MENU

Escrito por • 30/01/2009

o segredo do sucesso?… falhar. falhar rápido.

honda failure the secret to success

clique na imagem acima e vá ver um vídeo [em inglês] da honda sobre porque falhar é o grande segredo do sucesso. e porque toda vez que alguém que lhe diz que nunca errou é porque, na verdade, você está à frente de alguém que nunca tentou fazer nada de novo. e nem de velho, talvez.

a filosofia da honda é baseada em aprender tentando, tentativa e erro, aprender errando, errar rápido, errar mais rápido do que a competição e aprender mais rápido do que ela. ou procurar outra coisa pra fazer. soichiro honda, o fundador, sempre exigiu que seu pessoal assumisse riscos e falhasse: segundo ele, você podia errar cem vezes, desde que estivesse aprendendo para acertar uma.

taí uma coisa da qual todos nós precisamos nos lembrar sempre. no vídeo, takeo fukui, presidente mundial da honda, traduz honda-san: os avanços fantásticos da tecnologia são resultado de um caminho pavimentado por muitas falhas.

um dos programas mais interessantes da honda é o de desenvolvimento da família asimo de robos, investimento que começou em 1986. um dos primeiros frutos práticos deste aprendizado talvez venha a ser um dispositivo para ajudar pessoas com dificuldades de locomoção a se abaixar, subir e descer escadas e, claro, andar. clique no vídeo abaixo para ver a coisa funcionando.

provavelmente ainda há muito a fazer antes que a gente possa comprar um deles pela web e usar pra ajudar em casa, no trabalho ou pra um trekking rápido. mas dá pra ver que o espírito de soichiro honda –tentar, falhar, aprender- está escrito em cada parte do do "assento ambulante" da honda.

Artigos relacionados

0 Responses to o segredo do sucesso?… falhar. falhar rápido.

  1. Yan Justino disse:

    Parabén! ótimo post e um vídeo excelente! Me pergunto quando nosso sitema, mercado e ideologias estarão prontos para tal pespectiva. O que vemos, sobre tudo no Brasil, é uma inversão desse valor: uma ideologia do erro punitivo, que só leva a frutante impressão de inutilidade e metas absurdas.

  2. Emerson disse:

    O ambiente que as empresas propciam, todas que passei(multis e gigantes nacionais), a lógica do funcionamento é justamente a oposta. Baseado nas observações empíricas, sim, fui a cobaia, defini dois conceitos que elas seguem:

    -A Punimerocracia, é a punição por mérito: o sujeito que sai do comum, que tenta agregar valor saindo do senso comum, do status-quo, é punido. Independentemente do resultado, das pespectivas e do contexto. O ambiente é formatado de tal forma que esse indivíduo não terá a menor chance de êxito em uma saída do status-quo. E todos ficam anciosos para ver a aplicação do castigo por sua ousadia! Os chefes, nunca coordenares e muito menos líderes, os chefes, ficam na espreita esperando o momento certo de punir.

    -A Mediocrocia: é a recompensa pela mediocridade, quanto mais medíocre, quanto mais seguidor do status-quo, mais passivo em termos de executar/operar/projetar tudo como está posto e do assim “sempre funcionou”, maiores as chances de receber a recompensa.

    Por isso que estou me enveradando por outros caminhos! eu hein…

    PS: nem a máquina e nem as pessoas conseguem ler o mecanismo anti-spam…

  3. bruno disse:

    Thomas Edison fez 2K tentativas – mal sucedidas – testando todo tipo de coisa até sua primeira lâmpada funcionar. Quando perguntado como se sentia por ter falhado tantas vezes, respondeu algo mais ou menos assim:

    “I never failed once. I invented the light bulb. It just happened to be a 2000-step process.”

  4. Estou terminando de ler The elegant solution, Matthew May, sobre a Toyota, inovação, criatividade, processos internos, a criação do Lexus LS400, a invenção do Scion e do Prius… a Honda segue no mesmo trilho, essas empresas são baseadas na inovação para se manterem na ponta. Muitas lições que vou usar como metáforas para a engenharia de software na sala de aula. Ótimos posts, notadamente os 6 sobre a internet 2020.