MENU

Escrito por • 30/11/2010

wikiLeaks ataca de novo

depois da máquina de guerra americana, wikiLeaks agora publica pilhas de documentos da diplomacia de tio sam, expondo comentários pouco respeitosos sobre deus, todo mundo e mais batman e robin, que parecem ser, segundo parte do departamento de estado lá do norte, alguma fantasia dos companheiros putin e medvedev. os comentários da máquina diplomática mais cara do mundo são muito semelhantes, por sinal, àqueles que fazemos quando certas pessoas não estão por perto ou ouvindo.

isso pode ser muito bom e –ou- muito ruim. é bom porque traz para o escrutínio universal as ações do país ainda mais poderoso do planeta. tal força, exatamente por sua intensidade e alcance, se intromete e parece ter a ver com a vida de todo mundo. se tem a ver com tanta gente, é bom saber o que eles estão pensando ou tentando fazer. mesmo assim, é preciso olhar, ver e contextualizar a informação vazada, senão muito pouco dela vai fazer sentido. inclusive partes que dizem respeito ao brasil.

mas… talvez seja muito ruim porque não há muita chance, no curto e médio prazos, de testemunharmos vazamentos de informação do mesmo porte e sobre ações e conversações de ditaduras como a arábia saudita, china e irã… e tais países têm muito a ver conosco, mesmo que não saibamos tão obviamente porque. e aí, com vazamentos quase que unilaterais, tendemos a condenar um dos lados e, talvez, achar que todo mundo do outro [ou dos outros] lado[s] é do bem e interessado na paz e no avanço da humanidade, seja lá o que isso for. não sei vocês, mas não contem comigo para membro do partido da ingenuidade universal… tô fora.

sempre é bom lembrar que os EUA são uma democracia, com todas as instituições funcionando e é isso, exatamente, que torna possível e mais provável –e aprovável, por muitos- os “leaks”, vazamentos de informação como os que estamos presenciando agora.

as consequências globais de tais “leaks”, venham de que lado vierem, sejam sobre o que forem, podem ser muito graves e potencialmente danosas para todos, porque nossa noção de humanidade, convivência e civilização está baseada numa certa assimetria de informação de um lado qualquer sobre qualquer outro lado.

pense: o que seria de você se todo mundo [todo mundo, mesmo, marido, mulher, sogra, namorada{o} e mãe, inclusive] tivesse noção de seus mais íntimos e menos publicáveis pensamentos, mesmo que extemporâneos, sobre o que o resto do mundo pensa, é, faz e diz? inclusive sobre eles, suas relações mais próximas?…

claro que vivemos em tempos de muito maior conectividade e transparência e isso leva a uma assimetria de informação muito menor do que, digamos, nos tempos de césar, o júlio. mas há quem diga, e com muito boas razões[veja este texto aqui no blog sobre transparência e privacidade], que a sociedade da informação tem que ter, também, uma certa assimetria e um paulatino esquecimento dos eventos e acontecimentos, sobre pena de nos desumanizarmos e nos tornarmos, cada vez mais, “sistemas”.

wikiLeaks, sob vários aspectos, é um “sistema” que representa a contemporaneidade da rede em toda sua complexidade, vantagens e desvantagens. por isso mesmo é que, mais do que a discussão sobre os documentos que vaza, wikiLeaks deveria ser, do ponto de vista do processo que representa, assunto para muitas e profundas discussões, especialmente sobre as consequências de médio e longo prazo para o cenário político mundial.

até porque é cômodo ver os outros se afundando nos vazamentos de suas lamas e sarjetas informacionais. mas… e se fosse aqui? afinal de contas, wikiLeaks diz que poderia “abalar as eleições brasileiras“; será que isso tem a ver com a insegurança intrínseca de nosso processo eleitoral ou com alguma eleição em particular, como os poucos milhares de votos que decidiram a eleição do maranhão este ano?…

todos temos crenças: acabo de presenciar um expert em segurança de informação dizer, diante de uma platéia de centenas de pessoas, que ninguém disputou o resultado das eleições do maranhão “tal a confiança que todos nós temos no sistema”. todo mundo tem o direito de dizer o que bem quer mas este blog está fora do “todos”: temos escrito sobre segurança e transparência das eleições eletrônicas brasileiras há anos, mas o tema está por trás de uma capa de “teflon”, tal como certos gestores públicos, e nada parece pegar.

