MENU

Escrito por • 29/07/2008

você tem medo de quê?

080709-brain-fear_big.jpgcientistas parecem ter descoberto a região do cérebro que causa a vasta maioria dos medos e fobias. os neurônios intercalados [ITC] da amígdala [veja no diagrama da national geographic ao lado] são essenciais para "apagar" as memórias de medo [como sons, imagens e cenários] e permitir comportamentos normais em situações onde o contexto é semelhante [mas não igual] a um outro, anterior, onde tivemos muito medo.

quando os ITC não funcionam bem, as memórias não são apagadas, ou apagadas em parte, e ficamos com medo ou paralisados diante de contextos que a amígdala relaciona com situações de medo [e risco]. vêm daí as fobias a cobras, ratos, baratas e a certos sons e imagens.

o cérebro humano é uma gigantesca máquina de processar informação; são cem bilhões de neurônios trabalhando em paralelo e calculando, o tempo todo, nossas reações ao contexto. e o cérebro ainda é uma máquina muito pouco conhecida; descobertas como esta são parte do caminho para entendê-lo melhor e, conseqüentemente, melhorar a forma de programar nossos neurônios para realizar a contento suas funções.

ao contrário do que pode parecer, estamos programando o cérebro -deliberadamente- há milênios. as primeiras evidências de uso de ópio, por exemplo, datam de 10.000 AC, em pleno neolítico. mas pode ser que seu uso remonte aos homens de neandertal, 100.000 anos antes de cristo.a casca do salgueiro, cuja versão moderna é a aspirina, que modifica o comportamento cerebral para atenuar a sensação de dor, era conhecida desde hipócrates, no século V AC. a "programação" do cérebro usando drogas como ópio e aspirina foi descoberta quase por acaso, em épocas remotas, onde o funcionamento do sistema neuronal que nos guia era completamente desconhecido.

à medida que nosso conhecimento sobre o cérebro avança, e a passos largos, é cada vez mais provável que consigamos [re]programar cérebros para melhor reagir a estímulos externos. não vai ser nem um pouco mais fácil do que escrever programas para computadores. muito pelo contrário. mas pode dar resultados muito mais interessantes.

"programar" o cérebro pra ler [e escrever], por exemplo, talvez seja muito pouco em relação ao que pode ser feito, no longo prazo, depois que entendamos mais a nossa máquina cerebral. leitura e escrita foram fundamentais para criar a civilização como a entendemos hoje, até porque as regras da sociedade [e boa parte do contexto] dependem disso. mas pense o que poderíamos programar, se tentássemos… de verdade.

pra quem quiser se livrar de seu pavor de ratos, baratas e escuro, em breve um remédio na farmácia da esquina. pra quem quiser fazer integrais duplas bem rapidinho, no futuro próximo um programa na internet. pra fazer download [quase] direto pro seu cérebro. será?…

 

Artigos relacionados

0 Responses to você tem medo de quê?

  1. Karina disse:

    Que descoberta maravilhosa! Parabéns!!!
    Logo pensei na minha acrofobia. Não parece mas a vida fica limitada com esse medo.
    Há pessoas que não entendem e já sofri muito por me forçarem a encarar o medo. No meu caso não tem jeito, tentei fazer regressão mas não deu em nada. Ficarei aguardando ansiosa para saber onde poderei me tratar.
    Abraços

  2. Karina disse:

    Que descoberta maravilhosa! Parabéns!!!
    Logo pensei na minha acrofobia. Não parece mas a vida fica limitada com esse medo.
    Há pessoas que não entendem e já sofri muito por me forçarem a encarar o medo. No meu caso não tem jeito, tentei fazer regressão mas não deu em nada. Ficarei aguardando ansiosa para saber onde poderei me tratar.
    Abraços

  3. Mariane disse:

    Ótima notícia par aentender as fobias humanas!

  4. Mariane disse:

    Ótima notícia par aentender as fobias humanas!

