MENU

Escrito por • 15/06/2010

robocup: a outra[!] copa

em tempo de copa, só se fala em copa. no país do futebol, da pátria em chuteiras de nelson rodrigues, não ia dar outra coisa mesmo.

mas este blog não entende do assunto a ponto de competir com os milhões de comentaristas de plantão, além do bob fernandes aqui mesmo do terra, baiano da gema, claro, que até profissional da bola foi, num passado –diz o juca kfouri- muito distante.

imageapesar disso, há pelo menos uma outra copa, também de bola, que chama a atenção, a partir do dezenove de junho: a robocup 2010, rolando este ano em cingapura, the “fine city”.

a robocup lá de s’pore é muito diferente do mundo da áfrica do sul, primeiro porque não tem vuvuzelas [acho]; segundo porque são múltiplos campeonatos de robôs, todos com regras ainda muito primárias se comparadas às do jogo humano inventado pelos bretões; terceiro porque as robocups estão acontecendo há apenas 13 anos, desde a primeira competição em nagóia, japão.

diferentemente da copa da fifa, há uma robocup por ano e, mesmo considerando que o atual nível das “partidas” não emocionaria muitas platéias humanas, o pessoal por trás do evento não está pra brincadeira. pra se ter uma idéia, o objetivo original da robocup é…

…by mid-21st century, a team of fully autonomous humanoid robot soccer players shall win the soccer game, complying with the official rule of the FIFA, against the winner of the most recent World Cup…

ou… aí por 2050, ter criado um time de robôs autônomos capaz de ganhar um jogo de futebol -jogado pelas regras oficiais da FIFA- contra o time puramente humano que houver ganho a copa do mundo mais recente.

pra colocar as coisas em perspectiva, vale a pena lembrar que a capacidade computacional pelo mesmo preço aumentou um bilhão de vezes entre 1965 e 2005 e que isso era só o começo. de 2005 a 2030 estima-se que aumente mais um bilhão de vezes. foram quarenta anos para o primeiro bilhão de vezes, seriam vinte e cinco para o segundo… e, deixando barato, é bem possível que haja outro bilhão de vezes de aumento de capacidade entre 2030 e 2050.

ou seja, daqui até a fatídica data do eventual embate entre humanos e humanóides, estaríamos competindo contra capacidade computacional [pelo mesmo preço] um quintilhão de vezes superior a atual… isso é, só pra você ter em mente, um “1” seguido de dezoito zeros. coisa grande, muito grande.

melhor, portanto, achar que os carinhas que vão “jogar” contra os campeões mundiais humanos em 2050 serão bem melhores do que a galerinha abaixo, os robôs “kidsize” de darmstadt [dribblers] e berlin [FUmanoids] na final de um dos campeonatos da robocup de 2009.

 

a segunda parte da decisão de 2009 está neste link e darmstadt destroçou berlin pelo placar de 11 a 1!

2010 tem copa; 2050 tem copa. se os engenheiros por trás do desafio estiverem certos, é bom a galera da FIFA não programar um jogo com os humanóides pra entregar a faixa de campeão aos humanos… só pra não correr riscos desnecessários, como diziam ontem uns sábios repórteres da maior TV do país: segundo as tais fontes abalizadas, o projeto do único time pentacampeão do planeta, no dia de hoje, é não fazer feio diante da… coréia do norte!

image

como assim? mesmo eu, com toda minha ignorância futebolística, sei que nós deveríamos entrar em campo como o santos de andré, ganso e neymar e, mesmo que tomássemos algum gol deles, era fazer como darmstadt fez com berlim no “kidsize” e vencer de 11a 1!…

mas esta é outra conversa. aproveitando que não se fala em outra coisa [inclusive sobre a genial estratégia que estamos desenvolvendo, de ganhar uma copa na defesa…] este blog, que não –como já se disse antes- entende de futebol, vai falar, nos próximos dias, de futebol de robôs, coisa da qual também não entendemos direito, ainda, mas que serve pra testar os limites de um bom número de tecnologias que poderão mudar, e muito, a vida dos humanos e a forma como vivemos no planeta.

imagee a robocup não é só um desafio futebolístico; é, também, um simpósio científico cujo único artigo brasileiro, entre as 22 apresentações [MR-Simulator: A Simulator for sub-league Mixed Reality of Robocup] é da galera da UNEB, de salvador, liderada pelo professor marco simões, que também está competindo nas categorias simulation 2D & 3D e mixed reality.

times da FEI e da FURG [seria o time da UFRGS, mas eles não irão] estão competindo na categoria small size e há um número de times classificados na categoria JR, para estudantes até 19 anos, muitos dos quais vão perder o evento e as competições por pura falta de condições financeiras para estar lá. pena, pois se trata de uma grande oportunidade para ver, competir, discutir, ensinar e aprender, junto com os melhores do mundo.

o blog, cortesia de marco simões, vai acompanhar pelo menos parte da aventura brasileira na robocup 2010. vamos ver em qual das duas copas o brasil vai mais longe, e por quanto tempo, no futuro próximo. fique conosco, que aqui também tem copa!…

image

Artigos relacionados

0 Responses to robocup: a outra[!] copa

  1. Olá, muito bom o artigo. Tenho apenas uma correção quanto aos times brasileiros na categoria smallsize: na realidade, é o time RoboPET da UFRGS que foi classificado (infelizmente não poderemos participar), e não o time da FURG, como foi dito.
    O nosso excelente desempenho no futebol de humanos é um grande incentivo para melhorarmos ainda mais no futebol de robôs. Vamos trabalhar duro para que o jogo de 2050 seja Brasil x Brasil!

    • srlm disse:

      kauê,

      grato pela correção; leitores, é isso aí mesmo; o time que foi classificado foi da UFRGS, mas não vai poder ir; fontes da academia informaram ao blog que o time da FURG também teria sido classificado, o que não se confirmou. sendo assim, os únicos times brasileiros na competição serão os da UNEB e FEI… além de algum time da robocup JR sobre o qual não temos qualquer informação ainda.

  2. Cintia Novais disse:

    Esse grupo da UNEB (Salvador/Ba) é D+!!!!
    Participam todos os anos dessas competições de futebol de robôs e sempre trazem muitas vitórias para nós brasileiros! Vitórias essas que logo logo gerarão frutos ainda maiores para a ciência e tecnologia do nosso país! Parabéns Prof. Silvio Meira pela cobertura!

  3. Luciano disse:

    Legal! Visite o bloc COPICES = EU QUERO COPAR!
    Aqui = http://copices.blogspot.com

  4. Anselmo Lacerda disse:

    Silvio, excelente Post! vou acompanhar os posts do Blog! Ainda bem que essa copa nao tem as vuvuzelas pra atrapalhar os competidores!