MENU

Escrito por • 13/02/2009

o dedo diz a idade…

image você vai apertar a campainha e usa qual dedo? se for o indicador, você quase certamente tem mais de trinta anos de idade. porque os mais jovens usam o dedão. simples assim. é isso que diz a evidência informal disponível na rede.

os dedões mais novos, e as porções do cérebro que as controlam, estão se adaptando aos celulares, PSP e DS e controles de consoles há anos. os “novos” dedões e suas funções cerebrais são mais fortes e ágeis, mais precisos, mais capazes. e muito mais úteis do que os velhos dedões…

o que estamos vendo é a tecnologia, e sua ampla disponibilidade na sociedade, moldando a humanidade como acontece desde as ferramentas mais elementares da idade da pedra.

durante muito tempo, pensadores e analistas “mais velhos” teorizaram que ninguém nunca faria nada de útil num celular porque, principalmente, os teclados eram pequenos e as teclas, minúsculas e multifuncionais [demais]. esqueceram, como sempre, de ler douglas adams [sobre o futuro]… tudo o que já existia no mundo antes de nascermos é absolutamente natural; as novidades que aparecem enquanto somos jovens são uma grande oportunidade e, com alguma sorte, podem até ser uma carreira a seguir; mas tudo que aparece depois dos trinta é anormal, um fim do mundo que conhecemos, até que tenhamos convivido com a coisa por uns dez ou quinze anos, quando começa a parecer normal.

o outro nome deste efeito é evoluir para competir e sobreviver; como estamos vivendo numa economia exponencial [onde tudo muda muito, muito rapidamente], os 200 anos do nascimento de charles darwin são homenageados quase todo dia. e agora pela evolução do dedão.

image a consagração do dedão vem de todos os lados. ron arad, designer, criou para kenzo um frasco de perfume [desenvolvido pelo perfumista Aurelien Guichard] cujo spray é liberado com o… dedão. o frasco, desenhado como o símbolo matemático para infinito, é inovador e, ao mesmo tempo, equilibrado. deve ser um dos primeiros, de muitos itens, que será desenhado e produzido especificamente para a geração dedão… e que o pessoal da geração indicador vai ter muito trabalho pra usar…

Artigos relacionados

0 Responses to o dedo diz a idade…

  1. Francisco disse:

    Apesar dos meus 23 anos e o hábito de usar o indicador pra tocar a campainha, meu comentário é pra lembrar que touchscreen usa muito mais o indicador do que o dedão, ,né?

  2. nelson pretto disse:

    grande s. meira!!!

    pois ponho o dedão na conversa… porque, o que osmais velhos faziam com uma mão só, diringo o carro ou em qq lugar, os mais jovens fazem, também com uma mão só, para enviar SMS nos celulares… e usam muito mais o dedão… a gente, um tico mais velha, tenta digitar em vez de .. de.. dedar!

    fuuuiii…. teclando com o dedão (do pé!)

    nelson pretto

  3. André disse:

    Comentários típicos de quem não entendeu o foco da reportagem.
    Mas tudo bem, já que, com a democratização da internet, este tipo de frequentadores de websiets se tornem cada vez mais comuns.

  4. …e a idade nao diz nada. Silvio,meu marido passou dos 60 e dialoga maravilhosamente com toda sorte de ferramentas e tudo quanto for inovacao. o motivo é acesso. ele sempre teve acesso às ferramentas, ele tem padtoes mentais que se adapatam facil à inovacao tecnológica. ele está preparado,independente de idade. digo pra vc: tenho 37 anos e muitas vezes oscilo entre indicador e dedao.nao achoq ue isso me define.nem acho que quem mete o dedo está à frente dos tempos.mas…adorei o post. amo vc.

  5. wagner disse:

    Reparei que os chimpanzes tambem usam muito o dedão… sera que
    que eles são mais evoluidos que nos???? ou tem mais capacidade de adaptação???

  6. José Ailton disse:

    Concordo plenamente. O uso do dedão está sendo mais fácil para os mais jovens, pois já encontraram as inovações tecnológicas no seu dia-a-dia com naturalidade. Só acho que os aparelhos que tem comandos na tela vão proporcionar a volta do indicador como ferramenta principal.

  7. Ricardo Mendes Junior disse:

    Usando menos o indicador quem sabe a gente perca o mau hábito de cutucar o nariz.

  8. Daniel Seabra disse:

    Olha, tenho 28 anos e sou da geração video game, cresci jogando atari (kkk hoje dá até vergonha de falar) e agora jogo play2 com meu filho, realmente, depois q li essa reportagem reparei q meu garoto usa mais o dedão mesmo, eu tenho o costume de usar o indicador pq tenho as mãos grandes, e até no teclado do computador meu mindinho as vezes aperta duas teclas. Não concordo com o outro comentário que diz q telas touch usam mais o indicador, meu DS é comandado por caneta, meu celular tb é por caneta, dá pra usar os dedos, mas como as telas são pequena é meio inviável. Mas no geral, usar dedão ou indicador, o importante é saber curtir o vídeo mas mesmo assim sair de casa….nada como ar livre, ainda q seja esse poluído de sp…

  9. olga m. cunha disse:

    Ai, é de dar desânimo! Um texto tão interessante com comentários tão pobres!

