MENU

Escrito por • 20/07/2010

perguntas curtas… em rede, para possíveis presidentes

segunda, 26 de julho, vai rolar o primeiro debate online entre candidatos a eleições presidenciais no brasil. e não vai ser um debate qualquer: a idéia é ter um debate amplo, geral e irrestrito [ou quase] com a comunidade, na web. atente para o “comunidade”, na web, ao invés de “audiência”. tudo bem que haverá uma editoria selecionando as perguntas que estarão vindo da rede; mas as perguntas, feitas em aberto, na rede, podem ter sua própria vida e impacto, independentemente do que os selecionadores definirem.

a interação com o público, no debate, está descrita neste link e passa [entre outros] por mandar um tweet mencionando @terra_eleicoes, que será capturado, agregado a outros do mesmo teor e levado à discussão na segunda, 26. a esta altura do campeonato, já há um monte de indagações esperando os candidatos, às quais eu vou agregar umas outras neste blog, todas bem curtas, no estilo do twitter.

minhas perguntas estão todas relacionadas à rede, à web, seu uso para empoderar a sociedade, a cidadania e os negócios, às coisas do dia a dia que começamos a viver nesta infraestrutura que tão bem caracteriza –para quem está dentro e usando competentemente- nosso tempo. vamos lá; até segunda minhas perguntas, umas dez, vão aparecer aqui, em série.

senhor[a] candidat[o/a]…

1. qual é seu plano de universalização de acesso à rede, como vai ser implementando, financiado e sustentado?

pra responder, o postulante ao cargo máximo de gestão do país deveria ter lido coisas como minha pequena receita de um brasil digital, de 2006, onde começo dizendo que… “Nos próximos anos, quem não tiver banda larga não terá internet. Como chegaremos lá se estamos, ainda, com apenas 10% dos brasileiros na rede?… Pode ser mais fácil do que parece, se conseguirmos seguir uma receita bem simples…”. receita que, aliás, não foi usada pelo governo atual nos últimos quatro anos…

também é preciso entender como anda a rede no .BR; como? lendo o excelente comunicado do IPEA sobre o assunto, comentado por @srlm e @fabiolacidral aqui neste podcast. isso deve ser feito, quase que necessariamente, comparando com o que ocorre no planeta, onde o brasil anda caindo nos rankings mundiais de competitividade digital, como o do economist, onde descemos mais duas posições, caindo para 42o. e ficando atrás do chile, grécia, hungria, malásia, áfrica do sul e méxico, por exemplo.

e não se pode esquecer que o governo de plantão tem um plano, o PNBL: seja da situação ou oposição, qualquer candidato tem que entender “qual é a do PNBL”. na minha opinião, o plano tem a jeitão de [e pode vir a ser] um novo “plano de integração nacional” que, se executado com um mínimo de competência, pode dar muito, muito certo. ao governo atual, o crédito de ter proposto o PNBL; mas quem governar a partir do ano que vem terá que adaptá-lo às suas condições políticas, de investimento e gestão e fazer algo do tamanho do brasil sobre ele.

* * *

bom, isso é pra começar. imagino que os candidatos tenham um dever de casa pelo menos deste porte para cada pergunta que lhes seja feita sobre os grandes temas de interesse nacional… e que será impossível obter de cada um, mesmo dos mais preparados, uma resposta articulada, na ponta da língua, para as dezenas, centenas de temas que preocupam o país, as pessoas, as empresas, a sociedade civil… desde o déficit da previdência ao no mercado de commodities agrícolas e o programa espacial, passando pela universalização do esgoto tratado nas casas, algo tão importante, pelo menos, quanto o acesso à rede em banda larga.

mas todos e todas têm que saber, pelo menos, quais são as perguntas que nós –do lado de cá das urnas- consideramos importantes e relevantes. e nós todos, dada a oportunidade de um debate público, aberto e em rede, não podemos deixar de expressar nossas preocupações, na forma de perguntas que exijam uma reflexão sincera e resposta séria, possível de ser transformada em planos, projetos, investimentos e realidades, se o candidato ou candidata se tornar presidente.

Artigos relacionados

0 Responses to perguntas curtas… em rede, para possíveis presidentes

  1. Laerte disse:

    Esta eleição esta muito indefinida, com candidatos muito parecidos.
    Hora eles falam coisas sensatas, hora falam bobagens.
    Pode ser que esta eleição seja definida, quando algum candidato se comprometer publicamente com alguma mudança relevante, inovadora e polemica; onde a eventual aplicação dessa nova idéia iria mudar para sempre os costumes, a política ou a economia brasileira.
    QUEM TERIA ESTA FÓRMULA?

