAIÚSCULA, não importa, o CONTEÚDO do TEXTO sim

  61. Marcony Lacerda disse:

    ANTONIA, minha querida antonia(escrevi seu nome em caixa alta so para vc não ficar com raiva), deixa o cara escrever do jeito que ele quizer mulher,minúscula ou MAIÚSCULA, não importa, o CONTEÚDO do TEXTO sim

  62. Marcos disse:

    Esse post devia ser um popup de abertura do site .. tenho estilo próprio, se não gosta clique aqui para sair.

    Grande resposta Silvio…

  63. Marcos disse:

    Esse post devia ser um popup de abertura do site .. tenho estilo próprio, se não gosta clique aqui para sair.

    Grande resposta Silvio…

  64. Fábio Mendes disse:

    se ater na mensagem e não como ela vem escrita….
    belo debate..
    mudanças geram conflitos.

  65. Fábio Mendes disse:

    se ater na mensagem e não como ela vem escrita….
    belo debate..
    mudanças geram conflitos.

  66. Orf disse:

    Logo cedo li essa materia do Meira e fiz um pequeno comentario quanto aos metidos a puristas da gramatica…errei o captcha e não me dei ao trabalho de refazer. voltando agora vejo gente que tenta corrigir e escreve ‘descente’ dentre mil e huma outras barbaridades.
    imagino que Silvio hoje está sob o ataque dos fãs de prince(quem diabos é esse? já vi falar e lembro da figura, mas nunca ouvi uma musica sequer e olhe que sou antenado com musica) ou sob o ataque de cyber bullyng de meninotes da TI. só pode!

  67. Orf disse:

    ops, comentei no post linkado e não no principal onde a histeria dos fãs de prince está campeando. mas tudo bem!
    quem não conhece os textos de silvio meira não se preocupa mesmo com as baboseiras que os basbaques escreveram sobre o ótimo comentario acerca prince.

  68. Caio disse:

    Afinal existe um editorial então!!
    Fiquei curioso, já não era a primeira vez que tinha visto a “patrulha” cornetando….
    Interessante saber que o motivo não é de dar explicações quanto ao porque de se usar esse estilo mas sim de responder a pergunta da mulher…
    Muito bom mesmo! Parabéns!

  69. Caio disse:

    Afinal existe um editorial então!!
    Fiquei curioso, já não era a primeira vez que tinha visto a “patrulha” cornetando….
    Interessante saber que o motivo não é de dar explicações quanto ao porque de se usar esse estilo mas sim de responder a pergunta da mulher…
    Muito bom mesmo! Parabéns!

  70. Mateus Caruccio disse:

    sEGUINDO A MESMA REGRA LÓGICA DO AUTOR, UTILIZO A MINHA PRÓPRIA FORMATAÇÃO VISUAL. mINHA OBJEÇÃO AO não USO DE MAIÚSCULAS NO INÍCIO DA FRASÉ É SIMPLES: é visualmente cansativo PONTO.
    pRETNEDO LOGO DESENVOLVER UM PLUGIN PARA FIREFOX QUE FORMATA DEVIDAMENTE O TEXTO PARA AQUELES QUE ASSIM O QUEIRAM. aLIÁS, ÓTIMO CONTEÚDO. rECOMENDO.

  71. Mateus Caruccio disse:

    sEGUINDO A MESMA REGRA LÓGICA DO AUTOR, UTILIZO A MINHA PRÓPRIA FORMATAÇÃO VISUAL. mINHA OBJEÇÃO AO não USO DE MAIÚSCULAS NO INÍCIO DA FRASÉ É SIMPLES: é visualmente cansativo PONTO.
    pRETNEDO LOGO DESENVOLVER UM PLUGIN PARA FIREFOX QUE FORMATA DEVIDAMENTE O TEXTO PARA AQUELES QUE ASSIM O QUEIRAM. aLIÁS, ÓTIMO CONTEÚDO. rECOMENDO.

  72. Léa disse:

    I used loved Prince…rs…rsr !!! Sim, eu já fui apaixonada por Prince no final dos anos 80. O que aconteceu com ele ?? Estive no rock in Rio para as duas apresentaçoes que ele fez. Coisa de adolescente! Mas este amor poderia ter durado até hoje… pra mim ele não evoluiu como artista, simplesmente ele sumiu da minha vida e não tem mais importancia. Afinal acho que fui eu quem evoluiu !!!!!

  73. Léa disse:

    I used loved Prince…rs…rsr !!! Sim, eu já fui apaixonada por Prince no final dos anos 80. O que aconteceu com ele ?? Estive no rock in Rio para as duas apresentaçoes que ele fez. Coisa de adolescente! Mas este amor poderia ter durado até hoje… pra mim ele não evoluiu como artista, simplesmente ele sumiu da minha vida e não tem mais importancia. Afinal acho que fui eu quem evoluiu !!!!!

  74. Thiago disse:

    Para lhes ser sincero, à primeira vista, a leitura dos textos de Silvio me pareceram cansativas pois os “meus olhos” não estavam “adaptados” a ler textos que não iniciassem com letra maiúsculas. Lembrei-me das aulas da “Tia” de português nos tempos memoráveis de colegial. Porém, fui arrebatado pelo conteúdo de informação e inovação de comunicação. Talvez eu estivesse arcaico, comendo poeira na corrida informacional dos tempos modernos da Era da conectividade. Ainda zelo por uma escrita aos padrões em que fui criado, mas revelo usar abreviações (você = vc) em MSN, SMS, twitter. Meu único receio é que as novas mutações linguísticas sejam transmitidas às novas gerações e estas não venham a tomar conhecimento de como era a linguagem “antigamente” (hoje). Contudo, isso é evolução!