talvez o imbecil coletivo que evita uma verdadeira discussão sobre as fraquezas do processo eleitoral brasileiro só possa ser desafiado por um vazamento de informação da classe wikiLeaks à qual este blog –e muitos outros- nunca teve acesso.

se isso acontecesse, o que faríamos? enterraríamos a cabeça no chão qual avestruzes e esperaríamos a tempestade de informação passar… negando todas as suas origens e efeitos… ou, corajosamente, discutiríamos os quês, porquês e comos de sua existência?…

mais dia, menos dia, mais bit, menos bit, à medida que o brasil se tornea mais interessante e nosso impacto mais global, haverá wikiLeaks sobre nossa terra. é só esperar. não estamos imunes –para sempre- a vazamentos de informação da classe wikiLeaks. e algo me diz, e a todos brasileiros que têm uma idéia rudimentar do que acontece nas entranhas do poder, que há muito mais que um “wikiLeak” esperando para acontecer no país. e agora.

uma das infelizes razões pelas quais um wikiLeak nacional não acontece –no sentido de ter o impacto que um wikiLeak americano tem- é que ainda não há gente suficiente, no brasil, educada e preocupada o suficiente para que o custo/benefício de um wikiLeak brasileiro faça sentido. mas isso é só uma questão de tempo. isso é alguma coisa que educação, em quantidade e qualidade, vai resolver aqui, também.

Artigos relacionados

42 Responses to wikiLeaks ataca de novo

  1. Adalberto Dias Costa disse:

    Silvio,

    Afinal, porque num país “democrático”, ainda parece haver uma máquina de beneficiários por trás de tantas instituições. “As eleições”, a mais importante delas, porque serve de guarda-chuva para outras, talvez, careceria de uma análise relativamente simples, de uma equipe de profissionais para provar que é frágil. Porque não fazemos? Este Estado no qual vivemos, é realmente uma democracia?

  2. Adalberto Dias Costa disse:

    Silvio,

    Afinal, porque num país “democrático”, ainda parece haver uma máquina de beneficiários por trás de tantas instituições. “As eleições”, a mais importante delas, porque serve de guarda-chuva para outras, talvez, careceria de uma análise relativamente simples, de uma equipe de profissionais para provar que é frágil. Porque não fazemos? Este Estado no qual vivemos, é realmente uma democracia?

  3. Arthur disse:

    Sílvio,

    parabéns pelo texto, só uma correção: felizmente, os EE.UU. não são e nunca foram uma democracia. Desde sua fundação são uma república constitucional, o que é bastante diferente (embora usem, sim, diversos mecanismos democráticos para construir e manter tal república).

    http://en.wikipedia.org/wiki/Constitutional_republic

    Atenciosamente,
    Arthur.

  4. Arthur disse:

    Sílvio,

    parabéns pelo texto, só uma correção: felizmente, os EE.UU. não são e nunca foram uma democracia. Desde sua fundação são uma república constitucional, o que é bastante diferente (embora usem, sim, diversos mecanismos democráticos para construir e manter tal república).

    http://en.wikipedia.org/wiki/Constitutional_republic

    Atenciosamente,
    Arthur.

  5. ANDREIA disse:

    Debaixo do pé esquerdo, escreva o nome dele. Repita três vezes: Debaixo do meu pé esquerdo eu te prendo (RMC) , eu te amarro (RMC), eu te mantenho (RMC) pelo poder das 13 almas santas e benditas e por São Cipriano, você vai ficar apaixonado por mim (RMC) e confessar o seu amor por mim, vai ficar comigo para sempre e me fará muito feliz. Que você (RMC) só tenha pensamentos, olhos, coração, amor, desejos, tesão, admiração, respeito, carinho, paz e realização sexual comigo (RMC) Que você seja um amante fiel, dedicado e completamente apaixonado por mim (RMC). Assim eu quero, assim será feito, assim já está feito, Amém. Publicar 4 vezes essa oração (forte para amarrar alguém) simpatia infalível, porém não se pode voltar atrás