  10. Marco disse:

    Que besteira !!!
    A molecada fica mais tempo no MSN do que no celular e a maioria usa só o dedo médio e o indicador prá digitar.
    Não generalizem.
    Nem todo mundo fica digitando celular e jogando video game o tempo todo a ponto de contribuir para a “evolução” da espécie.

  11. Tiago disse:

    Se o cara aperta tanto botão com o dedão para chegar ao ponto de tocar campainha com o dedão é porque tá alienado. Vai se tratar…! Se isso tivesse base recruta do exercito e soldado do morro deve tá puxando o gatilho com o dedão, que tese mais ridícula !!!

  12. Jay Santos disse:

    “é isso que diz a evidência informal disponível na rede.”

    Evidência informal? Tem um termo em inglês pra isso: “Pulling data out of my ass”

    Fica uma sugestão pra sua próxima coluna: Evidências informais disponíveis na rede dão conta que a queda do número de piratas está diretamente relacionada com o aquecimento global, como mostra o grafico abaixo:

    http://www.seanbonner.com/blog/archives/piratesarecool.jpg

    A solução: A volta da pirataria, se possível endossada pela coroa inglesa! Claro que a economia do Caribe iria sofrer, mas é pelo bem da humanidade!

    Lamentável…

  13. Vender disse:

    O automóvel existe a mais de 100 anos e obviamente seus respectivos motoristas, e eu nunca ouvi dizer que todo condutor de veículos ao dar um pique numa corrida no parque estica a perna direita (num reflexo condicionado procurando o pedal do freio) para parar…

  14. barack obama disse:

    Eu uso o mindinho.
    Yes, we can!

  15. Leonardo disse:

    Não entendi isso aí. Sempre achei o polegar o mais evoluído dos dedos. Aliás, dizem que ele é o responsável pela evolução humana e que sem ele não teríamos polido pedras ou fundido cobre, bronze e ouro.

    A questão talvez seja mais emocional: meu professor de matemática do terceiro ano, de 72 anos, me apresentou o messenger, em 2001. Um outro tio de 78 trabalha com vários tipos de aparelhos de GPS com a mesma habilidade que operava sua Facit nos anos 50. Meu pai joga videogame desde que comprou o Telejogo da Philco.

    E se os celulares evoluíram, não foi porque nos adaptamos, foi porque alguém utilizou a biomecânica para desenvolver o apetrecho. Quem desenvolve o produto procura o jeito mais pratico e fácil de utilizar. Usamos o polegar para operar tais aparelhos porque não haveria outra forma de fazer. Se os celulares e videogames fossem operados pelos dedos “errados” a gente simplesmente não usaria pq seria um saco.
    Ou procuraria uma forma de fazê-los diferentes. De torná-los práticos. E aposto que foi daí que tiraram a idéia de operar essas coisas com o polegar, afinal, ele é o dedo mais evoluído de todos.

    “barack obama”: no Palácio de Versalhes, durante o reinado de Luís XIV, era falta de educação bater à porta com mão cerrada. Fino mesmo era bater com o dedo mindinho da mão esquerda.

  16. vera lucia disse:

    Na éra digital nada é impossível… Cada um digita como quiser, o importante é digitar FUiiiiiiiiii

  17. vera lucia disse:

    Na era digital nada é impossível. O importante é digitar. Não importa que dedo usar.!!!

  18. Nhanho disse:

    O importante não é digitar, é interagir. Mesmo porquê o reconhecimento de voz deverá suplantar em breve o uso dos dedos, ou ao menos diminuir sua frequência. Espero também que aos proctologistas também… imaginem usar o dedão para exame de próstata… ui.

  19. Estefan disse:

    Muito legal o texto, houve tanta alarde pelo comentário da campainha. Esse acho que foi longe demais, o dedão num tem muita força pra fazer varias tarefas do dia-dia e de muitas depende do apoio do indicador .

  20. Genival dos santos disse:

    neide cavalcanti se vc tem 37 e seu marido 60 e ele tem um dedão que funciona bem e vc o compara com os mais jovens, então ele está muito bem e vc feliz com o dedão dele….rss…. viva os jovens de mais de 50.. então sou bom de dedão e outras coisas mais, minha mulher de 34 também acha…..

  21. mariana calado disse:

    o importante noo eh o tamanho do dedo, eh como vc usa ele pra dar prazer, xuxu

  22. Pra apertarem a campainha com o dedão, vão ter que fazer campainhas anatomicamente adequadas pra isso, porque atualmente, uma campainha convencional não é facilmente apertada com o dedão, muito menos quando está muito alto na parede.

    Se usa o dedão no celular porque ele foi projetado pra isso. Com esse perfume, é o mesmo caso. Com o iphone, por outro lado, mais dedos são usados, e a a campainha, por sua vez, não usa o dedão.

  23. Bene disse:

    Sei não Sílvio, touchscreen usa o indicador.
    E Guitar Hero usa todos os dedos…