MENU

Escrito por • 17/06/2010

uma “federação” de “twitters”?

máquinas de busca, há muitas. google, bing, yahoo [ainda], yandex [que domina o mercado russo], baidu [que é dona da china]… sem falar das alternativas específicas, como a que eu uso para buscar textos acadêmicos, www.scirus.com, feito pela fast search and transfer, hoje parte da microsoft [que pagou US$1.2B por ela em 2008].

redes sociais, há muitas mais. de netlog a bebo [quase sendo vendida pela AOL], de www.oro-aro.com a facebook, de hi5 a www.eons.com, uma rede social para a terceira idade, são tantas que você poderia desligar orkut de uma hora pra outra e não notar a falta dele depois de algum tempo, tantas são as alternativas.

o mesmo vale para infraestruturas de emeio, de blogs, de imagens [como flickr…], documentos, discos virtuais… e o que mais você quiser na web, menos para uma coisa: máquinas de status, o tipo de lugar onde todo mundo diz o que está fazendo e rolando agora e, a partir de lá, todo o resto do mundo sai atrás do que está acontecendo e volta pra relatar o que viu, comentar o que acha, o que queria que fosse e mandar, de quebra, galvão calar a boca. esta, só há uma, e ela é o twitter.

resultado? desde que começou, o twitter está sobrecarregado e não há nenhuma alternativa prática para ele. tudo bem, há identi.ca, que ainda por cima é software aberto, mas não “pegou”.

no twitter, é só nós [brasileiros, por exemplo] começarmos uma campanha qualquer [como o cala a boca, galvão!] que a coisa fica de joelhos. pra você que tá vendo a coisa de longe e diria… e daí, deixa isso pra lá e vamos brincar de outra coisa!… o problema é muito maior do que “brincar”; twitter se tornou parte essencial da statusfera, o lugar virtual distribuído no espaço [mas concentrado nele, twitter, e sincronizado no tempo] onde todo mundo se atualiza, a ponto de se poder dizer que, se não acontece no twitter, é porque não está acontecendo.

consequência? é preciso repensar o modelo do twitter; talvez não seja razoável ter um único sistema e única timeline [a linha de tempo do twitter]sincronizando todo o planeta. e isso da mesma forma que não há uma única empresa processando todos os emeios enviados: seriam perto de dois milhões por minuto! e, se houvesse, deveria estar sujeita a um órgão regulador na altura da ONU, tal a complexidade do que estaria fazendo e, claro, o poder que deteria.

o “problema do twitter” foi discutido recentemente por om malik, que lembrou um texto de 2009 onde já se propunha uma “federação de twitters”, uma rede articulada e resiliente de máquinas virtuais capazes de replicar o serviço [daí o rede, articulada] ao redor do planeta, de tal forma que uma queda parcial da infraestrutura [daí o resiliente] não tivesse o efeito o-mundo-está-acabando que rola, hoje, quando o twitter sai do ar.

isso porque todo mundo, até o bolão da galera do futweet, usa a autenticação do twitter como mecanismo de acesso ao jogo de palpeets. também, quem mandou o twitter disponibilizar uma API pra isso? ocorre que ontem, dia em que parece que todo mundo estava na rede e no twitter [e twitter resolveu atualizar o software], quem tentou dar um palpeet através do twitter dançou. dependência é isso aí.

pois é: o problema está aí e muita gente sabe como resolvê-lo. mas a solução, nestes casos, tem pouco a ver com a técnica pura e simples. há negócios, poder e política em cena e não vai ser nada fácil achar uma solução. a não ser que twitter se resolva e se torne o dono, o monopólio da statusfera mundial.

mas talvez o melhor, para todos e para twitter, não seja mesmo ele –twitter- dar conta de tudo, criando a oportunidade para que se empreenda uma solução em rede, de múltiplas operações do “tipo” twitter, capazes de se atualizarem mutuamente, usando protocolos abertos e possibilitando os usuários migrarem de uma para outra, junto com seus perfis.

ah, você diria… este seria o ideal, num mundo que não existe. pois é.  não existe mesmo. então, enquanto isso, aguente o twitter baleiando o tempo todo,,,

twitter joke whale down real whale

Artigos relacionados

0 Responses to uma “federação” de “twitters”?

  1. Filipe Monteiro disse:

    Silvio, vc sempre um passo a frente da percepção média… sim… esse lance de emeio vai pegar!

  2. Olá Silvio Meira. Além do identi.ca ser open source, ele implementa um protocolo também open exatamente para esta funcionalidade que você imaginou: conseguirmos montar uma “federação de servidores” para a statusfera.

    Segue alguns links para sua leitura:
    http://status.net/wiki/OStatus

    E:
    http://ostatus.org/

    E tudo open source. Coisa boa, não?

  3. Nitai Bezerra disse:

    silvio, realmente o baleiamento do twitter impacta cada vez mais longe. enquanto a federação não emergir o twitter vai ditando suas prioridades. e que parece ser, neste momento, engrenar o modelo de negócio publicitário. há alguns meses a home foi atualizada incluindo o Trending Topics, e eles acabaram de vender seu primeiro TT de propaganda pra Pixar expor o Toy Story 3. só esse modelo de negócio daria todo um novo post #PNW.
    o twitter dobrou seu contingente nos ultimos 6 meses, e prentede dobrá-lo nos até o fim do ano. isso é suficiente? qual a priorização da infra, dentre outras necessidades como spam no TT, diante da necessidade de fazer dinheiro?

  4. Anselmo Lacerda disse:

    Silvio,
    O Twitter enfrenta diversos desafios principalmente em relacao aos modelos de negocios que eles pretendem adotar a partir de agora, alem disso, as aplicacoes sao dependentes do Twitter podem sofrer impactos que podem levar ao fracasso de negocios e aplicacoes que dependam das infra-estrutura e principalmente da politica adotada pelo Twitter.

    Permitir no Twitter que anunciantes utilizem o Trending Topics para promover seus produtos e serviços. Mas, essa questao dele gerir esses conteudos e uma decisao arriscada, sera que podemos confiar em orgao regulador para regular o que deve ou ser no postado no Twitter? Senao vamos cair naquela dos meios de comunicacao que fazem o tal Agenda Setting que sao assuntos acordados em todos os meios de comunicacao para publicarem aqueles determinados assuntos e outros sao esquecidos ou colocando em Quinto Plano como somente um trecho escondido no comunicacoes digitais e impressos! Sera que estamos caminhando para um Twitter que regula as noticiais e os Posts fazendo uma Agenda Setting Regulatoria que deve ficar na Mao de um Burocrata que tera o poder dos 3C.

  5. rolexfake disse:

    Excellent reproduction Arsenalmerchandise sells at resonable price.The Real Madrid merchandise with high quality and exclusive design.Choose one amazing of
    England Premier League merchandise to highlight your life style.

  6. rolexfake disse:

    Till now, replica rolex daytona well-known all over the world.With a large selection of rolex daytona replicaand a low price on every model, watchwax.com is the best place to shop for Luxury Rolex watches.

  7. rolexfake disse:

    We are rolex oyster perpetual experts selling only the finest, top level condition, and preowned men’s and ladies’ rolex oyster perpetual datejust, used Rolex watches, unused Rolex watches and new Rolex watches on the market. Our top priority is to provide every customer with the highest quality Rolex watch at the lowest price available. Browse our wide selection of Rolexes for sale.

  8. rolexfake disse:

    Good post!
    Our web sells thereplica rolex submarinerwith high quality and exclusive design.Welcome to choose!
    Thanks!