  6. ANDREIA disse:

    Debaixo do pé esquerdo, escreva o nome dele. Repita três vezes: Debaixo do meu pé esquerdo eu te prendo (RMC) , eu te amarro (RMC), eu te mantenho (RMC) pelo poder das 13 almas santas e benditas e por São Cipriano, você vai ficar apaixonado por mim (RMC) e confessar o seu amor por mim, vai ficar comigo para sempre e me fará muito feliz. Que você (RMC) só tenha pensamentos, olhos, coração, amor, desejos, tesão, admiração, respeito, carinho, paz e realização sexual comigo (RMC) Que você seja um amante fiel, dedicado e completamente apaixonado por mim (RMC). Assim eu quero, assim será feito, assim já está feito, Amém. Publicar 4 vezes essa oração (forte para amarrar alguém) simpatia infalível, porém não se pode voltar atrás

  7. pirocaçu disse:

    Porra, estamos falando do wikiLeak e os desmandos dos EUA e vem uma louca varrida( de jogar pedra ) chamada ANDREIA postar comentários sobre os desvarios , demencia, incompetencia , incapacidade amorosa dela, com simpatias obscuras e formas impositivas para se ter alguem. aí gata maluca, ninguém é dono de ninguém, se voce não é capaz de ter alguem por sua capacidade, tenha cuidado o feitiço pode se virar contra a bruxa.

  8. pirocaçu disse:

    Porra, estamos falando do wikiLeak e os desmandos dos EUA e vem uma louca varrida( de jogar pedra ) chamada ANDREIA postar comentários sobre os desvarios , demencia, incompetencia , incapacidade amorosa dela, com simpatias obscuras e formas impositivas para se ter alguem. aí gata maluca, ninguém é dono de ninguém, se voce não é capaz de ter alguem por sua capacidade, tenha cuidado o feitiço pode se virar contra a bruxa.

  9. Lukas disse:

    Quanta porcaria!
    Péssimo texto. Além de simplesmente reproduzir o velho blablablá da democracia estadunidense, tenta colocar os EUA como vítimas.
    As verdadeiras vítimas são os países que sofreram guerras, golpes, pressões e intrigas da dita “democracia”. Isso inclui a nós, brasileiros, que sofremos um golpe militar na década de 1960 ao custo de muitas vidas.
    É graças a jornalista colunistas subervientes como você que o Império continua a explorar o resto da Terra.

  10. Lukas disse:

    Quanta porcaria!
    Péssimo texto. Além de simplesmente reproduzir o velho blablablá da democracia estadunidense, tenta colocar os EUA como vítimas.
    As verdadeiras vítimas são os países que sofreram guerras, golpes, pressões e intrigas da dita “democracia”. Isso inclui a nós, brasileiros, que sofremos um golpe militar na década de 1960 ao custo de muitas vidas.
    É graças a jornalista colunistas subervientes como você que o Império continua a explorar o resto da Terra.

  11. Eu aprendi que após o “ponto”, devemos colocar letra maiúscula. Também aprendi que no início da frase se usa letra maiúscula. Por que mudar isso? As boas e universais regras do português mudaram ?? Tudo que se ensina na escola vai por água abaixo, por conta dos “intelectuais” do momento…

  12. Eu aprendi que após o “ponto”, devemos colocar letra maiúscula. Também aprendi que no início da frase se usa letra maiúscula. Por que mudar isso? As boas e universais regras do português mudaram ?? Tudo que se ensina na escola vai por água abaixo, por conta dos “intelectuais” do momento…

  13. Fábio disse:

    Que matéria chapa-br.anca, hein meu amigo!!! Quanto a Fundação F.ord (leia-se C.ia) lhe pagou pra escrever esse manifesto em defesa da “perfeita” democracia estadunidense? Tadinhos, eles são tão inocentes e bem-intencionados!!!! Parabéns por essa defesa espetacular.

  14. Fábio disse:

    Que matéria chapa-br.anca, hein meu amigo!!! Quanto a Fundação F.ord (leia-se C.ia) lhe pagou pra escrever esse manifesto em defesa da “perfeita” democracia estadunidense? Tadinhos, eles são tão inocentes e bem-intencionados!!!! Parabéns por essa defesa espetacular.

  15. Eu disse:

    Por quantos dólares você se vendeu para escrever essa baboseira?

    Obs: Aprenda a colocar letras maiúsculas após um ‘.’ ok?

  16. Eu disse:

    Por quantos dólares você se vendeu para escrever essa baboseira?

    Obs: Aprenda a colocar letras maiúsculas após um ‘.’ ok?

