por Silvio Meira

reflexos da crise: small PCs

r

por mais que se queira imaginar que não há um refluxo na economia mundial, a confiança decrescente dos consumidores americanos tem reflexos globais. na computex, feira de informática de taipei e segunda maior do mundo, a lista de compras dos grandes importadores tinha computadores bem pequenos, mais eficientes e os ultra-portáteis [como o mobo, da positivo] no topo.

orçamentos mais apertados, vez por outra, são bons para todos. no brasil, lá na primeira grande crise do petróleo, a falta de recursos para óleo foi o motor do carro a álcool, depois flex, e dos 1.0, o que botou o país na linha de frente da economia de combustível. agora, o aperto nas contas americanas vai levar à busca de um novo tipo de consumidor, lá, e de novos mercados, nas economias emergentes.

mobo-positvo.jpg

falando nisso, indústria e governo precisam redesenhar a estrutura de custos do brasil pra incluir mais gente no mercado e trazer os preços brasileiros pra realidade mundial. o asus eepc básico, que é a referência dos ultra-portáteis baratos, custa cerca de 500 reais no mercado mundial e sai pelo dobro no brasil [mesmo preço do mobo]. como a gente, por aqui, ganha bem menos do que nos estados unidos e europa, não pagamos o dobro, mas várias vezes mais…

Sobre o autor

Silvio Meira

silvio meira é cientista-chefe da TDS.company, professor extraordinário da CESAR.school e presidente do conselho do portodigital.org

por Silvio Meira
por Silvio Meira

Pela Rede

silvio meira é PROFESSOR EXTRAORDINÁRIO da cesar.school, PROFESSOR EMÉRITO do CENTRO DE INFORMÁTICA da UFPE, RECIFE e CIENTISTA-CHEFE, The Digital Strategy Company. é fundador e presidente do conselho de administração do PORTO DIGITAL. silvio é professor titular aposentado do centro de informática da ufpe, fundou [em 1996] e foi cientista-chefe do C.E.S.A.R, centro de estudos e sistemas avançados do recife até 2014. foi fellow e faculty associate do berkman center, harvard university, de 2012 a 2015 e professor associado da escola de direito da FGV-RIO, de 2014 a 2017.

Silvio no Twitter

Arquivo