  75. Flávio disse:

    PREZADO,
    COMO DITO NO TEXTO “o blog, o conteúdo e o estilo”, ESBARREI NO BLOG PELA 1A. VEZ POR ACASO, LENDO “será que P~=PN?” O QUAL MUITO ME CHAMOU A ATENÇÃO. NO ENTANTO, DA MESMA FORMA, MUITO ME ANGUSTIOU PELA GRAFIA UTILIZADA, FICANDO NO MEU INCONSCIENTE A INDAGAÇÃO: “por que ele escreve assim ?”. FOI UM ALÍVIO “o blog, o conteúdo e o estilo”. POSTO ISTO, AO CONTRÁRIO DA LEITORA ANTÔNIO BERTOLLO, NÃO SÓ APOIO A MANUTENÇÃO DOS “comentários”, COMO PEÇO QUE VOCÊ RESPONDA A CADA UM COM A INDICAÇÃO DO LINK PARA “o blog, o conteúdo e o estilo”, O QUE DEIXARÁ TODO MUNDO MAIS FELIZ.
    Parabéns pelo trabalho !
    Flávio – Fortaleza/CE

  76. Flávio disse:

    PREZADO,
    COMO DITO NO TEXTO “o blog, o conteúdo e o estilo”, ESBARREI NO BLOG PELA 1A. VEZ POR ACASO, LENDO “será que P~=PN?” O QUAL MUITO ME CHAMOU A ATENÇÃO. NO ENTANTO, DA MESMA FORMA, MUITO ME ANGUSTIOU PELA GRAFIA UTILIZADA, FICANDO NO MEU INCONSCIENTE A INDAGAÇÃO: “por que ele escreve assim ?”. FOI UM ALÍVIO “o blog, o conteúdo e o estilo”. POSTO ISTO, AO CONTRÁRIO DA LEITORA ANTÔNIO BERTOLLO, NÃO SÓ APOIO A MANUTENÇÃO DOS “comentários”, COMO PEÇO QUE VOCÊ RESPONDA A CADA UM COM A INDICAÇÃO DO LINK PARA “o blog, o conteúdo e o estilo”, O QUE DEIXARÁ TODO MUNDO MAIS FELIZ.
    Parabéns pelo trabalho !
    Flávio – Fortaleza/CE

  77. Nome disse:

    Meh.

  78. Rafael disse:

    Pessoalmente prefiro me ater à norma culta da lingua sempre que escrevo, pois posso esquecer muitas regras, quando não a pratico, mas muitos erros que cometo acabam passando batido. Não apoio o caos gramatical, mas posso entender tanto o miguxês (possivelmente não por completo) como um texto sem maiúsculas.

    Assim como diferenciação entre maiúsculas e minúsculas, uma comunicação não precisa de acentuações e muito menos de pontuação. (RIP, Saramago.) Um texto que realmente nos interesse poderia ser lido em esperanto, espanhol ou português europeu. Ou inglês, francês, alemão, chinês, japonês. O conhecimento não muda por causa da grafia. No máximo, nos dão sensações diferentes ou apresentam ambiguidades.

    Como o autor ressalta com seu próprio estilo, poderíamos tem um texto gramatica, lexica e ortograficamente perfeita, falando sobre qualquer devaneio, que nada acrescente a um bom leitor. O que realmente seria importante ao leitor?

    Abraços,
    Rafael

  79. Matheus Santana disse:

    Faz-me lembrar um dos meus escritores preferidos: Bukowski.Ele também não gostava muito das maiúsculas em seus escritos. Abraço, Sílvio!

  80. Matheus Santana disse:

    Faz-me lembrar um dos meus escritores preferidos: Bukowski.Ele também não gostava muito das maiúsculas em seus escritos. Abraço, Sílvio!

  81. Fabio disse:

    Silvio,

    Concordar em gênero, número e grau é difícil … 🙂 Veja em http://webcetera.com.br/blog/2009/01/06/e-possivel-concordar-em-genero-numero-e-grau/

    Parabéns pelos textos…

    Fábio

  82. Luiz Eduardo disse:

    Eu acho que o objetivo de qualquer forma de linguagem [sendo a palavra escrita uma delas] é comunicar, passar um mensagem…. Dessa forma, o blog cumpre o seu propósito. O assunto aqui é tecnologia+….Eu leio o blog a pelo menos 5 anos, quando ainda era: blog.meira.com; e os textos me orientam da melhor forma. Quando vi o blog em letras minusculas, achei o estilo interessante e inovador. É isso!

    Parabens Professor!

  83. Luiz Eduardo disse:

    Eu acho que o objetivo de qualquer forma de linguagem [sendo a palavra escrita uma delas] é comunicar, passar um mensagem…. Dessa forma, o blog cumpre o seu propósito. O assunto aqui é tecnologia+….Eu leio o blog a pelo menos 5 anos, quando ainda era: blog.meira.com; e os textos me orientam da melhor forma. Quando vi o blog em letras minusculas, achei o estilo interessante e inovador. É isso!

    Parabens Professor!