  5. MUITO BOA A REPORTAGEM. MAS ESCREVER/PENSAR SOBRE ESTE ASSUNTO NÃO É FÁCIL. A LINGUAGEM OSCILA DE CÉREBRO PARA O MENTAL E VICEVERSA, ALÉM DE TECNO-CIENTÍFICO PARA A LINGUAGEM COMUM.
    A ÁREA DE MEDO ESTÁ LINCADA COM QUE OUTRAS EMOÇÕES???
    MEDICAÇÕES PARA A SÍNDROME DE ESTREESSE PÓSTRAUMÁTICO PODE ANULAR A MEMÓRIA DO INDIVÍDUO QUE NÃO DESEJA ISTO. ESTE É UM PROBLEMA DO AMBIENTE POLÍTICO E SOCIAL DA QUESTÃO, QUE NÃO SERÁ SUPLANTADO PELO CONHECIMENTO E A FARMCOLOGIA.

  6. MUITO BOA A REPORTAGEM. MAS ESCREVER/PENSAR SOBRE ESTE ASSUNTO NÃO É FÁCIL. A LINGUAGEM OSCILA DE CÉREBRO PARA O MENTAL E VICEVERSA, ALÉM DE TECNO-CIENTÍFICO PARA A LINGUAGEM COMUM.
    A ÁREA DE MEDO ESTÁ LINCADA COM QUE OUTRAS EMOÇÕES???
    MEDICAÇÕES PARA A SÍNDROME DE ESTREESSE PÓSTRAUMÁTICO PODE ANULAR A MEMÓRIA DO INDIVÍDUO QUE NÃO DESEJA ISTO. ESTE É UM PROBLEMA DO AMBIENTE POLÍTICO E SOCIAL DA QUESTÃO, QUE NÃO SERÁ SUPLANTADO PELO CONHECIMENTO E A FARMCOLOGIA.

  7. marcia ruiz disse:

    seria maravilhoso se essa descoberta fosse mesmo real e desse resultado, pois tenho um filho com quase 19 anos é inseguro em tudo que faz tem medo de tudo nem se alfabetizar não conseguiu e ele sofre muit0 por isso parabéns para quem teve essa descoberta genial e espero que coloquem logo em prática estou torcendo por voces beijos

  8. marcia ruiz disse:

    seria maravilhoso se essa descoberta fosse mesmo real e desse resultado, pois tenho um filho com quase 19 anos é inseguro em tudo que faz tem medo de tudo nem se alfabetizar não conseguiu e ele sofre muit0 por isso parabéns para quem teve essa descoberta genial e espero que coloquem logo em prática estou torcendo por voces beijos

  9. Iara disse:

    Eu não tenho medo de RATOS…tenho pavorrrrrrrr…entro em pânico….qqueria ajuda para me livrar disto. Obrigada.

  10. Iara disse:

    Eu não tenho medo de RATOS…tenho pavorrrrrrrr…entro em pânico….qqueria ajuda para me livrar disto. Obrigada.

  11. Ester Dias disse:

    Que maravilhaa!
    Amei ter lido essa reportagem e saber q em breve, breve msm, estarei livre dos medos!
    Aiai!

  12. Ester Dias disse:

    Que maravilhaa!
    Amei ter lido essa reportagem e saber q em breve, breve msm, estarei livre dos medos!
    Aiai!

  13. waldir araujo pereira disse:

    Gostei da notícia. Aos poucos o homem vai podendo abrir sua consciência para maiores possibilidades: apagar seus medos, seus bloqueiros… Eu que tinha bloqueiros (medos) de computador, estou adorando saber que posso me desfazer deles … e partir pro abraço.

  14. waldir araujo pereira disse:

    Gostei da notícia. Aos poucos o homem vai podendo abrir sua consciência para maiores possibilidades: apagar seus medos, seus bloqueiros… Eu que tinha bloqueiros (medos) de computador, estou adorando saber que posso me desfazer deles … e partir pro abraço.