  17. A. Mormul disse:

    Porque os EUA não são uma democracia. 1) O sistema eleitoral é tal que força que o pior seja sempre escolhido, dado que o financiamento gigantesco das campanhas visa tão somente comprometer o vencedor com os doadores. 2) Há, segundo o NYTimes, 850.000 funcionários somente para bisbilhotar os e-mails dos demais cidadãos para verificar se estão tramando contra o Governo. I.e.: a censura à vida privada é total. 3) Desde há muito tempo, o governo recebe on-line os lançamentos dos cartões de crédito e débito de todos os cidadãos, para efeito de segurança, dizem eles. 4) As compras federais são feitas sempre por preços astronômicos, sem que ninguém questione. 5) O Governo faz o que bem entende em política externa e ninguém reclara. … Poderia citar mais de 50 itens desse tipo, mas não há espaço aqui. Vocês, informem-se bem, leiam jornais internacionais, forums, blogs estrangeiros e verão como a verdade é diferente do que se propaga.

  18. A. Mormul disse:

    Porque os EUA não são uma democracia. 1) O sistema eleitoral é tal que força que o pior seja sempre escolhido, dado que o financiamento gigantesco das campanhas visa tão somente comprometer o vencedor com os doadores. 2) Há, segundo o NYTimes, 850.000 funcionários somente para bisbilhotar os e-mails dos demais cidadãos para verificar se estão tramando contra o Governo. I.e.: a censura à vida privada é total. 3) Desde há muito tempo, o governo recebe on-line os lançamentos dos cartões de crédito e débito de todos os cidadãos, para efeito de segurança, dizem eles. 4) As compras federais são feitas sempre por preços astronômicos, sem que ninguém questione. 5) O Governo faz o que bem entende em política externa e ninguém reclara. … Poderia citar mais de 50 itens desse tipo, mas não há espaço aqui. Vocês, informem-se bem, leiam jornais internacionais, forums, blogs estrangeiros e verão como a verdade é diferente do que se propaga.

  19. Ramon Valdez disse:

    A questão da “unilateralidade” dos vazamentos do WikiLeaks, em relação aos EUA, óbviamente se deve ao fato de que o(s) informante(s) de Assange, estão DENTRO dos EUA, muito provavelmente dentro do Pentágono ou em alguma agência de segurança nacional, e talvez explique as inúmeras teorias em vários forums de conspiração internacionais, de que ele pode ser CIA, MOSSAD ou MI-6. Ou ainda um ex operativo que JÁ DISPUNHA do material e por alguma vingança ou talvez visando uma mega chatagem financeira, começou a vazar as informações.
    Aí vc pergunta “Mas se ele É CIA, como pode estar jogando contra o patrimônio??” Simples: Até um esquilo sabe que o governo Obama está sendo sabotado e desmoronando. Dificilmente ele chega ao final do mandato. Pq Assange não começou a festa durante a era Bush??? Estranho não??? O WikiLeaks expõe totalmente a fragilidade de Barack Obama e cada vez ele é visto como um líder fraco.
    Mas Assange tbm pode ser MI-6 pq ele não mexe nos podres da Inglaterra… Quem sabe?? Qto ao WikiLeaks do Brasil, o que ele vai dizer que já não sabemos?? Que Lula, Dilma Rousseff e o PT são sócios das FARC e financiados pelos cartéis de cocaína sulamericanos??? Que ninguém declara Lei Marcial no Rio de Janeiro e coloca o exército p/ ERRADICAR DEFINITIVAMENTE o narcotráfico, pq os grandes nomes do narcoterrorismo sulamericano, como Olivério Medina, são amigos de Lula???
    Ou talvez Assange saiba mais sobre o passado criminoso de Dilma Roussef, do que nós e revele que o povo brasileiro é o mais imbecil do planeta, por ter eleito uma terrorista doméstica p/ presidência…

    BRING IT ON ASSANGE!!!!!!

