MENU

Escrito por • 05/11/2008

vitórias digitais…

jeff zucker, ceo da NBC Universal, foi questionado sobre o "mundo digital" há um ano. sua resposta? "Nobody has figured out the economic model yet. And if we don’t figure it out soon, those dollars will turn to pennies." em tradução livre… a revolução da informação transforma dólares analógicos em centavos digitais. e nós não fazemos a menor idéia de como lidar com isso. certo, absolutamente na mosca, apesar da dúvida remanescente [só dele, no… if we don’t figure…]. zucker deveria ser republicano [mas parece que não é] e, nestes dias, tá cortando meio bilhão de dólares do orçamento de sua empresa, e não só por causa da recessão. algo me diz que zucker e sua turma não estão entendendo muito bem o que está acontecendo e estão perdendo muito terreno para o mundo digital ao seu redor. 1 x 0.

do outro lado do lago, um relatório [algo controverso] da verdict research é o primeiro a apontar uma tendência que muita gente que está por dentro do lance sabe, há tempos, que ia rolar. as vendas de jogos cresceram 42% entre 2007 e 2008 na inglaterra, o que vai levá-las a suplantar os mercados combinados de música e vídeo por uma pequena margem [£4.64B contra £4.46B]. mas que passou, passou. digital ganhou de novo. e a diferença só tende a aumentar. em jogos, mesmo que o software na casa do jogador seja pirata, a grande jogada vai ser on-line; e as companhias todas vão acabar distribuindo o cliente grátis pra cobrar pela assinatura pra jogar em rede. quem já está fazendo isso tá ganhando muuuito dinheiro. 2 x 0.

pra terminar, obama ganhou de mcCain. a internet ganhou do fax. ou será que foi da telegrafia e código morse? ou dos sinais de fumaça?… tanto faz. o importante é que um novo modo de ver o mundo, vivê-lo e fazer campanha [inclusive pelo twitter…] ganhou no lugar que serve de exemplo pra muitos outros lugares mundo afora. digital ganhou de novo. 3 x 0.

 barack_obama.jpg

tomara que a ansiedade depositada na vitória, pelos que esperam muito mais do que ela pode dar em retorno, no curto prazo, não se transforme, na mesma velocidade em que cresceu, numa desesperança profunda. aí os três gols da rodada terão sido contra e voltaremos pra bem antes da estaca zero. atenção, américa: o negócio agora é tocar a procissão com muito carinho… que o santo, no andor, é de barro muito fino…

Artigos relacionados

0 Responses to vitórias digitais…

  1. Concordo em género, número, grau e bits professor.

    Além de uma quebra de barreira social e cultural, a eleição de Obama provou(mais uma vez) que a vitrine digital e as redes sociais possuem um enorme poder.

    Parabéns pelo post e pelo blog.

  2. Concordo em género, número, grau e bits professor.

    Além de uma quebra de barreira social e cultural, a eleição de Obama provou(mais uma vez) que a vitrine digital e as redes sociais possuem um enorme poder.

    Parabéns pelo post e pelo blog.