por Silvio Meira

orkut: isolado no brasil

o

o gráfico abaixo mosta qual era a rede social dominante em cada um dos países do mundo onde tal noção fazia sentido um ano e meio atrás.

image

os dados foram coletados por vincenzo cosenza e estão, no original, neste link. agora veja a situação neste dezembro, usando as mesmas fontes de dados e as mesmas bases para comparação:

image

em 115 dos 132 países da amostra, facebook é o líder. as exceções são brasil, onde orkut domina, rússia, onde quem manda é uma operação local tocada por acionistas de facebook, vKontakte, japão, domínio de mixi, e china, onde QZone é a rede social predominante. ah, sim: na síria é maktoob, na moldávia, quirguistão e armênia é odnoklasniki e no irã é cloob, isso quando o governo de lá deixa alguem dizer alguma coisa online.

se a gente for para o passado, quando orkut completou 3 anos [isso foi em 2007] cerca de 59% dos usuários eram brasileiros e alexa dizia que o alcance diário [mundial] da rede social de google era tres vezes maior do que facebook, como mostra o gráfico abaixo.

image

a situação por aqui, hoje, é comparável à do planeta há três anos; orkut tem mais de tres vezes o número de visitantes de facebook, como você pode ver no gráfico da comScore abaixo. o problema [para google] é que facebook cresceu 16 vezes mais do que orkut entre os últimos dois agostos. faça as contas pra ver em quanto tempo orkut passa pra segundo lugar também no brasil.

image

o blog escreveu recentemente sobre a “batalha da década” entre organização [web 1.0] e conectividade [web 2.0] na rede, em organização & conexões, onde dissemos que…

…contrapondo os desejos institucionais revelados em suas missões, google quer organizar [toda a informação] e facebook quer conectar [todas] as pessoas. a “organização”, no modelo proposto por google, depende de como pessoas [e sistemas] conectam a web, pois assim funcionam os algoritmos fundamentais de google. só que, cada vez mais, as pessoas se “conectam” através de facebook [quase 600 milhões delas] e tal informação não está disponível [via de regra] para ser organizada [por google]…

…discutindo as estratégias das duas companhias mais importantes das webs 1.0 e 2.0.

pode até ser que google consiga recuperar uma base de lançamento na e para a web 2.0 a partir de uma estratégia fundamentada no que orkut está fazendo no brasil. mas, ao contrário de vKontakte na rússia [um ambiente para compartilhamento, também, de vídeos pirateados…] o orkut “brasileiro” é uma rede social “pura”, sem um atrator pirata ou contextual como mixi, no japão, e QZone na china.

ficar isolado no brasil não é futuro para orkut ou qualquer outra propriedade de google, uma companhia essencialmente global, de negócios globais. por isso que os próximos 300 dias vão definir o futuro de orkut, aqui e no mundo. e é mais provável que, muito mais que o “site” orkut em si, a experiência de orkut, o ambiente e seus usos, seja parte essencial do aprendizado de google para tentar competir num mercado onde a década da web 2.0, a rede social, já está dominada… por facebook.

Sobre o autor

Silvio Meira

silvio meira é cientista-chefe da TDS.company, professor extraordinário da CESAR.school e presidente do conselho do portodigital.org

por Silvio Meira
por Silvio Meira

Pela Rede

silvio meira é PROFESSOR EXTRAORDINÁRIO da cesar.school, PROFESSOR EMÉRITO do CENTRO DE INFORMÁTICA da UFPE, RECIFE e CIENTISTA-CHEFE, The Digital Strategy Company. é fundador e presidente do conselho de administração do PORTO DIGITAL. silvio é professor titular aposentado do centro de informática da ufpe, fundou [em 1996] e foi cientista-chefe do C.E.S.A.R, centro de estudos e sistemas avançados do recife até 2014. foi fellow e faculty associate do berkman center, harvard university, de 2012 a 2015 e professor associado da escola de direito da FGV-RIO, de 2014 a 2017.

Silvio no Twitter

Arquivo