  20. Ramon Valdez disse:

    A questão da “unilateralidade” dos vazamentos do WikiLeaks, em relação aos EUA, óbviamente se deve ao fato de que o(s) informante(s) de Assange, estão DENTRO dos EUA, muito provavelmente dentro do Pentágono ou em alguma agência de segurança nacional, e talvez explique as inúmeras teorias em vários forums de conspiração internacionais, de que ele pode ser CIA, MOSSAD ou MI-6. Ou ainda um ex operativo que JÁ DISPUNHA do material e por alguma vingança ou talvez visando uma mega chatagem financeira, começou a vazar as informações.
    Aí vc pergunta “Mas se ele É CIA, como pode estar jogando contra o patrimônio??” Simples: Até um esquilo sabe que o governo Obama está sendo sabotado e desmoronando. Dificilmente ele chega ao final do mandato. Pq Assange não começou a festa durante a era Bush??? Estranho não??? O WikiLeaks expõe totalmente a fragilidade de Barack Obama e cada vez ele é visto como um líder fraco.
    Mas Assange tbm pode ser MI-6 pq ele não mexe nos podres da Inglaterra… Quem sabe?? Qto ao WikiLeaks do Brasil, o que ele vai dizer que já não sabemos?? Que Lula, Dilma Rousseff e o PT são sócios das FARC e financiados pelos cartéis de cocaína sulamericanos??? Que ninguém declara Lei Marcial no Rio de Janeiro e coloca o exército p/ ERRADICAR DEFINITIVAMENTE o narcotráfico, pq os grandes nomes do narcoterrorismo sulamericano, como Olivério Medina, são amigos de Lula???
    Ou talvez Assange saiba mais sobre o passado criminoso de Dilma Roussef, do que nós e revele que o povo brasileiro é o mais imbecil do planeta, por ter eleito uma terrorista doméstica p/ presidência…

    BRING IT ON ASSANGE!!!!!!

  21. Jonas disse:

    Caro Silvio, nem precisamos destes artefatos. Os últimos governos nossos mostraram, com evidências e provas contundentes, os mais graves casos de corrupção e tráfico de poder. Só com com a “televisãozinha” mesmo. Porque não se resolve? Bem, talvez porque classe média nunca irá às ruas para combater isto, até porque muitos gozam, direta ou indiretamente, de privilégios conseguidos por esta mesma classe política que todos (ou quase todos) criticam. Questão de educação? Não sei! Acho que é questão história de democracia. E nisto só temos 20 anos. Ainda vamos ver muitos casos! É só estar conectado, nem que seja num velho e bom radiozinho de pilha.

    Quanto aos EUA, é uma “democracia” de dois lados, “cara ou coroa”, “democratas ou republicanos”. Que seja, mas a política externa deles só tem uma face: imperialismo a qualquer custo!

  22. Jonas disse:

    Caro Silvio, nem precisamos destes artefatos. Os últimos governos nossos mostraram, com evidências e provas contundentes, os mais graves casos de corrupção e tráfico de poder. Só com com a “televisãozinha” mesmo. Porque não se resolve? Bem, talvez porque classe média nunca irá às ruas para combater isto, até porque muitos gozam, direta ou indiretamente, de privilégios conseguidos por esta mesma classe política que todos (ou quase todos) criticam. Questão de educação? Não sei! Acho que é questão história de democracia. E nisto só temos 20 anos. Ainda vamos ver muitos casos! É só estar conectado, nem que seja num velho e bom radiozinho de pilha.

    Quanto aos EUA, é uma “democracia” de dois lados, “cara ou coroa”, “democratas ou republicanos”. Que seja, mas a política externa deles só tem uma face: imperialismo a qualquer custo!

  23. Nilson Castro disse:

    Caro Silvio,
    Realmente seu texto foi repleto asneiras, do início ao fim.

    Lamentável.

    Parabéns ao Wikileaks! A cada documento revelado, um ponto a menos para a hegemonia estadunidense!

  24. Nilson Castro disse:

    Caro Silvio,
    Realmente seu texto foi repleto asneiras, do início ao fim.

    Lamentável.

    Parabéns ao Wikileaks! A cada documento revelado, um ponto a menos para a hegemonia estadunidense!

  25. Jonas disse:

    Sinceramente não entendi porque alguns estão tão bravos com o texto. O Sílvio só expôs o que acontece e até criticou muito o poder. Talvez quem não tenha entendido sou eu!

    Certa vez, conversando com um americano(republicano de carteirinha), na época da confusão das eleições do Bush que passou quase um mês para se resolver, disse o seguinte: “o americano só se interessa por duas coisas ter trabalho e ganhar dinheiro. Não está interessado na política, nem interna nem externa.” E deflagrou, “eu mesmo não tenho menor interesse pelo o que os EUA estão fazendo lá fora, o que me interessa é a segurança do país”.