  15. Felipe Barcelos Alves disse:

    Na verdade, pensando a fundo já programamos nossa mente no dia-dia. Difícil é nos livrar de hábitos milenares que trazemos até hoje e é aí que reside a maior luta travada pela humanidade na senda da evolução. Cada geração é responsável por despir essas “roupas” que nossos ancestrais trajavam e deixar roupas mais leves para que nossos filhos tenham mais facilidade para despir. O auto-controle, antes de ser comercializado na farmácia da esquina, está dentro de cada um. Talvez seja um caminho errado comprar um medicamento para um veneno, sendo que o antídoto está dentro de mim mesmo. Trabalhar o auto-controle com seus medos é muito mais evolutivo do que caminhar até a farmácia e pagar pelo remédio.

  16. Felipe Barcelos Alves disse:

    Na verdade, pensando a fundo já programamos nossa mente no dia-dia. Difícil é nos livrar de hábitos milenares que trazemos até hoje e é aí que reside a maior luta travada pela humanidade na senda da evolução. Cada geração é responsável por despir essas “roupas” que nossos ancestrais trajavam e deixar roupas mais leves para que nossos filhos tenham mais facilidade para despir. O auto-controle, antes de ser comercializado na farmácia da esquina, está dentro de cada um. Talvez seja um caminho errado comprar um medicamento para um veneno, sendo que o antídoto está dentro de mim mesmo. Trabalhar o auto-controle com seus medos é muito mais evolutivo do que caminhar até a farmácia e pagar pelo remédio.

  17. Marianne disse:

    Muito interessante… Mas sempre que iniciamos um raciocínio sobre qualquer assunto, primeiramente, imagino que estamos olhando a nossa mão, e fazemos o apontamento, percebemos que ao estender a mão… três dedos apontam para a pessoa , um dedo indicativo (frente), e um para cima.A força do raciocínio e das palavras, ecoam primeiro para quem as emitem. Me atrevo a primeira pergunta:E voce… Qual o seu maior mêdo…

    Parabéns… Excelente questão…

  18. Marianne disse:

    Muito interessante… Mas sempre que iniciamos um raciocínio sobre qualquer assunto, primeiramente, imagino que estamos olhando a nossa mão, e fazemos o apontamento, percebemos que ao estender a mão… três dedos apontam para a pessoa , um dedo indicativo (frente), e um para cima.A força do raciocínio e das palavras, ecoam primeiro para quem as emitem. Me atrevo a primeira pergunta:E voce… Qual o seu maior mêdo…

    Parabéns… Excelente questão…

  19. Luana disse:

    Não vejo isso como algo positivo, creio que temos que aprender a nos superar em nossos medos por si mesmos. O medo funciona tambem como uma proteção o que devemos é distinguir nossos medos. Agora a pretensão de programar nossos medos tão logo maximizar nossas habilidades, isso não seria problema? Perguno; Seria sim quando depois disso essa tecnologia de reprogramação maximizasse mentes psicopatas ou gerasse a falta do medo em individuos que não teriam + limites, o que ocorreria seria uma ameaça a vida em sociedade. Imagine um assassino, um ladrão, um politico corrupto, ou até mesmo nossos desvios de personalidade comum a qualquer humano, com esse poder destrutivo maximizado o que o mundo viraria…

  20. Luana disse:

    Não vejo isso como algo positivo, creio que temos que aprender a nos superar em nossos medos por si mesmos. O medo funciona tambem como uma proteção o que devemos é distinguir nossos medos. Agora a pretensão de programar nossos medos tão logo maximizar nossas habilidades, isso não seria problema? Perguno; Seria sim quando depois disso essa tecnologia de reprogramação maximizasse mentes psicopatas ou gerasse a falta do medo em individuos que não teriam + limites, o que ocorreria seria uma ameaça a vida em sociedade. Imagine um assassino, um ladrão, um politico corrupto, ou até mesmo nossos desvios de personalidade comum a qualquer humano, com esse poder destrutivo maximizado o que o mundo viraria…