  2. DIZ.COM.TENTE disse:

    DE CARA COM O BRASIL, ACESSEM O BLOG IMPERDIVEL

  3. DIZ.COM.TENTE disse:

    dizcomtente.blogspot.com

  4. O quarto poder, "Sabios de Sião" disse:

    A “engenharia social” pode ser definida como a técnica de moldagem das crenças e padrões de comportamento de um grupo social para facilitar o seu controle pelos grupos detentores do poder político e econômico. Sua aplicação é feita, principalmente, por intermédio dos meios de comunicação de massa, geralmente controlados pelos grupos dominantes.
    O principio básico da “engenharia social” é a neutralização da razão que orienta as atitudes individuais e a sua substituição pela irracionalidade coletiva. No livro “Battle for the Mind: A Physiology of Conversion and Brainwashing” (Batalha pela mente: uma fisiologia da conversão e da lavagem cerebral), de 1957, o Dr. William Sargant, um especialista do Instituto Tavistock que passou vários anos estudando o “otimismo tecnológico” da população dos EUA, descreve o conceito: “Vários tipos de crenças podem ser implantados em um grande número de pessoas, depois que as funções cerebrais tenham sido suficientemente perturbadas pelo medo, raiva ou excitação acidentais ou deliberadamente induzidas. Dos resultados causados por tais distúrbios, o mais comum é a capacidade de julgamento temporariamente prejudicada e a suscetibilidade elevada. Suas várias manifestações de grupo são às vezes classificadas sob o rótulo de `instinto de rebanho

  5. Carlos disse:

    Que português horrível! Não vou nem falar da idiotice de escrever tudo em minúsculo. Pontuações sofríveis!

  6. MARCELA disse:

    Esse cara se jura, quer dizer que pra estar informado sobre o assunto tem que ler SUA matéria/? Tratamento de esgoto é tão importante quanto acesso a internet por banda larga? Desde quando? Só no seu mundo mesmo.

  7. Os proximos governantes e devemos incluir aí, os futuros Governadores tambem, devem mudar a ótica tributaria sobre a Comunicação, incluindo telefonia fixa e movel, Banda Larga, TV Digital e demais meios.
    No Sec.

  8. Continuação do Comentario anterior

    No Sec. XXI a Comunicação é uma necessidade basica e não um luxo.

    As Politicas Publicas para a Macro Inclusão Digital, devem levar a integração entre União, Estados e Municipios de Programas que levem cidades a serem totalmente digitalizados, as Cidades Digitais com conteudo publico forte, oferecendo transparencia e a participação da Sociedade Civil.

    Esperamos coragem politica para enfrentar os grandes interesses envolvidos entendendo que as Tecnologias estão disponiveis para a grande Revolução Digital em nossa desigual sociedade…

    Um Computador por Aluno JÁ!

  9. paulo roberto disse:

    politica – polis – muitos, mas é para poucos, o que interessa realmente é o dinheiro pago pelos contruibuintes, a cada 4 anos só promessas, mas não arrumamos a casa, a saude , a educação, a segurança, emprego, moradia, infra-estrutura, cheguei a uma conclusão, tenho vergonha de votar, o poder é corrupto.

  10. rolexfake disse:

    Excellent reproduction Arsenalmerchandise sells at resonable price.The Real Madrid merchandise with high quality and exclusive design.Choose one amazing of
    England Premier League merchandise to highlight your life style.

  11. rolexfake disse:

    Till now, replica rolex daytona well-known all over the world.With a large selection of rolex daytona replicaand a low price on every model, watchwax.com is the best place to shop for Luxury Rolex watches.

  12. rolexfake disse:

    We are rolex oyster perpetual experts selling only the finest, top level condition, and preowned men’s and ladies’ rolex oyster perpetual datejust, used Rolex watches, unused Rolex watches and new Rolex watches on the market. Our top priority is to provide every customer with the highest quality Rolex watch at the lowest price available. Browse our wide selection of Rolexes for sale.

  13. rolexfake disse:

    Good post!
    Our web sells thereplica rolex submarinerwith high quality and exclusive design.Welcome to choose!
    Thanks!

  14. jujuba disse:

    esse troco de gorvenos de politica e uma grande merda essa porras nao fazem nada pela gente eu quero mais que esse caralhos va tudo se fuder . eu voto branco sempre, quero que todas esspaorras vai toma no furingo docu