    Sinceramente, não estranhei nem um pouco, pois como se diz “o norte-americano só enxerga o próprio umbigo”.

    Já um outro amigo, também norte-americano, “profetizou” que se o Bush ganhasse ia ser um desastre total. Dito e feito.

    E a população norte-americana não pode ser isentada nem um pouco pelo que o Bush fez, pois o elegeu e, pior, o reelegeu. O terrorismo de Estado que os EUA promovem parece não preocupar muito a população. E eles têm educação. Parece ser uma questão de valores mesmo, que só os que não têm um mínimo de visão enxerga.

    Quanto ao Brasil, concordo com o Sílvio, vamos ver muito em breve. A “turma” continua no poder. Não que o outro lado seja melhor, mas se as nossas instituições não funcionarem e a população não cobrar, o bicho vai pegar.

  26. Jonas disse:

    Sinceramente não entendi porque alguns estão tão bravos com o texto. O Sílvio só expôs o que acontece e até criticou muito o poder. Talvez quem não tenha entendido sou eu!

    Certa vez, conversando com um americano(republicano de carteirinha), na época da confusão das eleições do Bush que passou quase um mês para se resolver, disse o seguinte: “o americano só se interessa por duas coisas ter trabalho e ganhar dinheiro. Não está interessado na política, nem interna nem externa.” E deflagrou, “eu mesmo não tenho menor interesse pelo o que os EUA estão fazendo lá fora, o que me interessa é a segurança do país”.

    Sinceramente, não estranhei nem um pouco, pois como se diz “o norte-americano só enxerga o próprio umbigo”.

    Já um outro amigo, também norte-americano, “profetizou” que se o Bush ganhasse ia ser um desastre total. Dito e feito.

    E a população norte-americana não pode ser isentada nem um pouco pelo que o Bush fez, pois o elegeu e, pior, o reelegeu. O terrorismo de Estado que os EUA promovem parece não preocupar muito a população. E eles têm educação. Parece ser uma questão de valores mesmo, que só os que não têm um mínimo de visão enxerga.

    Quanto ao Brasil, concordo com o Sílvio, vamos ver muito em breve. A “turma” continua no poder. Não que o outro lado seja melhor, mas se as nossas instituições não funcionarem e a população não cobrar, o bicho vai pegar.

  27. José Antonio Biasetti disse:

    não sei como vc pode ser tão democrático [ainda] q não bloqueia certos comentários, mas compreendo. rsrsrs. por favor, resista aos mesmos, lembre-se que afinal são ilusões as emoções que nascem em sua mente, reação de seu ego às insuportáveis opiniões mal educadas. educação sempre. ele virá um dia, se continuarmos teimando em dizer o que vc disse.

  28. José Antonio Biasetti disse:

    não sei como vc pode ser tão democrático [ainda] q não bloqueia certos comentários, mas compreendo. rsrsrs. por favor, resista aos mesmos, lembre-se que afinal são ilusões as emoções que nascem em sua mente, reação de seu ego às insuportáveis opiniões mal educadas. educação sempre. ele virá um dia, se continuarmos teimando em dizer o que vc disse.

  29. Jonas disse:

    Em tempo:

    http://jc.uol.com.br/canal/cotidiano/internacional/noticia/2010/12/01/fundador-do-site-wikileaks-e-procurado-pela-interpol-246730.php

    Fundador do site WikiLeaks é procurado pela Interpol
    Publicado em 01.12.2010, às 08h48

    A agência global de polícia Interpol informou nesta quarta-feira (1º) que emitiu um alerta para os Estados-membros a fim de que prendam o fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, acusado de estupro. O pedido foi feito com base em um mandado de prisão emitido na Suécia. O australiano, de 39 anos, é fundador do Wikileaks, site que revelou nesta semana cerca de 250 mil documentos diplomáticos confidenciais dos Estados Unidos.

    O escritório da promotoria pública internacional da Suécia, em Gotemburgo, emitiu um mandado de prisão contra o ativista em 18 de novembro. Ele é suspeito em um caso de estupro. Não se sabe o paradeiro atual de Assange. Ele já contestou o pedido de prisão em tribunais de apelação suecos, mas não teve sucesso.

    Alguns dos partidários de Assange já denunciaram uma suposta perseguição contra ele no caso, que envolveria duas mulheres suecas e teria ocorrido em agosto. Segundo eles, isso seria parte de uma campanha para tirar a credibilidade do site em divulgar documentos secretos. Os advogados do ativista, porém, não sustentam isso, dizendo que ele não deveria ser preso apenas para ser interrogado. As informações são da Dow Jones.

  30. Jonas disse:

    Em tempo:

    http://jc.uol.com.br/canal/cotidiano/internacional/noticia/2010/12/01/fundador-do-site-wikileaks-e-procurado-pela-interpol-246730.php

    Fundador do site WikiLeaks é procurado pela Interpol
    Publicado em 01.12.2010, às 08h48

    A agência global de polícia Interpol informou nesta quarta-feira (1º) que emitiu um alerta para os Estados-membros a fim de que prendam o fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, acusado de estupro. O pedido foi feito com base em um mandado de prisão emitido na Suécia. O australiano, de 39 anos, é fundador do Wikileaks, site que revelou nesta semana cerca de 250 mil documentos diplomáticos confidenciais dos Estados Unidos.

    O escritório da promotoria pública internacional da Suécia, em Gotemburgo, emitiu um mandado de prisão contra o ativista em 18 de novembro. Ele é suspeito em um caso de estupro. Não se sabe o paradeiro atual de Assange. Ele já contestou o pedido de prisão em tribunais de apelação suecos, mas não teve sucesso.

    Alguns dos partidários de Assange já denunciaram uma suposta perseguição contra ele no caso, que envolveria duas mulheres suecas e teria ocorrido em agosto. Segundo eles, isso seria parte de uma campanha para tirar a credibilidade do site em divulgar documentos secretos. Os advogados do ativista, porém, não sustentam isso, dizendo que ele não deveria ser preso apenas para ser interrogado. As informações são da Dow Jones.

  31. Cristina disse:

    Silvio,

    não sei o que você quer dizer com assimetria de informação. Há muitas formas de interpretar isso. A questão pode ser vista do lado reverso. Somos espionados o tempo todo e agora podemos espionar à vontade. O feitiço virou contra o feticeiro. E que coisas eles escrevem! O WikiLeaks não roubou nada, a culpa do vazamento é de quem quer proteger a informação. Mais do que nunca vale a máxima: nunca escreva nada que você não queira ver numa manchete de jornal.

  32. Cristina disse:

    Silvio,

    não sei o que você quer dizer com assimetria de informação. Há muitas formas de interpretar isso. A questão pode ser vista do lado reverso. Somos espionados o tempo todo e agora podemos espionar à vontade. O feitiço virou contra o feticeiro. E que coisas eles escrevem! O WikiLeaks não roubou nada, a culpa do vazamento é de quem quer proteger a informação. Mais do que nunca vale a máxima: nunca escreva nada que você não queira ver numa manchete de jornal.

  33. Marcus Antonius disse:

    Queiram os “camaradas” anti-americanos ou não, a América é uma democracia. Lá, a prática democrática se dá no cotidiano. Não acontece apenas no parlamento ou no executivo.
    Vocês devem achar que Cuba é democrática!
    Que o diga Yoani Sanchez e seu blog Generation Y…

  34. Marcus Antonius disse:

    Queiram os “camaradas” anti-americanos ou não, a América é uma democracia. Lá, a prática democrática se dá no cotidiano. Não acontece apenas no parlamento ou no executivo.
    Vocês devem achar que Cuba é democrática!
    Que o diga Yoani Sanchez e seu blog Generation Y…

  35. Jonas disse:

    Certo “Marcus Antonius”. É este o argumento quando se põe em discussão as atidudes de alguns governos, como os EUA. Você deve concordar com o Bush: “quem não está comigo está contra mim”! Ninguém aqui defendeu Cuba ou qualquer outro país comunista, autoritário, ditadura, ou seja lá o que for. Estamos discutindo os fatos relacionados com a “democracia” americana. Mas como somos democratas, aceitamos o contraditório. Se liga!

  36. Jonas disse:

    Certo “Marcus Antonius”. É este o argumento quando se põe em discussão as atidudes de alguns governos, como os EUA. Você deve concordar com o Bush: “quem não está comigo está contra mim”! Ninguém aqui defendeu Cuba ou qualquer outro país comunista, autoritário, ditadura, ou seja lá o que for. Estamos discutindo os fatos relacionados com a “democracia” americana. Mas como somos democratas, aceitamos o contraditório. Se liga!

  37. Marcus Antonius disse:

    É isso mesmo, camarada Jonas !

    Pra quem diz que cara ou coroa tanto faz,

    demonizar o outro não tem nada de mais.

    Francamente, essa estória de que “o americano só se interessa por duas coisas ter trabalho e ganhar dinheiro. Não está interessado na política, nem interna nem externa.” aplica-se à maioria dos cidadãos de qualquer país do planeta.

    Bush é um escroto. A diferença é que na América os cidadãos podem falar contra ele e não serem punidos por isso.

    Eu, indivíduo, penso assim. Não arrogo o direito de falar no plural.

  38. Marcus Antonius disse:

    É isso mesmo, camarada Jonas !

    Pra quem diz que cara ou coroa tanto faz,

    demonizar o outro não tem nada de mais.

    Francamente, essa estória de que “o americano só se interessa por duas coisas ter trabalho e ganhar dinheiro. Não está interessado na política, nem interna nem externa.” aplica-se à maioria dos cidadãos de qualquer país do planeta.

    Bush é um escroto. A diferença é que na América os cidadãos podem falar contra ele e não serem punidos por isso.

    Eu, indivíduo, penso assim. Não arrogo o direito de falar no plural.

  39. Jonas disse:

    Marcus Antonius: vou descrever textualmente para ver se você entende. Não sou, nunca fui nem nunca serei comunista. Muinto menos a favor de qualquer regime ditatorial, como já disse. Não sou político partidário nem vinculado a qualquer um. Então se a democracia americana funciona lá dentro tão bem como você diz, parabéns aos americanos, que continuem assim e promovam ainda mais a liberdade de expressão, nos termos dos acordos sociais (leia-se leis) do seu país. Portanto estamos concordando em tudo, menos que eu seja um “camarada”. Típica expressão da ditadura brasileira do “Ame-o ou deixei-o”. Aliás, é o que eu recomendo para aqueles que adoram Cuba, como o José Dirceu e companhia ltda: vão para lá, e deixem o Brasil seguir a sua trajetória de democracia (de só 20 anos), mesmo aos trancos e barrancos.

    O texto do Sílvio foi muito claro: divulgação de informações privadas, seja de quem for é danoso a qualquer um. Mas as informações dos EUA já foram divulgadas, e se são verídicas, escancara a POLÍTICA EXTERNA americana, envolvendo o Brasil. Coisas que já sabíamos, só que agora com provas contundentes.Moral da estória, os EUA não são os santos da democracia que usam como pretexto para qualquer tipo de ação externa, inclusive invasão de outros países, desde que atendam aos seus interesses. E cá para nós, esta expressão “camaradas” já caiu em desuso há muito tempo. Abs.

  40. Jonas disse:

    Marcus Antonius: vou descrever textualmente para ver se você entende. Não sou, nunca fui nem nunca serei comunista. Muinto menos a favor de qualquer regime ditatorial, como já disse. Não sou político partidário nem vinculado a qualquer um. Então se a democracia americana funciona lá dentro tão bem como você diz, parabéns aos americanos, que continuem assim e promovam ainda mais a liberdade de expressão, nos termos dos acordos sociais (leia-se leis) do seu país. Portanto estamos concordando em tudo, menos que eu seja um “camarada”. Típica expressão da ditadura brasileira do “Ame-o ou deixei-o”. Aliás, é o que eu recomendo para aqueles que adoram Cuba, como o José Dirceu e companhia ltda: vão para lá, e deixem o Brasil seguir a sua trajetória de democracia (de só 20 anos), mesmo aos trancos e barrancos.

    O texto do Sílvio foi muito claro: divulgação de informações privadas, seja de quem for é danoso a qualquer um. Mas as informações dos EUA já foram divulgadas, e se são verídicas, escancara a POLÍTICA EXTERNA americana, envolvendo o Brasil. Coisas que já sabíamos, só que agora com provas contundentes.Moral da estória, os EUA não são os santos da democracia que usam como pretexto para qualquer tipo de ação externa, inclusive invasão de outros países, desde que atendam aos seus interesses. E cá para nós, esta expressão “camaradas” já caiu em desuso há muito tempo. Abs.